História Overdose (Markson Version) - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Fluffy, Madison, Romance, Yugbam
Visualizações 117
Palavras 1.089
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - Dodici


Mark On

Acordei sentindo braços ao meu redor e sorri, me virei e encarei Jackson dormindo serenamente, acariciei seu rosto e ele sorriu fraco.

-Bom dia baby... -Ele me deu um selinho.

-Bom dia, dormiu bem?

-Como não dormir bem ao lado de um anjo como você?

-Para, isso me deixa com vergonha.

-Sabe, eu pensei muito ontem, acho que temos que contar aos meninos, não me sinto bem mentindo para eles.

-Eu também não me sinto mas nós não estamos... -Parei a frase, eu tinha medo de não ser isso o que ele quer, Jackson não tocava em assunto de namoro comigo, ele não dizia nada mesmo depois de duas semanas juntos.

-Eu sei que você quer e eu também, não disse nada por causa do medo de você não me querer desse jeito.

-Não tem como. -Peguei sua mão e pus em cima do meu coração. -Toda vez que estou perto de você isso acontece, eu não consigo controlar, não tenho mais domínio sobre meu próprio coração, por que ele é seu. 

-Ah, Mark. -Ele me beijou, suave, doce e cheio de sentimentos é como eu posso descrever, puxei seu corpo para cima de mim, eu gostava da sensação de ter seu corpo sobre o meu, me aquecendo, me amando.

-Jacks... ops... -Jae arregalou os olhos e eu empurrei Jackson de cima de mim no susto. -Desculpa eu...

-Tudo bem, aconteceu alguma coisa?

-Ah sim, você e alguns dos meninos tem um programa de variedades hoje se lembra?

-Sim, eu vou me arrumar. -Ele correu para o banheiro e Sehun me olhou interrogativo.

-Eu sei o que está acontecendo entre vocês, acho que todos percebemos e esperamos quando puderem nos dizer, não se preocupe.

-Obrigado. -Ele saiu do quarto e eu continuei deitado pensando no que fazer. Jackson saiu do banheiro com o cabelo molhado e sem camisa.

-Eu queria passar o dia com você, me desculpe...

-Não tem problema, eu sei que você o faria se pudesse, mas os managers te matariam se faltasse, eu não vou ficar nenhum solitário. -Falei e o abraçei mesmo sem camisa. -Você está quentinho...

-Você parece um bebê desse jeito todo fofo.

-I-isso te incomoda?

-Claro que não, eu gosto de saber que tenho alguém para mimar. -Jackson beijou minha cabeça e eu me encolhi contra ele apertando meus braços ao seu redor.

-Eu amo você.

-E-eu também. -Era a primeira vez que ele dizia que me amava, quer dizer, ele sempre dizia mas como amigo, não dessa maneira e com todo esse sentimento novo. -Amo muito mais do que eu poderia imaginar.

-Quem diria não é? Logo eu que vivia te perturbando e apanhando desses seus socos e tapas fortes, nunca imaginaria acabar com uma corujinha pequena.

-YA! Eu ainda posso te bater, não pense que se livrou disso só por que estamos nos gostando.

-Amando Mark...

-S-sim.

-Amo quando você fica todo tímido, mas agora eu realmente tenho que ir...fique bem amor. -Ele levantou meu queixo e selou nossos lábios, depois saiu do quarto. Eu me sentia nas nuvens, troquei de roupa e saí do quarto, quando cheguei na cozinha encontrei Jinyoung lendo um livro e sorri.

-Bom dia.

-Bom dia hyung. Jae me contou o que viu, eu já esperava por isso. -Corei de vergonha.

-Ele é um fofoqueiro.

-Ya! Não fale isso de mim, é só que ninguém consegue esconder as coisas dele.

-Isso é verdade.

-Então, o quê é exatamente? -Jinyoung questionou.

-Eu não tenho certeza sobre isso, quer dizer, sei sobre meus sentimentos, mas não definimos isso, estamos indo com calma, estamos experimentando novas coisas e tem pouco tempo demais que terminamos relacionamentos de anos.

-Vocês por acaso estão preocupados com o que Yugyeom e Bambam vão pensar?

-Não, confesso que nem mesmo tenho pensado neles.

-Isso é bom. Jackson é uma boa pessoa e vocês dois se merecem vendo assim, mesmo sendo um tanto opostos. -Jinyoung disse e eu sorri ao perceber que estávamos sendo bem aceitos e não julgados.

-Temos que ver um dorama agora, eu achei um interessante, podemos ver? -Jae perguntou e eu ri assentindo. -Ele lançou a pouco tempo e todo mundo falou dele.

-Qual? Eu estou meio desligado para doramas no momento. -Jin disse, mas na verdade, ele era desligado sempre.

-Descendentes do Sol. -Fomos para a sala e Jae colocou o vídeo. Enquanto isso Jin fazia pipocas e eu peguei os refrigerantes, nos jogamos na sala e finalmente começou, e já ficou interessante logo no começo.

***

Já estávamos assistindo à horas e mesmo assim não nos importamos porque era muito bom. Nunca vi os dois tão concentrados com doramas já que nenhum deles era tão fã assim.

-QUE HOMEM GOSTOSO. -Jin gritou do nada e eu gargalhei.

-Realmente, olha... -Jae concordou e eu assenti. -Eu quero um desses de aniversário alguém compra pra mim?

-E o Bummie? -Perguntei e ele nem sequer me olhou para responder.

-Quem? -Jae parecia em transe, mas também, quem fica em sã consciência com um homem desses, de farda e ainda por cima honesto como ele?

-Poderíamos conhecer ele né? Como quem não quer nada, somos famosos, podemos fingir que apenas esbarramos com um ator, e sei lá, elogiar o trabalho dele. -Jin arquitetou e concordamos com seu plano.

-QUE HOMEM LINDO, OLHA ESSE CORPO, ALGUÉM ME SOCORRE. -Jae gritou e eu não aguentei gargalhando.

-Ele é muito lindo.

-Bom saber que é isso o que fazem quando saímos. -Escutamos a voz de Jaebum e eu paralisei junto com os outros dois, senti meu coração chegar na boca e nem tive coragem de me virar. -Quer dizer que vocês ficam babando em atores?

-N-não é nada d-disso Bummie... -Jae disse gaguejando.

-Vamos ter uma boa conversinha Choi Youngjae. -Jaebum disse e eu me virei, eles estavam de braços cruzados e meu olhar parou sobre Jackson que tinha o rosto sério, eu estava mesmo muito ferrado.

-Vamos para o quarto Mark. -Jackson disse frio e eu me levantei, fui me arrastando, eu sabia que ele podia ser assustador quando está com raiva, tudo o que eu não queria era que sentisse raiva de mim, senti lágrimas surgirem quando entrei no quarto.

-Jackson eu...

-Você não era assim.

-M-me desculpe, por favor não briga comigo eu... -Ele me abraçou e eu me encolhi contra seu corpo, só queria ele comigo.

-Não vou brigar, não é anormal achar homens bonitos, eu não brigaria por isso, só acho que vou te manter longe dos dongsaengs para eles não desvirtuarem o meu bebê.

-Eu achei que você...

-Eu te amo lembra? Sou seu namorado. -Arregalei os olhos. -Sei que eu não pedi, mas sabe...eu não pedi para dar o primeiro beijo, dormir junto, com a gente tem acontecido tudo suavemente, com carinho que eu não acho que precisamos de um pedido para isso certo?

-S-sim.

-Você é meu e eu sou seu namorado. 

-Namorado, isso soa bem.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...