História Os devaneios de um dito poeta. - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Amor, Depressão, Desilusão, Dor, Drama, Magoas, Mutilação, Romance, Sofrimento, Solidão, Tristeza
Visualizações 10
Palavras 108
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 32 - Pensante...


Nauseante…

Tamanha fase desinteressante…

Você se senti despreparado, sufocante…

Dias que sua vida não passa de algo normal…

Não passa de algo tradicional…

Onde está a mudança que você tanto procura?

Onde está a ganância de sair dessa vida obscura?

Está sozinho sem dizer nada…

Evitando o contado com aqueles que te feriram sem dizer nenhuma palavra…

Onde está a felicidade que se encontrava em sua face…

Aquela que um dia dominou sua vida estampando um belo sorriso, sem desgaste…

Tamanha fase desinteressante…

Que te faz preso a tudo isso como um meliante…

As palavras felizes que saiam de sua boca tornaram-se entediantes…

Dificuldades, saudades, felicidades…

Memórias distantes…



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...