História Os Segredos Por Trás Dos Olhos - Capítulo 1


Escrita por: ~

Visualizações 21
Palavras 1.084
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Dor e lagrimas


Fanfic / Fanfiction Os Segredos Por Trás Dos Olhos - Capítulo 1 - Dor e lagrimas

Acordei com a Tikki me chamando olho no relógio e vejo que estou muito atrasada, sai da cama tomei banho e coloquei a primeira roupa que vi sai de casa e fui para a casa da Alya como sempre e com uma roupa totalmente diferente das que estou acostumada. 

Alya: epá amiga que roupas são essas?  

perguntou minha amiga Alya me olhando. 

Marinette: que roupa? 

olho para mim. 

Marinette: eu não acredito que eu vim com essas roupas de dança oque que eu vou fazer. 

digo me olhando, estava usando uma calça preta de moletom um top vermelho com bolinhas pretas e meus tênis vermelhos. 

Alya: vesti isso. 

disse ela me jogando um sobe tudo. 

Marinette: valeu. 

saímos da casa dela e corremos para o ponto de ônibus, chegamos atrasadas mas por sorte a professora não avia chegado mas a turma toda estava lá ate o Adrien mas como minha felicidade dura pouco a mimadinha do papai uma loira oxigenada chamada Chloe tinha que acabar com a minha vida. 

Chloe: olha só o novo visual da Marinette, vem cá não tinha nada melhor na lata de lixo não?. 

nem respondi não vale a pena, logo a professora entra e começa a dar aula normalmente ate que. 

_ todos os alunos deverão recuar a escola imediatamente. 

disse o direto pelo telão da sala. Todos sairão da escola e quando estávamos saindo escutamos um som alto de alguma coisa estourando, olho para baixo e vejo uma garota de cabelos soltos e negros usando uma macacão preto com branco e bem no meio um desenho de disco quebrado com uma clave de sol com uma mascara e fones de ouvido. 

Akuma: eu sou Miss music e eu quero aquele que me humilhou ontem a noite. 

disse ela com muita raiva. 

Miss music: onde esta o NINO!?. 

saio correndo ate o banheiro das meninas e chamei a Tikki que saiu de dentro do bolso do sobre tudo. 

Marinette: TIKKI TRANSFORMAR!. 

saio do banheiro e vou ate a área onde ela estava. Miss Music começou a jogar discos para todos os lados e não parava de mexe a cabeça como se estivesse escutando uma musica muito alta, desvio de seus ataques e quebro alguns dos discos com o meu ioiô ate que finalmente Chat Noir aparece pra me ajudar. 

Chat Noir: ola My lady.  

ele diz e tenta beijar a minha mão  

Ladybug:  agora não é hora Cha Noir 

digo puxando a minha mão de volta, já estávamos a 10 minutos lutando com ela e os discos parecia nunca acabar das mãos dela ate que eu vi um ponto de onde podia esta o akuma. 

Ladybug: CHAT NOIR OS FONES DELA. 

Grito apontando pra cabeça dela. 

Chat Noir: DEIXA COMIGO. 

vi que o que ele ia fazer não ia dar certo então puxei o rabo dele para o meu esconderijo e sem quer o impacto de nossos corpos fez com que nus beijamos. 

Chat Noir: se você queria um beijo era só pedir. 

Diz ele com um sorriso sacana nos lábios. 

Ladybug:  não foi pra isso que eu ti puxei,foi um acidente. 

disse irritada. 

Ladybug:  agora fica quieto enquanto eu penso. 

estava olhando pra todos os lado ate que eu vi um lustre que se parece com uma gaiola pendurada no centro do salão só que ela não estava debaixo dele. 

Ladybug: chat tá vendo aquele cabo? eu quero que você o corte  mas primeiro preciso de uma distração. 

tentei pensar rápido mas vou ter que usar. 

Ladybug: TALISMÃ. 

gritei e apareceu uma raquete de tênis. 

Ladybug: perfeito. 

Chat Noir: vai chamar ela pra joga uma partida. 

Ladybug: não seu bobo,só preciso de plano 

olho para todos os lados e vejo uma lata de tinta e uma tábua que se eu conseguisse asserta cairia na lata e cairia na cabeça dela. 

pro curei uma bola ou pedra mas resolvi usa o meu ioiô mesmo, coloquei o anel no dedo e rebati o ioiô que foi direto na tábua que bateu na lata e caio na cabeça da Miss Music despejando a tinta, desorientada ela acabou ficando debaixo do lustre dei o sinal para o Chat que usou o cataclysmo na corta que caio em cima dela a deixando presa pego os seus fones e os parto no meio logo o akuma sai e eu o purifico. 

Ladybug: Tchau borboleta,miraculosos labybug. 

tudo voltou ao normal ate a garota que se parece com a Juleicka com algumas diferenças na cor de pele e da mecha do cabelo, Entrei no banhe e vi que a Alya estava a minha espera com um saco de biscoitos para a Tikki. 

Alya: e então pegadora gostou do beijo?. 

disse ela rindo. 

Marinette: Alya não tem graça, foi apenas um acidente. 

Saímos do banheiro e Tikki se escondeu no sobretudo e começou a comer os seus biscoitos, bem vocês devem esta se perguntando quando foi que a Alya soube que eu sou a Ladybug bem isso ja vai fazer uns 6 meses, eu avia acabado com um akuma que estava me dando muito trabalho, eu estava cansada me escondi em um beco e me transformei em Marinette e quando eu ia embora vi que eu não era a única no beco, a Alya avia me visto me destransformar e gravou tudo mas ela fez o juramento de nunca revela a minha identidade para ninguém. 

Dês desse dia a Alya me ajuda no quesito Ladybug durastes as aulas. Logo após as aulas o recreio chegou e quando eu estava arrumando as coisas o meu celular tocou e vi que era o número de uma das pessoas que eu mais amo no mundo. 

Ligação on 

EU: olha que é vivo sempre aparece. 

XX: para de brincadeira Tentōchū (joaninha em japonês), só liguei pra avisar que já estamos em casa e que amanhã já podemos nos mudar para o nosso apartamentos. 

EU: finalmente ti vejo em casa. 

Ligação off 

Sai da sala e vi todos arredor do Adrien e da Chloé fiquei curiosa e fui ver o que era, o Adrien parecia triste com alguma coisa e o que me deixou boiando foi o fato dele esta ABRAÇANDO A CINTURA DA CHLOÉ nesse momento meu mundo desabou a Alya veio até mim e me tirou do meio de tudo, voltei para a sala e fui para a enfermaria com a desculpa de esta com um mau estar e foi liberada mais sedo com o meu coração doendo muito mas eu tentei ser forte para que eu não fosse akunatizada. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...