História Por Elas 2ª Temporada - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Visualizações 125
Palavras 1.642
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Camila, hoje não é quarta. Você disse que ia atualizar de quarta e hoje é sexta. Sorry por isso, quarta não era um dia bom pra mim, pedi para uma pessoa atualizar aqui e ela acabou só atualizando uma das três e eu só fui ver agora... 

Capítulo 10 - 10


Dinah...

- Vai logo, Lauren. Daqui a pouco a Alexa chega com a Ally.

- Você quer mais o que, Dinah? Eu já arrumei tudo, não tem mais nada pra fazer, se acalme e espere.

- Não tem nada? - Lauren negou - Não estou vendo o bolo.

- Claro que não está vendo, a Normani ainda nem trouxe da cozinha, vê se relaxa.

- Não né, a pé no freio vai chegar e eu quero que seja surpresa de verdade.

- Para de chamar ela assim, DJ.

- Nem morta, ela fica puta com esse apelido.

- Faz dias que você anda chamando ela assim. Dez dias para ser exata e todos os dias ela ameaça encher a sua cara de comida, já que você espera o jantar começar para encher o saco dela.

- E eu vou continuar. - Dei os ombros.

- A minha mãe quer me matar, ela me disse que acha bom eu aparecer por lá ou ela manda alguém me buscar. - Camila falou rindo, eu queria ver se alguém iria mesmo buscar ela, ela não tinha intenção nenhuma de ir embora

- Eu não duvido que sua mãe faça isso mesmo. - Normani entrou segurando o bolo. - Olha que coisa linda que eu fiz.

- Achei que você ia comprar. Nunca te vi fazendo bolo, a cara dele me parece ótima, já o gosto eu estou duvidando. - Normani mostrou o dedo do meio - Te amo. Minha mãe mandou avisar que já está tudo pronto para o seu caso, Lauren. Disse que a foto estourou por agora e que é com vocês.

- Que foto? - Lauren perguntou me olhando.

- Você me pediu para postar uma foto e ela já está postada, meu bem. Eu só acho um grande absurdo vocês duas serem marcadas e nem comentar e curtir. Não faço mais nenhum favor.

- A gente resolve isso mais tarde... O que a Sinu quis dizer que agora é com a gente? - Olhamos todas para Camila.

- É para vocês escolherem qual vai ser a advogada que vai defender o caso.

- Sobre isso... A gente estava pensando né Mani.

- Sim e achamos melhor...

- O que foi? Não querem mais ser as minhas advogadas? É isso?

- Claro que não, Laur. Somos todas as suas advogadas, mas essa briga é de galo grande e eu tenho certeza que a Sinu vai se sair melhor, não que nós não sabemos dar conta dos Jauregui e a tropa toda deles, mas é a vez da Sinu  mostrar para eles que não está para brincadeira. Você entende a gente? - Perguntei com receio.

- Claro que eu entendo, eu só não sei se ela vai concordar com isso.

- Eu posso dar um jeito nisso quando eu voltar lá na casa da minha mãe, e vai ser depois que eu levar uns tapas. - Camila comentou rindo, afrontosa ela, mas só longe da mãe dela.

- Meu Deus, eu queria estar lá só para te ver levar alguns tapas da sua mãe. -Comecei a rir e acabei levando um empurrão. - Agressiva. Gosto assim.

- Eu não deixaria você bater na Mila, Dinah. Vai que você bate na bunda dela e machuca os dedos? Quem sai no prejuízo sou eu, nem pensar.

- Eu te odeio, Normani. - Explodimos em uma gargalhada que nem Camila resistiu. - Eu aqui pensando que ia me ajudar e você tá preocupada em ficar sem os dedos da Dinah.

- É brincadeira, Mila. Eu não deixaria elas te baterem. - Normani jogou um beijo no ar.

- E a Dinah não iria machucar a mão, a bunda da Camila é boa de bater. - Constatou Lauren.

- Opa, disse a pessoa que bateu muito e ainda tem as mãos. - Zombei.

- Vão se foder... Mas não na nossa frente.

- Não mesmo, a Alexa acabou de me mandar uma mensagem avisando que estão subindo. - Tomei o celular da mão da Camila só para ter certeza.

- Vai gente, todo mundo para o sofá e apaguem a luz. - Lauren apagou a luz e todas corremos pro sofá. - Guardou o bolo, Mani?

- Coloquei na cadeira.

- Eu te mato se ela sentar no bolo.

- Ela nem vai chegar perto, amor.

- Não mesmo, a ideia é não da atenção para ela e fazer ela ir para o quarto e depois a Alexa fazer ela voltar e bum, surpresa. Minha ideia foi ótimo.

- Shiu, Dinah. Você não quis aceitar a nossa ideia. A Normani deu até mais duas idéias e a Camila mais uma e você não quis.

- Liga a TV, gente. - Camila. - Cadê o controle?

- Meu Deus, vocês são péssimas.

Tomei o controle das mãos da Lauren e liguei a TV, ela estava sentada no meu lado direito, a Normani do meu lado esquerdo e a Camila do seu lado. Ficamos esperando elas entrarem e nada. Com aquela demora toda delas, fiquei passando e repassando o plano que eu tinha feito. Ally iria chegar e ia ser ignorada por nós quatro. Depois ela ia correr pro quarto e Alexa traria ela de volta para comemorarmos seu aniversário.

- Que demora é essa para entrar? Eu hein. - Lauren bufou se afundando mais ainda no sofá.

- Devem tá se pegando, não é possível. - Ouvimos o barulho da chave e logo em seguida a porta abrir e fechar.

- Boa noite, meninas. - Ally disse toda animada.

- Dinah, esse filme é chato. - Normani foi a primeira que executou o nosso plano.

- Verdade, DJ. Troca. - Lauren entrou na dela também.

- Boa noite, meninas. - Alexa.

- Boa noite. - Respondemos todas juntas.

- Me da esse controle aqui, Dinah. - Camila se debruçou na Normani e tirou o controle de mim. - Nós vamos assistir desenho.

- Concordo com a Camila, coloca na Disney, Camz. Essa hora deve estar passando Gravity Falls.

- Como vocês são chatas. Eu quero o filme de terror. Pega o controle dela, Mani.

- Não, sem filme de terror. Liga aí no Gravity alguma coisa.

- Vocês vão ficar brigando por causa de desenho? - Ally não tinha a mesma animação na voz.

- Claro que vamos, ninguém merece assistir desenho. - Era a única parte que não era uma mentira.

- Vocês não querem sair para jantar? - Ela apareceu do lado da TV, com um sorriso triste.

- A gente já comeu. - Normani deu os ombros. - Gostei desse desenho.

- Vocês não sabem cozinhar. Certeza que não querem ir jantar?

- A Camila e a Mani sabem, se quiser tem mais no forno. - Olhei para Ally e por alguns segundos para Alexa. Ela estava mexendo no celular, devia tá trocando mensagem com a Camila.

- Não, eu acho que estou sem fome. Eu vou ir lá pro quarto.

- Ta bom então. Feliz aniversário, Ally. - Desejei olhando para ela.

- Feliz aniversário, Ally. - Camila.

- Feliz aniversário, Ally. - Normani.

- Feliz aniversário, Ally. - Lauren.

- Obrigada. - Ally saiu sem olhar para trás. Agora era com a Alexa.

- Ok, acho que ela está pensando que estamos chateada com ela por ela ter passado o dia todo com a Alexa. Não vamos deixar que a nossa pé no freio fique triste por muito tempo. Manda mensagem para a Alexa, Camila.

- Já estou mandando.

- Laur, vai pega os balões no banheiro, Mani, segura o bolo. - Lauren correu até a porta do banheiro e voltou com os balões. Normani já segurava o bolo.  - Mila, você fica no corredor e avisa a gente quando ela estiver voltando.

- E você vai fazer o que? - Cruzou os braços.

- Vou ficar aqui e vou gritar surpresa.

- Folgada. - Lauren e Normani falaram ao mesmo tempo.

- Elas estão vindo. - Camila correu para o nosso lado e pegou alguns dos balões com a Lauren.

- Vai, Ally. Vem até a porta comigo?

- Não, até aqui no corredor já está bom.

- Por favor, Ally. Eu tenho vergonha de passar por elas.

- Ok, vamos. - Dava para ouvir o tec tec do salto delas se aproximando. Já era hora.

- SURPRESA. - Olhei para o lado e só eu tinha gritado. - Vocês me deixaram gritar sozinha.

- Você que disse que ia gritar surpresa. Você gritou. - Lauren comentou rindo.

- Idiotas. Agora não importa, gostou, Ally? - Perguntei toda animada.

- Não. - Ally deu meia volta e saiu da sala.

- Que merda, a gente estragou tudo. - Eu tinha estragado tudo.

- Culpa sua, Dinah. Pode ir atrás dela. - Camila tentou me empurrar, mas não sai do lugar.

- Eu?

- Você! Quem teve a ideia? - Revirei os olhos. - Isso mesmo, amor. Foi você. Agora vai atrás da Ally logo e faça ela voltar aqui para todas comemorarmos o aniversário dela. Não fiz esse bolo para jogar fora.

- Nossa, amor. Você tem que ficar do meu lado.

- E eu estou, amor, mas agora vai logo, Dinah.

- Estou indo. Já estou indo.

- Não precisa, já estou de volta. - Ally apareceu sorrindo outra vez.

- Não entendi muito bem. - Eu estava bem confusa. O que eu tinha perdido?

- É simples. Eu sabia que vocês iriam fazer alguma coisa.

- Como você é sem graça, pé no freio.

- E uma pessoa me contou. - Olhamos para Alexa, que arregalou os olhos.

- Ei, não me olhem assim. Não foi eu que contei. Saem dessa gente. Não sou dedo duro.

- Então quem foi? - Me virei para as três, que fizeram o mesmo que Alexa.

- Não foi eu. - Lauren logo tirou o dela da reta.

- Muito menos eu, ok? - Foi a vez da minha namorada negar. Me fazendo olhar para a única pessoa que faltava.

- Nem adianta me olhar assim, Dinah. Também não foi eu.

- Dinah, você fez a surpresa e você mesmo contou? - Normani cerrou os olhos.

- É claro que não. Essa acusação não tem sentido, Normani.

- Sei lá ue. Se não foi ninguém daqui, quem foi?

- Taylor, ela fala dormindo. Então é um feliz aniversário para mim.


Notas Finais


O tio spirit ta bugado, as respostas dos comentários não carrega e esse capítulo foi parar lá na 1ª temporada.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...