História Palavra Única - One Shot - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 5
Palavras 599
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Poesias

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Capítulo Único - Palavra Única


Fanfic / Fanfiction Palavra Única - One Shot - Capítulo 1 - Capítulo Único - Palavra Única

Palavra Única

~Feito Por: Alpha01032000


Era de fato uma tarde iluminada, tinha feito quase tudo o que queria, faltava apenas uma única coisa, que não poderia escapar.

Ela teria que dizer de sua doença terminal, seu tumor no cérebro já estava avançado, de uma forma irreversível. Seu noivo tinha que saber sobre seu quadro médico, porém a coragem para dizer-lhe isso não vinha, e sempre que arrumava certa coragem, ela sumia, como fumaça ao vento, até tomava seus medicamentos para ao menos retardar a doença terminal, tinha acabado de sair do médico, o mesmo disse que tinha uma expectativa de talvez apenas 3 meses, estava decidida! Hoje iria contar e acabar com este seu próprio sofrimento, seu noivo deveria saber, não poderia ser egoísta e só contar quando estivesse nas últimas, ou que ele descobrisse por terceiros, e até por si próprio.

Desta vez, era por questão de honra, iria até sua casa e o esperaria voltar do trabalho, contaria cada pedaço dessa maldita história que descobriu a poucos meses, andou a passos largos para sua casa, e teve uma pontada forte na cabeça, vindo em conjunto com uma tontura, felizmente chegou bem em seu lar, destrancou a fechadura e adentrou sem problemas. Sentou no sofá cansada por fazer esforço, que não deveria fazer aliás, só o fazia por conta do fingimento que hoje iria acabar.

Verificava o relógio, que estava perto das 18:32, em poucos minutos ele chegava, tinha de reunir toda coragem necessária, passam mais alguns minutos de maneira exageradamente rápida. Ele entrou, e quando viu aquele sorriso feliz por vê-lá faltou a coragem que logo reuniu.

- Amor, tenho algo sério para te falar - suas pernas tremiam de nervosismo, as mãos suavam e em seu colo tinha seu protocolo medicinal.

- O que foi, meu bem? Algo aconteceu a ti, meu anjo? - seu tom era de preocupação, sentou do lado de sua noiva e a abraçou.

Quando seu nervosismo passou um pouco, não tardou a contar.

- E-estou com um tumor irreversível no cérebro - começou a chorar, ele fez menção para interrompe-lá, mas a mesma foi mais rápida - descobri a poucos meses, eu, eu tentava te contar, mas as palavras não vinham, desculpe fingir este tempo todo - nesta hora ha chorava forte, e uma dor de cabeça mais forte que a de mais cedo assolou seu cérebro

- Shiiii minha pequena, eu ainda estou tentando digerir tanta informação assim, é muita coisa o para minha mente, ja que é irreversível, vamos ficar aqui juntinho um do outro, passarmos seu final de vida agarradinhos - ele como sempre a acalmou com poucas palavras firmes, mesmo que estivesse chorando por dentro, iria aguentar por ela.

A mesma meneou um sim com a cabeça, e a mesma tontura de antes se fez presente, porém mais forte, e desmaiou nos braços do amado que se desesperou, e correu para o hospital com ela. Já no local citado, a mesma foi fazer uma cirurgia de risco.

Por horas o rapaz esperou uma boa notícia, até que veio o médico responsável pela garota e lhe falou algo que ficaria marcado na memória dele.

- Desculpe rapaz, mesmo fazendo de tudo, ela não sobreviveu - o médico abaixou a cabeça em respeito ao sofrimento iminente do homem a sua frente.

Caiu de joelhos no chão, e chorou até seus olhos secarem, deu socos no chão e soltou um grito de pura dor e melancolia, o amor de sua vida tinha falecido.

" - As vezes, contamos coisas importantes de forma tardia, e quando menos esperamos o pior ocorre, mesmo tendo nossos motivos, temos que contar a notícia ruim, assim como contamos a boa."



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...