História Perigosa - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Feia Mais Bela
Personagens Aldo Domenzaín, Alicia Ferreira, Erasmo Padilla, Fernando Mendiola, Julieta Solís de Padilla, Letícia "Lety" Padilha Solís, Márcia Vilarroel, Omar Carvarral, Personagens Originais, Tomás Moura Gutiérrez
Visualizações 44
Palavras 1.371
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura❤

Capítulo 5 - Os traíras


Fanfic / Fanfiction Perigosa - Capítulo 5 - Os traíras

- ... Tomás, eu... eu...
Ele não me deixou falar, apenas me abraçou, e eu desabei, descarreguei tudo, o estresse com os últimos acontecimentos, o término com Fernando-que não foi legalizado já que ele não pediu o divórcio- o relacionamento entre Márcia e ele retornar, Aldo que entrou em minha vida, e agora Tomás que aparece do nada, sem contar nada antes, eram coisas de mais para eu carregar sozinha 


- Oh Lety, por que não avisou?
Não conseguia falar, apenas dizer palavras falhas em meio a soluços
- Quer conversar?
Fiz que sim com a cabeça.
E contei tudo, meu casamento com Fernando que não ia as mil maravilhas, o tráfico, minha vinda ao Brasil, a faculdade falsa, o crime... Absolutamente tudo
- Oque pensa em fazer agora ?
Abaixei a cabeça e respirei fundo
- Não faço ideia. Não posso parar agora, não quero ir em cana
Ele concorda com a cabeça
- Você tem onde dormir?
Pergunto na tentativa de mudar de assunto
- Na verdade não, eu iria te pedir para ficar uns dias no condomínio onde ''estava''
Dou uma risadinha
- Pode dormir aqui na minha casa, tem quarto e espaço de sobra
E ele abre um sorriso largo, até que eu recebo uma ligação de Aldo
- Um minuto só Tomás
Fui até o terraço e atendi
- Oi, Aldo
"Tá ocupada?"
- Não exatamente, pode falar
"É um lance sério, tem que ser pessoalmente"
- Tá, te encontro lá em cima as dês? 
"É um lance que ninguém pode saber"
- Ok, então pode vir aqui em casa
"Tudo bem, mas por favor, não se assuste"
- A essa altura, nada mais me assusta

Depois, exatamente as dês e quinze, Aldo tocou a campainha, fui atender, não estava arrumada, sem maquiagem, só de roupão e meu cabelo preso a um rabo de cavalo,,mas não me importei, estava muito curiosa para saber oque ele tinha a me dizer, ele entrou e sentou-se no sofá na minha frente, Tomás estava no seu quarto, então ninguém iria nos atrapalhar

- Pode falar
Digo bebendo uma taça de vinho e observando ele se servir, colocou exatamente até a  metade da taça

- Eu sei que você e Fernando não estão mais juntos, e que você não gosta muito de Omar nem daquela moça nova, então era a única que eu podia contar, o plano é o seguinte; Omar e Fernando andam recebendo mais dinheiro do que o combinado, desviando do nosso, então eu pensei em me juntar contigo, pegar a grana e sair desse país, por que o risco deles irem atrás de nós é grande, mas eles não se arriscariam em sair do país

Fiquei examinando oque ele disse, então Omar esta roubando de nós? No fundo eu sabia que isso era provável, ele nunca foi confiável, mas Fernando? Como ele pode ? Eu estou separada dele a dois meses e ele já me trai desta maneira? O mais provável é que ele ja vinha fazendo isso antes. Tudo isso me deu uma tontura e um frio no pé da barriga

- Eu topo.
Foi quase que por automaticamente, não tinha mais oque fazer, eu estava totalmente magoada com Fernando, e eu tenho que me vingar.

- Letícia? Você está bem?
Ele perguntou quando viu o meu rosto que antes estava num tom rosado ficar pálido, virei para ele e coloquei minhas mãos e minha testa e suspirei

- Estou ótima acho que foi apenas uma tontura
Ele abriu a boca para falar algo mas desistiu, revirei meus olhos e tomei um pouco mais da taça de vinho. Ele olhou para mim e disse por fim

- pelo seu estado acho melhor não beber, querida
O jeito como ele fala "querida" não é irônico nem de deboche é algo como um ar de preocupado, resolvi ignorar o que ele disse e coloquei a taça de volta no lugar.

- E então como vai ser isso? vamos pegar o dinheiro aos poucos, ou pegar tudo de uma vez e fugir?
Ele coçou um pouco queixo e olhou para mim

- Acho melhor nós pegarmos o dinheiro aos poucos, fiquei sabendo que você era uma estelionatária de primeira no seu país Isso vai nos ajudar e muito
Ele disse e eu me lembrei dos tempos pelos quais eu não me envolvia com tráfico, apenas dava golpes com as minhas diversas identidades falsas, bons tempos

- Como você ficou sabendo disso?
Ele me olhou com um ar de dúvida

- você é famosa sabia?
Revirei meus olhos e me levantei indo em direção a uma caixa em cima de um móvel abrir com uma chave e tirei de lá diversas identidades falsas nas quais eu usava nomes diferentes e cabelos diferentes,  o mesmo ficou surpreso com a quantidade de identidades eram no mínimo 65


- Incrível!
Ele disse que ia me sentir orgulhosa de mim mesma e dei um sorrisinho de lado

- mas se você não percebeu eu não sou mulher
Ele disse Mudando completamente de humor e eu revirei meus olhos e bufei

- claro que eu vou fazer uma especialmente para você meu querido
 Falei e dei uma piscadela para ele, me levantei guardei todas as identidades num lugar seguro e sentei ao seu lado

- vamos começar hoje soube que ele vai pegar uma boa quantidade de dinheiro lá pelas onze da noite o que seria daqui - ele olhou no relógio de pulso- a exatos 30 minutos está pronta?

Ele disse e me olhou dos pés à cabeça, fiz que não com a cabeça e fui até o meu quarto trocar de roupa, coloquei um vestido preto colado até as coxas com decote de um pouco exagerado e um salto da mesma cor, soltei os cabelos que estavam um pouco encaracolados pelo fato de estarem amarrados à muito tempo

- Agora estou pronta
falei colocando um brinco de argola no meu ouvido, e fui até o quarto de Tomás e bati na porta

- Oi Lety o que deseja?
Falei para ele que iria sair, não disse exatamente que iria fazer mas ele voltou a seu quarto e eu fechei a porta assim que sair e segui Aldo até a casa onde aconteciam as reuniões,  olhei para Aldo e ele olhou para mim de volta

- Jajá o dinheiro vai aparecer.
Ele sussurrou para mim e eu fiz que sim com a cabeça, esperamos escondidos por uns 30 minutos e Omar apareceu, junto a um homem alto de barba feita e terno. Era Fernando
" Cadê esse cara eu quero meu dinheiro agora Márcia está me esperando"
 deu um nó na garganta e me controle para não ir lá e dar um tapa novamente em sua cara ele bem que merecia isso.
"calma ele já tá chegando"
Revirei meus olhos e olhei para Aldo assim que isso aconteceu um homem entrou lá, ele era baixinho barrigudo e tinha uma cara de poucos amigos.
"tá aqui a encomenda"
Ele disse e saiu assim que Omar deu uma quantidade de dinheiro para ele, os dois colocaram o saco de dinheiro junto a uma sala com a porta trancada
"Excelente"
Pensei para mim mesma, e agora como iremos abrir essa maldita porta?
Assim que os dois foram embora eu e Aldo ficamos de frente para a porta ele me olhou e olhou para ela de volta

- Como vamos fazer para abrir ela?
Ele não disse nada apenas tira uma chave de seu bolso e abriu com facilidade

- acha mesmo que eu sou iniciante?
Fiz que não com a cabeça, olhei a quantidade de dinheiro que estava lá, "uau" era muito dinheiro, cerca de dez sacolas cheias

- pegamos uma e os mandamos
Ele disse e eu concordei vi ele pegando uma sacola e o segui, fechei a porta e fomos de volta para minha casa

-  onde vamos guardar todo esse dinheiro?
Ele se sentou no sofá e olhou para mim
- tem um lugar onde nós vamos enterrar ele, não pode ficar por aqui

Acordei e me sentei ao seu lado estava exausta. E aquela tontura e enjoo não passo
- Já pensou em ir ao médico?
Ele brincou e eu joguei um travesseiro nele


Contínua 


Notas Finais


Imaginaram que Fernando seria capaz disso? :c


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...