História Os Sete Pecados Capitais - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Pristin
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Eunwoo, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Kai, Kyla, Kyungwon, Lisa, Mingyeong, Nayoung, Pinky, Rap Monster, Rosé, Siyeon, Suga, Sungyeon, V, Yebin, Yewon
Tags Blackpink, Bts, Chaelisa, Chanbaek, Exo, Hopekook, Hopemin, Jensoo, Jikook, Jiseok, Kaisoo, Kookmin, Kookseok, Namjin, Pristin, Sete Pecados Capitais, Taegi, Taeseok, V-hope, Vkook, Vmin, Yoonkook, Yoonmin, Yoonseok
Visualizações 76
Palavras 834
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Harem, Lemon, Luta, Misticismo, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Slash, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu tive uma ideia iluminadora de fazer uma versão das séries Percy Jackson com varios grupos diferentes, talvez um girl group como principal... Se tiver algum fã de Percy Jackson, se pronuncie, vou amar saber se gostou da ideia.

Enfim, alguém vai querer lemon Vminkook no próximo cap? Hein?

E a amizade Yoonseok, devia ficar só amizade ou não?

Muitas perguntas, mas sei que todo mundo que tá aqui quer ler, então vamos parar de enrolar, byez.

Capítulo 9 - Capítulo IX - E suas resoluções



[Bem vindo (a) ao Inferno]


[Capítulo IX - E suas resoluções]


[Problemas da Gula e da Luxúria]


 Jin suspirou mais uma vez naquela tarde. Namjoon estava demorando demais e ele estava com fome.

Com fome, e logo depois, irritado. Irritado, pois  seu namorado chegou com apenas dois hambúrgueres. 

- Quer que eu morra de fome, Namjoon?

- Já esqueceu do que o Hoseok falou? Precisa parar de comer.

- Você também. Parar de comer pessoas.

- Você me faz sentir como se eu fosse um canibal.

- É quase isso, as marcas pelo meu corpo que o digam. - O Kim mais velho suspirou. - Eu vou ficar com fome mais tarde.

- A Lisa deveria ter vindo junto.

- Vira essa boca pra lá, Kim Namjoon.

- Só falando.

- E eu não devia ter vindo com você. 

- Credo, parece até que me odeia.

- Nammie... Posso fazer uma pergunta estranha?

- Aham.

- Somos seres do Imferno, Pecados, impuros, mas... Acha que somos capazes de amar? - A pergunta pegou o mais novo de surpresa, e Namjoon quase se engasgou com sua comida.

- Como você quer que eu me controle com você me fazendo uma pergunta dessas?

- Só me responde, seu...

- Acho. Por que eu amo você. - E foi a vez de Jin engasgar com a comida.

- Eu... Te amo também. 

- Isso já não nos faz quase prontos pra ir pro Céu?

- Não estamos nem perto.

- Sua sinceridade me assusta, Seokjin.

- Eu sei. Mas olha, pelo menos eu fui sincero quando disse que eu te amo.

- Se você não quiser que eu acabe com nosso plano, chega dessa conversa.

- Você é impossível. 

- E você é lindo.

- Eu sei. - Os dois Kim's terminaram de comer em silêncio, e Jin disse que deveriam ir descansar.

Os dois pecados pararam em uma rodovia, e Namjoon encarou o namorado, confuso. 

- O que estamos fazendo aqui?

- Vamos visitar alguns amigos meus.

- Amigos?

- Olha, a Luxúria é ciumenta, essa é nova.

- Claro que sou, Jin... Você é gostoso demais pra ficar dando sopa.

- Eu vou te mandar de volta pro Inferno, seu louco.

- Louco, por você, e faço qualquer loucura pra provar. - O mais velho ergueu uma sobrancelha. 

- Grite que me ama.

- O que?

- Você faria qualquer loucura pra provar, grite que me ama. - O Kim mais novo suspirou e de virou para a estrada cheia de carros, e gritou para qur todos ouvissem que ele amava Kim Seokjin, e com certeza, para a Luxúria, se comprometer com apenas uma pessoa era um avanço e tanto.
  

[Problemas da Preguiça e da Ira]


Yoongi estava confuso. Hoseok dormia sobre suas coxas, ainda naquele mesmo telhado. Sabiam que Kai era uma besta imortal, e que era questão de tempo até voltar, mas precisavam descansar e até o Jung concordou com o argumento do Min. Mas havia algo em Hoseok que fazia seu coração preguiçoso se aquecer e bater mais rápido. 

Sabia que não estava apaixonado pelo amigo, já havia se apaixonado antes, era um sentimento diferente, era um sentimento ruim. 

- Vá embora, Yoongi, só vá embora!


Não, ele não queria lembrar. Não agora. Não queria desabar.

Só queria fugir dali, de preferência, com Hoseok.

Era muita confusão pra pouco Yoongi.

O sol se escondia atrás dos prédios, assim como toda a disposição de Yoongi.

- Seok. Acorda, o preguiçoso aqui sou eu, merda.

- Hm... Você é tão chato...

- Eu sei.

- Chega a ser ridículo.

- Você é ridículo, Yoongi! Como quer que eu aguente isso?!

- Vamos logo, meu humor tá uma bosta.

- Eu notei. - O Min se levantou junto ao Jung, e os dois entraram no elevador. - Então...

- Então nunca mais pense em me procurar, Min!

- Cale a boca!

- N-nossa, mas eu nem falei nada ainda...

- Desculpa, Hoseok, não era com você.

- Está vendo coisas, agora? 

- Não, é só uma lembrança me incomodando.

- Entendo...

- Eu não entendo como alguém pode descer ao seu nível.

Foi a gota d'água. Yoongi desabou ali mesmo, com um Hoseok desesperado o abraçando e perguntando se ele estava bem.

E então, uma dor começou a atingi-lo perto do abdômen, uma dor horrível que ele sequer aguentava.

O corpo pequeno do Min se contorcia no elevador, o execesso de sua força fez a máquina parar, e o Jung não sabia o que fazer além de tentar encontrar a fonte da dor do amigo.

No local onde Yoongi havia sido atingido por Kai, uma manhã vermelha se alastrava pela pele.

Era como se fosse veneno, e estava de espalhando pelo corpo do Min.

E mais rápida do que veio, a dor parou, e Yoongi precisou recuperar o fôlego, haviam algumas lágrimas nos cantos de seus olhos e ele não conseguia respirar.

- Yoongi? Yoongi!

- Yoongi! Está me ouvindo?! Eu não quero olhar ma sua cara, sai da porra da minha casa! Eu tenho certeza que posso achar alguém bem melhor que você.

- Yoongi... Ei, vai ficar tudo bem. - Hoseok o abraçou, sentindo os braços finos do Min o abraçarem de volta.

Faria de tudo para que o amigo ficasse bem, mas estava preocupado. 


[Volte sempre! O Príncipe Regente do Inferno agradece sua presença!]



Notas Finais


Tô bolada hoje, então, byez


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...