História Para Sempre e o Infinito - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Originais
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts
Visualizações 4
Palavras 1.354
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Hentai, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oin!
Espero que gostem
Boa leitura

Capítulo 1 - Infinity Is not Forever Like I Thought


Fanfic / Fanfiction Para Sempre e o Infinito - Capítulo 1 - Infinity Is not Forever Like I Thought


Eramos amigos desde quando eu tinha 4 anos,  fazíamos tudo juntos, quando eu tinha 6 anos e Jungkook 9 em mais uma tarde começou a chover forte, Jeon Jungkook adorava pegar no meu pé pois eu tinha medo de trovões. 

-Ah vamos lá Mia, vamos tomar banho de chuva.  

Mia, era o meu apelido que Jungkook adorava me chamar. 

-Está chovendo muito e...Ah!

Kook riu quando eu o abracei com medo. 

-Vamos logo Mia. 

Disse me carregando e me levando até a varanda e ele me pôs no chão e correu até o canteiro de flores da vizinha. 

-Jungguk!

Bufei e corri até a calçada e quando eu ia atravessar alguém me puxou. 

-Olha só se não é a Mia. 

Disse o Heron me segurando pelo braço. Heron era aquele típico popular fora da lei, ele adorava implicar comigo. 

-O que você quer?

Perguntei grossa. 

-Calma gatinha, não precisar arranhar. 

Ele disse rindo. 

-Não toque nela!

Disse o Jungkook que surgiu de trás de mim e puxou o meu braço da mão do Heron. 

-Estava demorando para você chegar Jungkook. 

Disse o Herongenteônico e o Jungkook segurou minha mão me escondendo atrás de suas costas. 

-Não chegue perto dela. 

Jungkook disse firme, e eu fiquei com um pouco de medo, a chuva diminuiu e eu puxei o Jungkook para nós entrarmos mas ele não correspondeu ao meu sinal. 

-Por que eu obedeceria?

Desafiou. 

-Vai se arrepender se chegar perto dela ou tocar nela. 

Heron riu e me olhou. 

-Até mais gatinha. 

Disse Heron indo embora. Eu puxei Jungkook para nós entrarmos e nós entramos e nos trocamos. 

-Kook? Você sabe que ele não vai deixar barato né? 

Eu disse me sentando no sofá vendo ele jogar videogame. 

-Ele tem que aprender a ter limites...Droga!

Resmungou quando perdeu seu joguinho viciante, finalmente me olhando.  

-Não vou deixar ele tocar em você, ele é mal S/n. Você não ver maldade nas pessoas, e é por isso que eu cuido de você. 

Disse e veio até mim me abraçar. 

-Independentemente do que for continuaremos juntos até o final, para sempre e o infinito. 

Sussurrou e eu sorri. 

-De mindinho? 

Ele riu e assentiu. 

-Sim, de mindinho. 

E assim ficamos assistindo enquanto a noite chegava. 

Eramos assim até que ele começou a se afastar e depois foi embora. Depois da Lis, me lembro até hoje, eles começaram a namorar então Jungkook se afastou e não conversamos mais e tempo depois minha mãe descobriu que ele havia viajado para o exterior. 



-Tia! Tia!

Acordei com o Nayumi pulando na minha cama enquanto gritava. 

-Hm...

Me virei e olhei para o relógio, que marcava 08h30. Levantei em pulo e peguei a Nayumi e o corri pra sala vendo o Yuki deitado no sofá com um controle de videogame na mão. 

-Essa não...ele passou a noite jogando videogame né? 

Nayumi riu e assentiu. 

-Droga...

Não podia piorar, na verdade podia sim. Quando coloquei a Nayumi no chão o Jake, o cachorro que eu e o Yuki adotamos pra fazer companhia para a Nayumi, estava comendo o meu sapato e vários fios estavam soltos pelo chão. 

-Ah não, Jake o meu sapato não!

Fechei os olhos e respirei fundo. 

-Espera hoje não era o dia que vocês iam naquela empresa?

Droga...corri e arrumei a Nayumi para o colégio, Nayumi era a irmã mais nova do Yuki ela tinha 5 anos, e ela estava passando alguns dias com a gente, eu e o Yuki moramos em um apartamento. 

-Pronto, agora eu vou correr e fazer o seu café da manhã e tenta acordar o Yuki tá bom?

Ela assentiu docemente e correu pra sala e eu corri pra cozinha e fiz o café da manhã, e alguém me abraçou por trás. 

-Bom dia. 

Disse o Yuki sonolento, muito fofo mas eu ainda tinha que brigar com ele. 

-São quase nove horas Yuki! A Nayumi tá atrasada e você passou a noite toda jogando de novo. 

Eu disse saindo do abraço e ele fez um biquinho. 

-Mas quebrei meu recorde. 

Revirei os olhos e terminei o café e a Nayumi se sentou na bancada e comeu e o Yuki também. 

-Tchau tia. 

-Tchau Yu. 

Eu disse a abraçando e ela pegou a sua mochila e saiu dando pulinhos até a porta. 

-E eu? 

Perguntou o Yuki. Eu ri e o abracei e ele sorriu e saiu junto com a Nayumi, e eu fechei a porta olhando para a sala que estava uma bagunça e eu olhei para o canto do sofá e o Jake escondeu o rosto entre as patinhas me fazendo rir. 

Depois de um tempo terminei de arrumar tudo e o Yuki chegou. 

-Cheguei. 

-Agora temos que ir para a empresa lembra? 

Eu perguntei e ele fez uma expressão de preguiça. 

-Não, não, sem essa carinha, vamos. 

Nos arrumamos e o Yuki pegou a chave do carro e fomos até o estacionamento e saímos rápido em direção a empresa. Quando fomos chamados nos levaram para uma sala com um espelho enorme na parede. 

-Bom vocês teram que ensaiar aqui e os membros teram que ser ensaiados por vocês. 

Disse a secretária. 

-Beleza. 

Disse o Yuki e a secretária saiu da sala.  

-Eu vou beber uma água e depois a gente começa. 

Eu disse indo até a porta, e me dirigi até o bebedouro e peguei um copo d'água e quando eu ia voltar para a sala esbarrei em alguém. 

-Aí desculpa. 

Eu me desculpei por quase ter derramado o capo d'água nele. 

-Tudo bem. 

Ele disse com um sorriso simpático. 

-Você é nova aqui, certo?

-Eh sim. 

-Prazer eu sou Park Jimin. 

Se apresentou. 

-Prazer, S/n. 

Ele sorriu. O sorriso dele era hipnotizante. 

-Você é a nova professora de dança? 

Assenti. 

-Que legal, vamos nos ver então. 

-Que bom. 

Eu ri e ele também. 

-Agora eu tenho que ir meu parceiro deve estar me esperando. 

-Claro, até mais S/n. 

-Até Park Jimin. 

Sorrimos e eu continuei até a sala. Que homem era aquele? Um deus grego. 

-S/n você tá me ouvindo? 

Despertei dos devaneios com Yuki me chamando. 

-Eh sim, vamos treinar. 

Ensaiamos as coreografias e quando terminamos já eram 18h, Nayumi já havia ido para a casa da madrinha. 

-Vamos?

Perguntou Yuki e eu assenti. Fomos até o estacionamento e o Yuki entrou no carro. 

-Droga esqueci os papéis que a secretária nos deu. 

Eu disse e Yuki riu, corri até a sala de novo e peguei os papéis e sai da sala. 

-Mia..?

Senti um arrepio quando ouvi meu antigo apelido o qual fazia tempo que não ouvia. Olhei para trás e...sim era ele, ele estava bem ali, ele estava diferente, agora ele tinha mais músculos seu cabelo estava de uma cor diferente, mas seu olhar ainda era o mesmo...aquele olhar que tanto me fazia sentir arrepios. 

-Jungkook?

Ele se aproximou devagar e seus olhos estavam presos aos meus, queria abraça-lo mas a dor que ele me causou falava mais alto. 

-S/n?

Disse o Yuki vindo até mim, e o Jungkook olhou pra ele com um olhar não muito amigável. 

-Eh, vamos eu acabei de pegar os papéis.

Eu disse e segui o Yuki deixando o Jungkook sozinho. Quando chegamos Yuki foi para o sofá e ficou brincando com o Jake e eu fui pro quarto, eu estava confusa, depois de tanto tempo reencontrei ele...respirei fundo e fui tomar um banho e vesti uma blusa do Yuki e um short. 

-S/n, vou pedir uma pizza beleza?

-Não, nada disso! Você passa a noite acordado e se alimenta só de pizza. 

Eu disse indo para a cozinha e comecei a fazer o jantar. 

-Mas quando eu peço pra você pra me deixar repetir a sua comida você não deixa. 

Ele disse entrando na cozinha. 

-Você come dois pratos em um só e ainda pede pra repetir. 

Ele sentou na cadeira e ficou emburrado, e eu ri.  

-Não fica assim. 

Eu terminei de fazer a comida e nós logo fomos dormir. Eu pelo menos tentei, Jungkook não saia da minha cabeça. 


              Jungkook


Eu estava deitado na cama, não acreditava que seria a Mia. A minha Mia, ela estava diferente, suas curvas não saiam da minha cabeça, ela estava ainda mais bonita, mas aquele garoto eu não gostei dele, S/n parecia confiar nele. 



Notas Finais


°θ°
Obrigada por ler até aqui.
Me falem se vocês querem capítulos com trilha sonora ;-)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...