História Passaro de Hermes esse é meu nome - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia), Devil May Cry, Fairy Tail, Hellsing, High School DxD, Noragami, One-Punch Man, Re:Zero kara Hajimeru Isekai Seikatsu, Shingeki no Kyojin (Attack on Titan), Tokyo Ghoul
Personagens Acnologia, Akira Mado, Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gildartz, Gray Fullbuster, Happy, Juuzou Suzuya, Juvia Lockser, Ken Kaneki, Kishou Arima, Kofuku, Kureo Mado, Levy McGarden, Lucy Heartfilia, Makarov Dreyar, Mavis Vermilion, Mikasa Ackerman, Mikuni Shin, Minerva Orland, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Nosferatu Alucard, Rogue Cheney, Romeo Conbolt, Yato, Yoshimura, Yukine, Yukino Aguria, Zeref
Visualizações 49
Palavras 1.763
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Seinen, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


E ai ? Nos vemos rápido dessa vez, kkkkk como podem ver essa é a parte 1 então, será meio que a finalização do arco Tokyo Ghoul. Espero que gostem

Capítulo 6 - Invasão há Coruja parte 1


Fanfic / Fanfiction Passaro de Hermes esse é meu nome - Capítulo 6 - Invasão há Coruja parte 1

Andando pela rua ambos os dois vampiros traziam uma sensação de morte que fazia os ghouls, que estavam por perto recuarem temendo que aqueles dois seres os matassem sem mais nem menos. Alucard e Helena ambos andavam calmamente, privipalmente a garotinha que cantava uma música sinistra, o vampiro mais velho ficava imaginando a onde que a vampirinha tinha aprendido tal canção, por hora isso não importava ele pensou, andando mais um pouco ambos puderam ver o local infestado de carros e caminhões da CCG, Alucard então viu um prédio não muito grande mas relativamente alto e disse "Vamos subir aquele prédio Helena. Espero que lembre de como escalar uma parede sem as mãos'' falou o vampiro num tom divertido(Pra quem não se lembra, teve um episódio em que o Alucard correu pela parede lutando contra o cara das cartas que nem lembro o nome. Então ele tem essa habilidade) Helena apenas confirmou com a cabeça vendo o vampiro mais velho andando pela parede do prédio com as mãos no bolso como se fosse nada, Helena então repetiu os ensinamentos dessa habilidade já que ela não usou a mesma muitas vezes, e então ela pisou um pé na parede e outro e foi repetindo o processo, até ambos os vampiros estarem em cima do prédio olhando o conflito dos ghouls com a CCG, foi então que Alucard disse "Você vê Helena ? Todo esse conflito revigorante cheio de sangue e violência. Esse será nosso palco ao show em que apenas nosso Deus irá presenciar'' falou o mesmo com um sorriso gigantesco enquanto via a vampira mais nova com um sorriso doce confirmando com o que o outro vampiro disse, então Alucard continuou "Eu irei pela frente, fique aqui e use seus corvos para me dar cobertura. Irei te chamar daqui um tempo '' falou o mesmo vendo um dos investigadores ligando uma moto e com ela acelerando até uma rampa usando-a para entrar pela janela. Nesse processo o investigador aparentemente jovem matou todos os ghouls que estavam complicando para eles, Alucard sorriu e disse"Parece que eles começaram, estou indo Helena. Nos vemos depois'' falou o mesmo fazendo cafuné na garotinha que já estava deitada com seu mosquete em mãos numa posição de franco atirador, o vampiro viu que alguns corvos de sua filha estavam em lugares estratégicos o mesmo sorriu com isso e pulou do prédio que estava, para entrar no esconderijo dos ghouls fazendo assim ele entrar no local. Olhando ao redor Alucard via nada nesse corredor, foi então que o vampiro começou a andar pelo local ouvindo barulhos de explosões e até mesmo gritos, por todo o local, Alucard estava frustado afinal não achou ninguém ainda para matar, andando então ele viu alguns ghouls daquela organização Aogiri lutando contra alguns investigadores, o vampiro riu com isso, puxando suas armas ele foi andando lentamente ouvindo o barulho aquele conflito foi cessado para eles olharem o homem que também os olhavam com um sorriso feroz e predatório em seu rosto.

Foi então que eles viram ele sumir da visão de todos e aparecer do lado de um investigador, esse que tinha uma arma apontada em sua própria cabeça arma essa que o vampiro carregava o investigador tremia de medo e olhava assustado olhando para frente e  engolindo em seco, Alucard por outro lado sorria e disse "Bem, cavaleiros. Espero que  todos nós poderemos nos diverti hoje, nessa adorável lua carmesim, nessa gélida e magnífica noite '' depois de terminar essa frase um disparo foi ouvido, fazendo assim o investigador perder a cabeça sangue e restos voaram, a maioria caiu no chão mas um pouco parou no rosto e roupas de alguns ghouls e investigadores. Alguns ghouls riram com essa pensando que esse homem estaria no lado da Aogiri pobres crianças mal eles sabiam o quão errado está tal pensamento, Alucard então apontou Casull em direção ao um ghoul atirando em seu estômago enquanto o vampiro com sua outra mão apontou Jackal em direção ao braço direto de um investigador explodindo o mesmo, os investigadores não perdendo tempo, foram para cima de Alucard não se importando com os ghouls que continham no local, o vampiro sorriu com isso ele também viu os ghouls indo em sua direção, ele então esperou que eles viessem e quando viu um ghoul tentando o acerta usando aquele membro estranho que agora parecia uma calda o vampiro deu um passo para trás vendo o ghoul errar e acerta o investigador, Alucard apontou sua arma ao mesmo ghoul e atirou acertando sua cabeça, foi então que um investigador tentou o acertar com uma espécie de lança com um golpe de baixo para cima, o vampiro não se mexeu e se deixou ser acertado  em seu ombro, o investigador riu com isso e disse "E agora seu monstro ? Co-'' ele não terminou sua frase já que o vampiro atravessou sua mão no pescoço do investigador no processo quebrou a lança. Foi então que o vampiro disse "Não importa o quão leve eu pegue vocês ainda nem me deram dificuldade. (suspiro) Bem, que seja'' falou o mesmo e várias linhas surgiram na sala todas elas, passando pelo corpo da maioria dos ghouls e investigadores, até que podia se ver a sala inteira com corpos sendo empalados por linhas e alguns enforcados, mas podia se ver um único sobrevivente o mesmo estava no canto da sala encolido o mesmo não se mexia pós as linhas deceparam suas pernas, o mesmo era um ghoul que estava se regenerando com dificuldade, ele então ouviu os passos do vampiro que estavam indo em sua direção, o ghoul se apavorou e tentou se arrastar para fora com muito esforço mas Alucard conseguiu o alcançar, e foi então que o vampiro perguntou "Onde está a Coruja ?'' falou o mesmo de um jeito risonho, o ghoul que o olhou ficou com mais medo ainda vendo todos aqueles corpos empalados pelas linhas, sangue escorria pelas mesmas e pingava no chão fazendo o local de tornar bem pertubadot ao ghoul que via tudo isso, Alucard vendo que o ghoul olhava fixamente para os cadáveres continuou "Ah, você parece meio surpreendido não é ? Obviamente eu estou certo pelo jeito, faz sentido afinal. Bem se não quiser ficar como eles, é melhor me dizer'' falou o vampiro sorrindo perigosamente ao ghoul que agora olhava o vampiro de forma apavorada temendo o destino que o vampiro o fazera tomar se ele não onde está a Coruja. Foi então que temeroso o ghoul falou "E-E-Ela e-está no t-terraço'' falou o mesmo com dificuldade por culpa do medo e a dor Alucinante que o aflingia parecia que sua perna não iria se regenerar, e isso preocupava o ghoul Alucard ouvindo a sua nova informação sorriu de maneira ainda maior e disse "Eu agradeço pela sua cooperação. Mas parece que não precisarei mais de você'' falou o mesmo vendo um dos corvos de Helena e então ele estrala os dedos fazendo no mesmo momento a cabeça do ghoul ser acertada por um projétil de bala de Helena, o ghoul caiu morto no chão, Alucard sorriu mais ainda e disse "Belo tiro minha filha, bem eu já peguei a informação. Vamos indo me acompanhe'' depois de dizer isso um aglomerado de corvos chegou a sala se juntando formando assim a jovem vampira que continha um sorriso doce e seu mosquete estava em suas que estavam atrás de suas costas, dando uma visão fofa a mesma, Helena então foi até Alucard vendo todos aqueles corpos presos por suas linhas carmesin, 20 no total ela sorriu com isso e disse "Tanto sangue Papa, poderíamos fazer um banquete com isso '' falou a mesma levantando uma de seus bracinhos para o  alto enquanto andava ao lado do vampiro mais velho que a fez um cafuné e disse "Veremos mas ainda temos muito sangue para derramar minha querida'' falou o mesmo vendo um grupo de ghouls correndo na direção de ambos, Helena de pós na frente e disse com confiança "Eu cuido deles Papa. Não se preocupe'' falou a mesma andando calmamente um pouco a frente de Alucard, quando o grupo chegou próximo o suficiente Helena pulou em direção ao mesmo e disparou no alto matando um no processo mas a bala quando passou por um foi direção a outro, o acertando também parecia que a bala não parava, mas quando o projétil ia em direção ao terceiro o mesmo se defendeu com sua Kagune, Alucard continuava andando sem se importa com os ghouls que estavam entre ele e Helena até que um tentou ataca-lo mas Helena foi mais rápida e num movimento rápido chutou o ghoul, a vampirinha então disse num tom sombrinho "Não ouse fazer não ouse em encostar em meu Papa'' falou ela com seus olhos brilhando em carmesim, foi então que de forma rápida avançou usando o sangue daqueles mortos para fazerem duas adagas em suas mãos (sim meus amigos Helena manipula o sangue de forma em que possa fazer armas) seu mosquete já tinha voltado a ser presilha e a mesma já estava do lado de um ghoul que a olhou assustado a mesma então em um corte limpo cortou o braço do ghoul, o mesmo por um triz não perdia cabeça e desviou mas isso só retardou o inevitável ela o acompanhou cortando sua perna o fazendo pular mas o mesmo não conseguia escapar acabou tropeçando e vou aquela doce vampirinha indo em sua direção andando lentamente enquanto jogava a faca para cima a pegando, repetindo o processo rapidamente até a mesma pegar a adaga e jogar na mão do ghoul cortando a mesma fora.

Helena então foi ao ghoul usando o sangue do mesmo para fazer uma foice inteiramente vermelha, a vampira mais jovem então pisou nas costas do homem enquanto posiocionava a lâmina da foice em seu pescoço. A vampirinha então com uma cara sorridente falou "O inferno ou o céu ? Onde será que você vai ?'' falou ela alegre dessa vez o ghoul ia responder mas não se deu tempo por conta que Helena já tinha puxado a foice arrancando fora a cabeça do ghoul a sua frente. Vendo que seu trabalho tinha terminado Helena sai correndo atrás de Alucard, até que o achou ainda andando a mesma então se junta perto do mesmo, e ambos continuam andando até verem o caminho ser dividido em dois foi então que Alucard falou "Vá para esquerda. Eu vou pela direita'' falou o mesmo seguindo seu caminho Helena apenas diz "Sim. Papa'' e então ela foi pela esquerda indo em direção a suas próprias surpresas.


Notas Finais


E ai ? Gostaram? Espero que sim. Bem não tenho muito oque dizer até mais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...