História Os Sete Pecados Capitais - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Pristin
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Eunwoo, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Kai, Kyla, Kyungwon, Lisa, Mingyeong, Nayoung, Pinky, Rap Monster, Rosé, Siyeon, Suga, Sungyeon, V, Yebin, Yewon
Tags Blackpink, Bts, Chaelisa, Chanbaek, Exo, Hopekook, Hopemin, Jensoo, Jikook, Jiseok, Kaisoo, Kookmin, Kookseok, Namjin, Pristin, Sete Pecados Capitais, Taegi, Taeseok, V-hope, Vkook, Vmin, Yoonkook, Yoonmin, Yoonseok
Visualizações 111
Palavras 1.711
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Harem, Lemon, Luta, Misticismo, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Slash, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei amores <3

Desculpa a demora, tô toda enrolada por que vou viajar e não sei nem mais o que tá acontecendo ;-;

Byez

Capítulo 8 - Capítulo VIII - Conflitos



[Bem vindo (a) ao Inferno]


[Capítulo VIII - Conflitos]


[O começo de algo que pode ser o fim]


Jin estava em desespero, e o pior, não era nem o chocolate que tinha acabado dessa vez.

A porta da mansão quase vai à baixo.

- Yoongi! Jimin, Taehyung, Jungkook e Hoseok, venham aqui nesse instante. - E ninguém seria louco de desobedecer o tom autoritário do Kim mais velho.

Todos os outros pecados se reuniram na sala, ao olhar de Jin, que logo se focou no Jung.

- Jung Hoseok, seu ridículo, o que você fez?

- E-eu?

- Claro que é você, criatura! Sabe que merdas você desencadeou aqui?!

- P-por que... Mas o que foi que eu fiz?!

- Você está andando com os Dez Mandamentos!

- E como você sabe disso?

- Ahn... - Jimin tentou se pronunciar, mas parou ao ver o olhar raramente irritado de Hoseok sobre si. - Foi tudo culpa do Taehyung.

- O que?! Park Jimin, você tá morto!

- Mas foi você que viu ele andando com as duas! 

- Mas você e o Jungkook também viram!

- Você viu primeiro! 

- Você viu segundo! 

- Puta que pariu, calem a boca os dois! Foda-se quem viu primeiro, quem viu depois! O ponto é, o Príncipe está irritado. 

- O-o que?

- E vocês sabem, ninguém irrita Do Kyungsoo.

- O que vai acontecer com a gente? Taehyung perguntou, passando a mão sobre os fios meio azulados.

Jin engoliu em seco. Mal sinal.

- Ele mandou o Kai atrás da gente.

- Taehyung's voadores, por que?! - Jimin se ajoelhou no chão, quase chorando pelo desespero.

 - Quem é Kai? - Yoongi era o único que parecia não se importar com a situação. 

- Kai, ou Kim Jongin, é simplesmente um devorador de almas. Em palavras mais simples, nós vamos morrer.

- Mas já estamos mortos.

- Então você deve imaginar o quanto deve ser doloroso morrer de novo. 

- E o que fazemos? - O Kim mais velho pareceu pensar. 

- Vamos fugir.

- Tá louco, Jin? Pra onde a gente ia fugir?

- Pra um lugar onde não podemos ser encontrados. - Todos se calaram. 

- Eu sei! - Hoseok gritou. - Vamos para o Céu. - E os outros seis garotos riram. - Nossa, vai nessa mesmo. Alguém tem alguma ideia melhor? - E pararam de rir na hora. - Foi o que eu pensei.

- Como pretende nos levar pro Céu, Hoseok? - Yoongi perguntou.

- Simples. Somos pecados. Se nos desfizermos dos nossos pecados, podemos ir para o Céu. Entendem? - Todos concordaram.

Não tinha outra opção. 

- Por onde começamos? 

- Pensando. Jimin precisa parar de ter inveja das pessoas, Taehyung precisa parar de querer as coisas, Jin precisa controlar sua gula, Namjoon precisa dar uma parada na luxúria, Yoongi precisa fazer algo da vida dele, Jungkook, deixar de ser orgulhoso, e eu... Controlar minha raiva.

- O pior é que faz sentido. - Jimin só podia concordar.

- Eu sei.

- Ok, é nossa única escolha. Pra onde vamos?

- Para a Terra. Melhoramos como pessoas por lá e fugimos do Kai. É simples. 

- Falar é simples. Fugir é cansativo. 

- Yoongi, se quiser melhorar, vai ter que parar de pensar assim.

- Aish... Ok, vamos pra Terra, então? 

- Vamos. Mas temos que ir agora. Tipo, agora mesmo.

- Esperem. - Os sete garotos se viraram ao mesmo tempo ao ver ali, parada Chaeyoung, a Guerra em carne, ossos e escuridão. Claro, era uma pessoa para se ter tanto medo quanto respeito. 

- Olá, Rosé

- Seokjin, Pecados... Eu fiquei sabendo sobre o que aconteceu, e... Vocês precisam saber de uma coisa.

- O-o que?

- A Guerra anda lado a lado com as profecias, e o que quer que seja que estão tramando, preciso alertar: vai causar estragos. E ruins, especialmente na humanidade. - Mas eles já sabiam disso. O problema, é que, como os bons pecadores que eram, foran egoístas e saíram mesmo assim.

Bem, deviam ter escutado a Guerra.

Mas claro, nada tão imediato.

Porém, ter os Sete Pecados Capitais juntos e nos mesmos lugares, não era aconselhável. 

- Precisamos nos separar, ou vai ser demais para os humanos. - Seokjin já analisava o local, era uma rua meio deserta, então naquele momento específico, não havia perigo.

- Jin está certo. Então, quem vai com quem?

- Eu vou com Namjoon, Jimin e Taehyung vão com Jungkook, Hoseok vai com Yoongi. - Todos concordaram com o Kim mais velho, até por que, ninguém tinha ideia melhor de qualquer jeito.

E com isso, foi cada um para um lado.


[O começo do fim da Ira e da Preguiça]


E Hoseok tinha que puxar Yoongi pelas ruas, até que puderam parar em um lugar qualquer.

- Você me fez correr.

- Correr já é um bom começo. 

- Cala a boca. 

- Então, pra onde vamos?

- Sei lá.

- Como você é útil...

- Se não gostou, me larga aqui, ué.

- Eu não vou... Só te deixar aqui. 

- Por?

- Por que, se você esqueceu, ainda somos amigos, Yoongi.

- Amigos? Ah, tá... Nem lembro como é ser amigo de alguém. 

- Sério? 

- Sério. 

- Nossa... Vem aqui, Yoongi. 

- Pra que?

- Se vamos mesmo tentar ir pra porcaria do Céu, você precisa pelo menos ser mais... Animado. Então vamos fazer alguma coisa.

- Tipo?

- Sei lá. Andar?

- É com isso que está preocupado? O Kai, o monstro do Inferno, tá literalmente correndo atrás da gente. E...

- E? - O Min se calou, e sua pele ficou ainda mais pálida. - E ele tá bem atrás da gente, não tá?

- Tá.

- A gente corre agora ou no três? 

- Agora! - E os dois Pecados correram. Yoongi correu como nunca havia corrido, e ainda podia correr mais, se não fosse por Hoseok tê-lo puxado para dentro de um hotel.

Os dois respiravam falho, e não conseguiam falar, apenas se encaravam. Estavam aliviados. 

Mas talvez fosse muito cedo para ficar aliviado.

Alguém estava quase derrubando a porta, e tanto Yoongi quanto Hoseok gritavam.

Eles apenas correram de novo, e acabaram chegando no telhado do prédio. Havia mais gente lá, e logo Hoseok notou que aquilo estava prestes a ficar perigoso.

- Precisamos tirar as pessoas daqui.

- Por que? É perfeito! Ele se destrai com as pessoas e nós fugimos.

- Yoongi, você é idiota?! O ponto aqui é ir pro Céu! Sacrificar todas essas pessoas pra se salvar, parece certo?!

- É o óbvio a se fazer! 

- Não! Agora entendo perfeitamente por que você foi pro Inferno. 

- Você também foi.

- Mas...

- Não tem mas. Você também foi.

- E agora precisamos sair de lá, ok? Então me ajuda a salvar essas pessoas e despistar o Kai.

- Tá. Eu tenho uma ideia. - A ideia de Yoongi não era fácil, e até Hoseok a considerou meio estranha, mas teve que concordar por falta de opção. 

Quando Hoseok conseguiu tirar todos os civis do telhado, Yoongi se viu de frente com a Besta.

- E aí, Kai? Ah, desculpa, esqueço que você não fala. - O garoto de cabelos negros apenas continuou o encarando. - Então... Estamos em uma situação delicada aqui, não é? Que tal... - E logo Yoongi foi atingido pelo garoto, que era rápido demais na visão do Min.

E Hoseok só podia observar. 

- Ai, ok, parece que você não quer conversar. Então vamos lutar, ok? - A Besta o encarou confuso. - Ou você achou que eu ia só deixar você me levar? É, normalmente, era o que eu faria. Não é o caso. - Foi atingido mais uma vez.

Tudo o que Yoongi precisava era tempo. Uma brecha pra que Kai estivesse na ponta do prédio, e o resto era com Hoseok.

- Calma aí, cara, isso dói... - E foi atingido outra vez. Não era saudável pra ninguém ser atingido pela Besta do Inferno, especialmente mais de uma vez. 

E então, ele estava lá. Na ponta. Yoongi riu. E Hoseok entendeu o sinal.

Saindo de onde estava, o Jung empurrou a Besta com uma força digna da própria Ira. 

E eles estavam à salvo.

Yoongi se jogou no chão. 

- Acho que eu nunca fiquei tão cansado na minha vida.

- Deixa de ser idiota, Yoongi, você foi incrível! 

- Ah, fui, é?

- Foi! E o melhor foi que deu certo! - O Jung pulava feliz pelo teto e o Min ria. Estava feliz, apesar de quase ter morrido.

Ao que parecia, estava se lembrando o que era ter um amigo mais uma vez.


[O começo do fim da Ganância, da Inveja e do Orgulho]


Taehyung não queria aquilo. Ficar ao lado de Jimin o irritava profundamente, especialmente se tinha Jungkook no meio.

Queria a atenção do Orgulho, mas Jimin também queria.

- Kook, o que você acha que devemos fazer?

- Taehyung, é a quarta vez que você pergunta isso, deixa o garoto pensar!

- Querem calar a boca?! Não suporto vocês, que merda, vamos só ficar em um hotel qualquer e pronto, caralho.

- Hotel qualquer? - O Park os parou. - Você acha que eu vou aceitar ficar em um hotel qualquer?! Jeon Jungkook!

- Tá, um hotel de luxo, que seja. Vamos. - Os três garotos não demoraram para chegar em um dos hotéis mais caros de Seoul. - Com licença. - O Orgulho se aproximou da atendente com seu melhor sorriso, e a garota não demorou a cair de amores pelo Jeon. - Podemos passar, querida?

- C-claro... Por favor, passem. - A mulher deu para o Jeon um cartão para um dos melhores quartos do hotel.

Os três Pecados foram até o último andar, a cobertura com piscina.

Taehyung e Jimin ficaram mais do que felizes.

- Esse lugar é gigante!

- Eu quero morar aqui!

- Infelizmente não podemos ficar aqui pra sempre.

- Né? Tae, vamos na piscina?

- Só se for agora! - Às vezes é difícil saber se eles são inimigos ou melhores amigos.

E o Jeon ficou no quarto.

- Ei, Jiminnie, eu tive uma ideia.

- O que? - Os dois já se encontravam na piscina, e pela cara de Taehyung, aquela ideia ou era ótima ou era terrível. 

- Sabe, eu e você certamente temos esse... Interesse pelo Jungkook.

- Tá... Mas eu não sei dividir, lembrando.

- E quem disse que a gente vai dividir? 

- Onde você quer chegar?

- Na cama. Com os dois. - E Jimin riu. Riu, mas logo se calou.

- Espera.

- É sério. O que acha?

- Hm... Podemos tentar. A barreira é o Jungkook.

- Ele é orgulhoso, não vai recusar.

- E o que estamos esperando mesmo?


[Volte sempre! O Príncipe Regente do Inferno agradece sua presença!]


  
  


Notas Finais


Gente, desculpa qualquer erro, vou ficar meio sem tempo a partir de domingo, e depois, eu vou ter provas e mais provas e talvez demore mais um pouco pro próximo cap ;-;

Mas amo vocês, ok?

Byez


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...