História Os ômegas - Capítulo 1


Escrita por: ~

Visualizações 87
Palavras 745
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Drabs, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Fluffy, Harem, Hentai, Josei, Lemon, Lírica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shounen, Slash, Sobrenatural, Steampunk, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


:D

Capítulo 1 - As cinco crianças


Autora:

Um navio se aproximava da costa da Europa Ocidental onde ficava o porto.Os policiais avistaram o navio e esperaram o mesmo chegar no porto.

27 Policiais entraram no navio, quinze entraram e o resto ficaram do lado de fora. O líder dos policiais foi entrando até que o capitão o barrou.

-O que pensa que está fazendo?-Disse o líder do grupo

-Não pode passar daqui! Existe uma substancia muito forte ali pra frente aconselho a ficar aqui mas se quiser morrer...tudo bem...!-disse o velho capítão

-Seu eu morrer não tô nem aí apenas vou fazer um trabalho bem feito.-Empurrou o velho na parede e andou mais a frente de onde estava, até sentir o velho lhe agarras pelas costas

-Me solte! Fica quetinho se não quiser ser preso!-a respiração do velho estava ao lado de seu pescoço até que ele ouviu um sussurro do mesmo.

-Se eu fosse você encerrava a investigação...Não sabe com quem está se metendo! E se eu deixar você prosseguir ele me mata junto de você!-disse o capitão

-Traficantes né?-o policial se soltou e prossegui, não andando correndo quando ele foi encurralado pelo capitão e por uma enorme porta de metal.Vendo o velho então a se aproximar ele empurrou a porta com custo revelando as crianças que ali estavam dormindo com suas roupas todas rasgadas...crianças pequenas aparentavam ter uns cinco,seis,sete anos.

-Gente vem aqui e prendam esse velho!-o resto do grupo que estava mais afastado viu o velho correr para fora do navio e o seguiram e mais alguns que sobraram foi até o líder.

-Por que essas crianças estão aqui?-perguntou um dos outros policiais.

-Não entende? Cientistas! Por exemplo sei fácil ao ver aquele esverdeado! Parece uma planta carnívora tem duas cores preta e branca. Não é obvio?

-Mas oque faremos agora?

-Vamos leva-los para a Sra.Tsunade ela vai saber oque fazer

Os policiais se aproximaram dos garotos que estavam ali no chão deitados encolhidos e dormindo. Até que um platinado se levanta

-QUEM É VOCÊ?-perguntou com um tubo de ferro em mãos

-Sou um policial só queremos ajudar

-Hum! Você e aquele velho falaram a mesma coisa, e agora olha só pra nós! Um garoto de duas cores e personalidades diferentes, um garota que se transforma em papel, um loiro que tem bocas espalhadas pelo corpo,um moreno que os olhos escorrem sangue, e eu um moleque imortal. Resumindo somos aberrações! Já sofremos demais acreditando em estranhos mas dessa vez não cairemos nesse truque de novo!

Todas as crianças que no chão estavam levantaram e fizeram uma barreirinha

-Mas somos policiais somos do bem!-afirmou um policial do grupo

-Mostra o cartãozinho-Falou o loiro dos olhos azuis

Mostramos os distintivos e tudo mais oque nós pediram até que no final acabaram acreditando em nós.Os levamos até uma enorme casa que não tinha nenhuma função a não ser, ser visitada pela Sra.Tsunade 

Quando entramos Tsunade e Jiraya estavam tomando chá com xícaras de porcelanas.

-Quem são essas crianças Hanry?-perguntou a peituda ou quer dizer a Sra.Tsunade

-Essas crianças estavam dentro do navio que acabara de parar no porto da costa aqui perto. Eu afirmo que elas estiveram nas mãos de cientistas "malucos". O capitão disse para mim que era melhor não ir lá se não um tal de "ele" mataria o velho e eu junto, então deduzi algo de errado como um tráfico de drogas, mas no final tráfico de crianças!

-Olha esse...parece meu neto-Jiraya chamou atenção de todos quando falou do loiro que tinhas longos cabelos e olhos azuis

-O Naruto? Ele parece a Ino!-Disse Tsunade afirmando

-A Ino por acaso é alguma garota?-o loiro perguntou

-Sim!

-EU NÃO GOSTO DE SER COMPARADO COM UMA MENINA QUE SACO-o loiro emburra

-Calma eu to aqui Deidara-o platinado abraça o loiro

-Vocês dois tem algum parentesco?-perguntou Henry

-Sim, somos irmãos adotivos!-afirmou o platinado

-Bom, eu tenho um irmão o Sasuke...-Itachi falou pela primeira vez

-Eu tinha um melhor amigo que Orochimaru matou-Disse a azulada quase chorando

A Sra.Tsunade tinha dado um gole no seu chá mas quando ouviu "Orochimaru" o cuspiu tudo

-Você disse Orochimaru?-ela perguntou

-Sim, o conhece?-a azulada perguntou se interessando mais no assunto

-Sim, nosso inimigo por isso temos mais de 1.000.000 de policiais para vigiar nossa cidade daquele malandro, mas se quer dizer que vocês foram transportados pela ordem de...-interrompida

-Orochimaru quer dizer que ele está pro aqui!-afirmou Hidan

-Essa casa vai virar um abrigo!-afirmou a loira 

E assim essas cinco crianças ficaram lá até seus 12 anos... 


Notas Finais


poxa espero que gostem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...