História Partunax o erro de Poseidon - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mitologia Grega
Personagens Personagens Originais
Visualizações 7
Palavras 493
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Luta

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


desculpa tanta demora para postar o capitulo acabei excluindo meu word sem querer, agora tenho que esperar para compra o cd que perdi aquela buceta

Capítulo 15 - Solsticio de verao



1 semana dentro da floresta e nada do medalhao nao sei das quantas, Zyra ze preguiça na minha cargunda dormindo como se nada estivesse acontecendo, estava ficando com os joelhos inchados, ze preguiça era muito pesada, no meio do caminho encontrei muita fruta e muitas criaturas horrendas, leoes de 2 cabeças, cobras que vooam, elefantes andando sobre duas patas e muitos outros, cada um mas facil que o outro, nao sei onde Quíron me disse que essas criaturas seriam um treinamento para mim, encontrei uma caverna cheio de encatamentos na porta, nao tinha mapa mas poderia deduzir que poderia ser a caverna do medalhao, entrei la dentro com um peso nas costas chamado Zyra, a caverna era muito escura nao estava conseguindo enxergar direito la dentro, tudo que via era o preto, acendi um foguinho em meu dedo para dar visao, quando iluminei o local vi um monte de escritas estranhas, escritas que nunca tinha vista em minha vida, paraciam japones a do nada se parecia com grego antigo quando menos esperar se parecia com coreano, muito estranho aquilo, encontrei um livro dentro da caverna quando o abri comecei a ler na hora me assustei e decidir esquecer o medalhao e correr de volta para o acampamento meio-sangue, lagrimas caiam sobre meus olhos nao sei por que, nunca havia chorado na minha vida, cresci dentro do inferno pensei que nunca iria sentir essa sensaçao, de uma lagrima caindo no meu rosto, uma sensaçao boa na pele mas ruim dentro, por que eu nao estava chorando de alegria, 1 mes e 5 dias depois de sair da caverna cheguei no acamamento-sangue, uma vizao horrivel o portao estava destruido,  nao havia mas nada ali dentro, de repente meu coraçao paro por um tempo, nao estava mas sentindo peso da Zyra nas minhas costas, minhas maos estavam tremendo, o que tinha acontecido para ela sumir do nada, nao sabia se ficava preocupado triste irritado, nao sabia mas o que fazer o que falar  nao sabia de mas nada, quando meu corpo decidiu reagir olhei para atras de mim e nao a vi, fiquei desesperado, nada disso fazia sentido, tudo estava confuso dentro da minha cabeça, nao sabia o que fazer, tudo o que queria era que tudo voltasse do jeito que estava ou seja normal, pensei naquilo que tinha lido na caverna a 1 mes atras.
"NOSSA DEMOROU PARA EU ACHAR ISSO MAS ACHEI, FOI DIFICIL MAS ESTA AQUI, PARTUNAX SO AVISANDO QUE AQUI EO ARIEL, E NO MOMENTO EM QUE VOCE CHEGOU AQUI E LEU JA APRISIONEI A TODOS NO ACAMPAMENTO MEIO-SANGUE, ONDE NAO SEI VOCE TERA QUE DESCOBRIR ANTES DO SOLSTICIO DE INVERNO"
Aquilo me deixou relamente irritado, olhei para atras para procurar Zyra e para minha surpresa Ariel estava voando segurando ela pelas pernas, naquele momento estava fervendo de raiva, pensava em mil coisas diferentes como mata-lo onde mata-lo com o que mata-lo, mas de uma coisa eu tinha certeza eu iria mata-lo.
 


Notas Finais


desculpa tanta demora para postar o capitulo acabei excluindo meu word sem querer, agora tenho que esperar para compra o cd que perdi aquela buceta mas espero que gostem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...