História Pacto de Amor e Sangue - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anjos, Demonios, Drama, Lemon, Romance, Yaoi
Visualizações 13
Palavras 436
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Fantasia, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oiii Anjos. Aqui estou eu com mais um capítulo. Espero que gostem.
Bjs fuiz

Capítulo 15 - Até amanhã?


Fanfic / Fanfiction Pacto de Amor e Sangue - Capítulo 15 - Até amanhã?

...




Aquilo tinha sido um sonho? Não, não era um sonho. Foi real, ele estava assustado mas acima de tudo curioso e intrigado. Ele manteve seus olhos fechados mesmo já estando consciênte. Como uma criança com medo de ver o bicho papão ao acordar. Mas Erick já havia notado a mudança de sua respiração a aura de medo no ar. 

- Sabe maluquinho...- tinha inventado esse apelido depois de saber a reação dele para descobrir oque era.-...o universo é um lugar grande, cheio de mistérios...- diz se aproximando da cama onde ele deitava ainda se fingindo de adormecido, com o seu típico sorriso sínico, sentindo o medo e a insegurança aumentar.- ... há várias coisas diferentes da que você está acostumado a ver no seu limitado mundinho. Coisas aterrorizantes. Aqui nessa escola por exemplo, vão ter pessoas que podem te atrair apenas pra te usar...- diz enfim perto de sua cama. Erick ergue o rosto de Lucca até que fique a milímetros do seu, sentindo-o tremer de medo enquanto o cheiro o deixa inebriado. Com a susto do ato o pequeno abre os olhos rápido revelando suas íris azuis. Naquele momento ficou estático... Era o garoto do gato, seu medo se misturou com sua vergonha e talvez um pouco de luxúria. Erick podia sentir seu corpo se arrepiar, estava excitado. Ele toca a ponta do nariz na bochecha do menor tentando sugar o máximo daquele sabor, seu nariz seguia devagar até o pescoço de Lucca.- ...Mas tudo bem, não se preocupe, eu não vou deixar que te usem. Você vai ser apenas meu. Só eu posso te usar. Pensa bem, não é um acordo tão ruim. Você faz tudo que eu quero e eu te protejo de tudo.- a voz rouca, o alito quente em seu pescoço, os convites com segundas intenções obsenas, tudo aquilo fazia o corpo de Lucca tremer, não só de medo, era algo mais. Erick sabia o que, ele sentia a luxúria. Ele voltava a encarar o pequeno nos olhos, seus olhos vermelhos como sangue eram sedutores e assustador.- ... Tudo que você precisa é ser meu... - se afasta soltando o garoto, pela primeira vez em tempos estava quase perdendo o controle.-... Bom, não é como se você tivesse outra escolha.- completa por fim indo em direção a saída. Mas antes de tocar a porta lembra que tinha um recado pra dar. - Ah é quase me esqueço, a velhota disse que não tem problema você não saber nada sobre sua espécie, apartir de amanhã você vai aprender.

E ele se foi, deixando pra trás um garoto confuso, assustado e excitado.

"Até amanhã?"- pensou.


Notas Finais


Então oque acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...