História Possessiva - (Imagine Kim Taehyung) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Drama, Imagine, Imagine Bts, Kim Taehyung, Romance, Sexo, Staygirl, Taehyung, Você
Visualizações 939
Palavras 1.044
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Harem, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá Stayzitos, tudo bem com vocês? Espero que sim ^^

Olha quem trouxe outra atualização? Isso mesmo, eu aqui. Demorei? Um pouco, mas enfim, cheguei :')

Hoje é meu aniversário, porém, quis atualizar. E fico muito feliz em saber que estão gostando de Possessiva ^^

Boa leitura =

Capítulo 4 - Capítulo Três.


Fanfic / Fanfiction Possessiva - (Imagine Kim Taehyung) - Capítulo 4 - Capítulo Três.

3.


Olhava atentamente ele sentado na cadeira, mexendo em alguns papéis, parecia ser do trabalho. Taehyung era lindo de qualquer jeito, ainda mais concentrado no que fazia, decido me aproximar mas de costas, passo meus braços por trás de seu pescoço o abraçando forte.

— Parece tão cansado. — Ele suspira profundo. — Por que não descansa um pouco?

— Não posso! Tenho que entregar isso para o escritório ainda amanhã.

— Eu nunca irei entender, se é o dono da empresa, porque trabalha nela mesma? — Ele segurou minhas mãos levantando da cadeira para ficar em minha frente.

— Eu não sei, apenas gosto de trabalhar nela. — Sorriu. — Você não gostaria de trabalhar?

— Sim, mas não como você. Não levaria jeito para isso.

— Entendo. Mas agora, vai se deitar, já está tarde para você ainda está acordada.

— Venha dormir também. — Puxo sua mão, mas ele não deixou. — Vamos Taehyung. 

— Preciso terminar isso _______, não posso dormir agora.

— Mas você vai sim. — Empurro ele para o quarto e foi na hora que começou a rir. Taehyung colocava força, mas não era muito. — Vamos logo Taehyung.

Ele só ria e me fazia parar, mas eu não deixava. Assim que consegui deixar ele dentro do quarto, tranco a porta ficando com as chaves. Sorri sapeca pra ele apontando para a cama.

Taehyung segurou minha mão e me puxou para a cama junto a ele. Sentamos nela, mas acabei me deitando, pois o sono já batia em mim, ele só me olhava e eu só olhava para seus olhos.

— Você é linda, a mulher mais linda que já vi. — Ele riu para mim, alisando meus cabelos.

— E você, é o homem mais lindo. Apesar de ter visto apenas você na vida. — Rimos alto um para o outro. — Mas você é lindo. — Disse de olhos fechados.

— Durma um pouco. — Sussurrou em meu ouvido, enquanto alisava meus cabelos. — Mais tarde eu volto para dormir com você. — Beijou minha testa, apenas segurei suas mãos, mas ele soltou e saiu do quarto.

O sono já se fez presente, porém, escutei algo tocar em cima do criado mudo. Levanto meu corpo e vou até o local, era o seu celular a qual fazia barulho. Ao pegá-lo, vejo o nome mensagem, se não me engano sua senha era zero nove onze. Digito os números a qual o Android pedia e cheios acerto.

Seu celular havia desbloqueado, mas fiquei surpresa ao ver uma foto minha no seu celular. Quando foi que ele tirou isso sem eu ao menos ter visto? Eu estava tão linda nessa foto, mas não me lembro dele tirando, mais uma vez seu telefone avisou que tinha uma mensagem. Aperto na tal mensagem que foi direto para uma mulher chamada Helena.

Helena: Taehyung estou com saudades de você.

Helena: Venha aqui no restaurante, por favor. Aposto que sua mulher esteja dormindo. 

Quem poderia ser essa pessoa a qual falava isso? E por que ela chamava Taehyung para um restaurante? Uma amiga talvez, colega de trabalho. Decido deixar o celular no local onde está e corro para a cama, deixando parecer que estava dormindo. Ele entrou no quarto, mas não olhava o que ele fazia.

Depois de alguns minutos, ele saiu. Quando abro os olhos, seu celular já não estava mais no criado mudo. Levanto da cama e sigo até o outro cômodo, Taehyung estava parado, mexendo em seu celular. Porém, pegou um casaco e seguiu até a porta. Ele havia saído, sem pensar muito saio também, sem está calçada eu o sigo.

Para onde ele pode está indo a essa hora? Já se passam da meia noite, continuei segundo ele, mas paro para ver que algumas pessoas me olhar, percebi que estava apenas com as roupas de dormir. Vergonha já estava se fazendo presente, mas já estava até aqui, não iria parar. Continuei seguindo ele, mas sentia meus pés doerem pelas pedras que pisava, eu sou muito burra.

Vejo ele entrar em um restaurante que era aberto até uma metade. Parou para procurar alguém e assim que achou, andou até lá. Era uma mulher, me perguntei se não seria a mesma das mensagens de antes. Ele se sentou perto dela, e os dois sorriram, um sorriso sincero e apaixonado.

Continuei a olhar eles, Taehyung sentou de frente para onde estava, porém, não tinha me visto. A garota a qual ele falava se levantou e foi até ele, mas ela tinha beijado o mesmo, e Taehyung havia correspondido a isso. Senti uma pontada forte em meu coração, mas não entendia disso.

Vejo as mãos de Taehyung segurar a cintura da mesma, enquanto ela dobrava em seus braços. Assim que o beijo parou, a garota sentiu no colo dele, sem se importar com quem estava ali. Mais não aguentei e meus olhos se encheram de lágrimas. O que você fez comigo Taehyung?

Quando a garota iria beija lo novamente, ele olhou para onde estava. Virei meu rosto seguindo caminho para onde nem sabia.

— _______. — Ouvi ele gritar por mim. Começo a correr, porém foi em vão, ele tinha me segurado. — ______ espera por favor.

— Me solta Taehyung. Me deixar ir embora. — Quando ele me vira, as lágrimas estavam escorrendo em meu rosto.

— Espera por favor, me deixar explicar.

— Eu não sei o que é isso. Eu não sei por que fiquei assim quando a vi te beijar.

— Isso é simples, você me ama e eu te amo.

— Você gosta dela? Gosta da garota que te beijou? Eu vi as conversas, eu vi ela pedindo para se encontrar com você.

— Ela era a minha primeira namorada, tive que deixá la para se casar com você. No começo eu até gostava dela, mas agora percebi que te amo. Eu te amo _______

— Então, por que estava aqui mais ela? Por que não fez nada quando ela te beijou?

— Eu não sei porque não parei ela, eu realmente não sei porque a deixei me beijar. Mas de uma coisa eu sei, que estava aqui para acabarmos tudo que ainda temos.

— Por que não enviou uma mensagem para ela? Só era te dito Taehyung. — Ele enxuga minhas lágrimas.

— Porque seria covardia minha, precisava dizer pessoalmente. Mas me perdoa por te deixado ela me beijar. Não me deixe, pois nunca deixarei você. — Tae beijou meus lábios. 


Notas Finais


Eai, o que vocês têm a dizer sobre esse Taehyung?

Divulgação ↓

Threesomes com Namjoon e Hoseok; https://spiritfanfics.com/historia/amores-sexuais--threesomes-namjoon-e-hoseok-10902930 (Imagine)

Perfil: @StayGirl


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...