História One Piece...luffy e os revolucionários - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Piece
Tags One Piece Au
Visualizações 53
Palavras 1.496
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Luta, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente 2 coisa! uma, eu só estava demorando para postar por que meu computador quebrou, mais eu já levei para concertar e agora voltei! dois, Eu mudei a idade da Koala para se encaixar melhor na historia depois vocês vão entender e podem ler!

Capítulo 3 - Koala a mais nova amiga de luffy


Fanfic / Fanfiction One Piece...luffy e os revolucionários - Capítulo 3 - Koala a mais nova amiga de luffy

~2 anos~

Naquela manhã a pequena Sed dos revolucionários estava muito agitada, e não pense que é por causa do pequeno luffy que avia completado 2 anos semana passada, na verdade era por causa de um conflito que finalmente avia acabado. Pelo o que se podia ler no jornal naquela manhã os piratas estavam indo até uma ilha do Sout Blue e estavam roubando, matando ,tocando o terror e etc. , os marinheiros chegaram lá, e teve um enorme massacre que resultou com a perda de milhares de inocentes, marinheiros e piratas. A maioria dos mortos foram jornalistas que estavam tentando relatar o acontecimento e turistas que não foram avisados sobre a batalha. No final a marinha ganhou.

- Vocês viram a Hilda?- perguntou dragon enquanto segurava luffy no colo

- Você não soube Dragon? Ela está no cemitério.- Disse um revolucionário pegando um jornal

- Por que ela estaria no cemitério?- perguntou dragon com um tom de preocupação

- Parece que seu marido e sua filha foram um dos mortos na batalha.

- Como?- A esse ponto Dragon já estava bastante preocupado, a família de Hilda era tudo que ela tinha.

- Viagem de família, ela estava junto mais por causa da marinha ela teve que ir para ilha mais próxima, ao tentar fugir os marinheiros atiraram em seu marido e em sua filha. Aliás ela voltou ontem

- Vou ver como ela está...- ele olhou para o luffy e o colocou no chão- Por que não vai brincar com o tio Hack?

- Ok!- luffy logo foi atrás do tritão, enquanto dragon ia até a porta da Sed que foi aberta pela pessoa que ele menos esperava Hilda

- Hilda!- disse dragon

- Oi...não precisa se preocupar eu estou bem

- Tem certeza?

-Tenho mais eu não vim aqui por causa disso

- Então por que veio aqui?

- Preciso de ajuda com essa garotinha

- Garotinha?- dragon pareceu confuso mais ficou ainda mais quando ficou uma garota levemente semelhante a Hilda que estava com uma cara horrível- Quem é essa?

- Sabe a ilha onde eu fiquei depois da...de tudo?- dragon acenou com a cabeça em sinal de sim- Parece que a marinha queria capturar essa garota, eu apenas a ajudei.

- por acaso você sabe por que a marinha queria capturar ela?

- Não faço a mínima ideia, só sei que eles não hesitaram em atirar.

Dragon se abaixou para ficar mais perto da garota que parecia ter 6 anos

- Você sabe onde fica a sua casa?
A garota ficou em silencio

- Você está bem?- dragon levantou uma mão para encostar-se ao ombro dela em sinal de amizade mais antes mesmo de tocar nela a garota falou com uma cara e voz que com certeza lembrava medo

- Eu posso limpar, cozinhar, trabalhar, eu posso fazer tudo que o senhor mandar, apenas não me machuque, por favor...

Dragon se levantou e os outros revolucionários que estavam vendo a cena pareciam ter entendido oque acontecia

- Acho que já sabemos por que estava fugindo da marinha- Dragon pareceu pensar um pouco antes de dizer algo mais o silencio e a pressão do momento foi rapidamente quebrada por um ser de estatura pequena que se aproximou da cena

- Oi! Eo so o luffy!

A menina olhou para criança que sorria alegremente e deu um dos seu sorrisos bizarros e isso fez luffy começar a rir

- Hahahahaha! Siu sorio é ingaçado!

As palavras que saíram totalmente emboladas da boca do pequeno fizeram ela rir e sorrir, mais um sorriso verdadeiro dessa vez, dragon e os outros revolucionários sorriram para cena e logo dragon decidiu falar alguma coisa

- Oi, eu me chamo dragon, qual é o seu nome?

A garota pareceu ficar um pouco quieta mais logo respondeu

- Ko-Koala

- Não precisa ter medo Koala, aqui ninguém vai te machucar- ele disse calmamente.

- Não somos como esses malditos tenrubytos pequena!- disse um revolucionário

A garota pareceu olhar envolta marcando cada rosto que via, até ela ver um tritão amarelo lá no fundo.

- Então vocês são como os piratas do Sol?

Por alguns segundos todos ficaram em silencio

- Você conhece os piratas do Sol koala?- perguntou dragon prestando atenção na garota ao mesmo tempo em que prestava atenção em luffy que podia acabar se machucando, já que estava girando em círculos e fazendo bagunça.

Como resposta a garota apensa se virou e levantou a camiseta mostrando uma marca/tatuagem de um sol

- Você fazia parte dos piratas do sol?- perguntou o tritão

- Sim! Eles me ajudaram a chegar em casa mas...- ela começou a falar bem animada mais terminou quase chorando- a mamãe nos traiu, a marinha nos traiu...

- Ei não precisa falar disso, você parece bem suja... o que deu para ela vestir Hilda?

- O vestido que ela usava estava sujo então dei essa camiseta e esse short para ela vestir, acho que eles são bem velhos e ela deve ter se sujado de lama enquanto fugia da marinha.

- O meu vestido! Onde ele está? Ele é um presente... - ela percebeu que acabou de gritar em tom de raiva- Desculpe, desculpe, desculpe- ela começou a limpar o chão com um pano velho- não me matem, por favor, desculpem, desculpem.

Hilda segurou na mão dela e a levantou

- Aqui você não é uma escrava! É uma criança!- e ela abraçou a garota e percebeu que ela estava segurando o choro- Pode chorar

E a garota chorou alto o suficiente para a Sed inteira ouvir incluindo luffy que no começo pareceu confuso mais logo segurou a mão dela

- Nao chora, voce é mia amiga agola! 

------Um Tempo Depois------

Koala estava brincando com luffy no quarto de brinquedos os dois pareciam estar se divertindo muito, já avia passado 3 mês dez da chegada dela e ela parecia ter melhorado muito e se acostumado também

- E o pirata ganhou de novo!- disse a garota segurando um boneco enquanto derrubava um navio

- Koala

- Oque?

- Puqe os piratas sempe ganham?

- Por que a marinha é ruim e os piratas são bons!

- Como voce sabe?

- hum...por que sei

- E po que eles sao bons?

- hum...por que sim

- tudo bem!- e o garoto correu para um coxão e pulou nele- Ja e tade eu vo domi!

- Mais ainda são três horas luffy!

- Honc Honc

- Já dormiu?!-Ela se levantou e saiu da sala e foi procurar oque fazer agora que luffy estava em um de seus sonos da tarde ela não tinha nada para fazer, sua maior diversão era aquele pequeno, ao qual ela estava ensinando a falar direito e a brincar de pirata VS marinha, que era a brincadeira favorita deles... bem ela iria enjoar dessa brincadeira daqui a alguns anos, disso ela tinha certeza então era bom aproveitar.

- Tudo bem koala?- perguntou Hack, ele avia se tornado rapidamente amigo de koala

- Sim...na verdade eu não tenho nada para fazer

- O luffy foi dormir?-Ela acenou com a cabeça em sentido de sim- E você está tão entediada que faria qualquer coisa?

- Acho que sim...

- Você já foi membro dos piratas do Sol, correto?

- Correto!

- Eles já te falaram algo sobre... karate tritão?

- Já vi eles praticando isso uma vez

- E ai quer aprender?

- Mais o Arlong dizia que apenas tritões podiam fazer isso e meros humanos como eu não entenderiam.

- Bem o Arlong é um babaca! E você vai aprender... por que se eu não me engano você planeja ser uma revolucionaria, certo?

- Sim!

- Para ser uma revolucionaria você precisa saber se defender, e nenhum tipo de arte marcial é melhor que essa!

- Tudo bem então!

- Tem certeza que quer ensinar algo tão complicado a uma garota de 6 anos Hack?- disse Hilda, que era uma mãe para Koala.

- Só vou ensinar o básico, não se preocupe, vou ensinar a parte essencial do Karate Tritão quando ela for um pouco mais velha!

- Isso é injusto Hack- ela disse

- Não é não, agora vamos!

- Ei Koala vamo binca!- o luffy apareceu do nada

- Agora não pequeno L, eu vou aprender Karate Tritão!- e ela foi atrás de Hack bem animada

- Que chato!- disse luffy reclamando

- A luffy não seja assim, por que não brinca um pouco com a titia Hilda?

- Tudo bem tia, oqe vamo faze?

- Já que vamos embora logo, que tal ir fazer umas compras com a titia?

- passear na cidade?!

- sim!

- EBA!
Ela o pegou no colo e saiu da Sed

- Vamos nos divertir muito!

- Sim!

Luffy ganhou uma amiga, Hilda está superando o trauma de perder a família ficando ao lado de luffy. E Koala está prestes a aprender uma arte marcial perigosa e legal

Oque vira para frente nas aventuras dessa familia?


Notas Finais


O fim desse capitulo está parecendo com Pokémon :3, bem até o próximo capitulo caros leitores!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...