História Possessivo • |Imagine Suga|•|HOT| - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Hot, Imagine, Sexo, Suga
Visualizações 254
Palavras 1.528
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Hentai, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiii, faz uma semana né, chegamos a 133 favoritos, ksksksis
Que bom❤
Obrigado por favoritarem ^-^ ❤
Boa leitura

Capítulo 8 - Who is your daddy?


Fanfic / Fanfiction Possessivo • |Imagine Suga|•|HOT| - Capítulo 8 - Who is your daddy?

~Suga~

Bati na porta rápido, ela não pode estar fazendo isso comigo...

- S/N!!! - gritei, sorte Que os pais de dela estão SEMPRE viajando a negócios, ela não atende, aff - É o Suga, atente logo!! -finalmente ela abriu a porta, minha boca estava até seca.

- O que foi Suga??

- Só tô passando pra te fazer uma coisinha.

- O que?

- Isso - peguei sua cintura, aproximei nossos corpos, quando ela percebeu nossos lábios já estavam colados, mas cedeu ao beijo - como está S/N?

- Bem, eu estava.. - um garoto me olhava confuso e assustado.

- Quem é aquele? - segurei minha raiva, deixando uma imagem calma de mim.

- É só um amigo que chamei pra assistir um filme, eu encrontrei ele no supermercado e chamei, algum problema mozão - S/N me envolveu em seus braços olhando diretamente em meu rosto, cansei de atuar, nunca fui um bom ator mesmo.

- Na verdade, eu não gosto nada disso, um homem na sua casa, sozinhos...

- Suga!... você não confia em mim... - ela parecia muito decepcionada.

- S/N, não é questão de não confiar, é questão dele - apontei pró garoto - eu confio em você, só não confio nele...

- Não é desculpa, se eu trouxe ele pra cá é por que ele é meu amigo, confio nele e mesmo se ele tentasse, eu iria impedir, pois eu te amo, mas parece que você não vê isso.

Seus olhos estavam marejados, que merda eu fiz, é claro que ela não iria fazer nada, minhas pernas travaram assim como minha língua, não conseguia falar nada, ela estava certa, completamente. Não percebi minha cabeça baixa, meu rosto suado e o olhar desesperado em meu rosto.

- Me... desculpa...

- Aff, Yoongi me dá um...

- S/N, se eu fiz isso, vim até aqui, foi por que eu sinto ciúmes, você não pode fazer isso, meu ciúmes só prova que eu te amo e tenho medo de te perder.

- Mas para com isso.

- Não, pois se um dia, eu parar de ter ciúmes de você, e cada coisa que parecer estranha, é por que eu não te amo mais, e eu te amo muito, não quero te perder por qualquer coisa - senti as lágrimas escorrendo pelo meu rosto, mas agora não faziam diferença.

- Suga... quer ver o filme comigo? - ela estava sorrindo em meio de lágrimas.

- Quero... - também sorri.

- Oi - o garoto falou - eu tenho que ir, meu pai está me esperando até agora - o mesmo já iria embora se eu não estivesse na passagem.

- Quem é você? - não consegui segurar minha curiosidade.

- Eu sou Kim Taehyung, mas pode me chamar de Tae - ele fez um sinal de V com a mão e logo pensei em um apelido.

- Ok... V - não segurei o riso - desculpa, mas esse apelido é a sua cara.

- Tudo bem, S/N já falou isso pra mim, aliás, eu tô muito atrasado, tchau - Tae passou por mim correndo.

- Tchau - gritei junto com S/N, olhei pra mesma com um sorriso - o filme ainda está de pé?

- Claro, vai lá botando o filme, enquanto eu preparo a pipoca, mas depois... - a mesma mordeu os lábios - deita no sofá de cueca - ela me beijou, toda vermelha foi pra cozinha.

Liguei a Televisão e escolhi um filme ótimo pró clima, tirei a roupa ficando só de cueca, detei no sofá esperando S/N, não demorou muito, ela chegou só de calcinha e sutiã vermelhos segurando duas vasilhas, uma de pipoca outra de morango.

- Tenho certeza que vou comer tudo isso.

- Suga, isso é muita coisa pra comer sozinho - ela respondeu quase rindo.

- Não falei da pipoca nem dos morangos - sorri malicioso.

- Bobinho - a mesma chegou perto encostando os nossos corpos me dando um beijo irresistível - vou lá pegar a cobertura.

- Cobertura? - isso parece ser bom. Ela chegou com chantilly, entendi a brincadeira.

- Continua deitado - ela início o filme e ficou surpresa com a escolha - 50 tons de cinza?! Amei - S/N deitou de concinha comigo, senti sua intimidade roçando na minha, meu membro já estava duro.

- Vamos fazer o que enquanto vemos o filme? - perguntei com certa malícia, mas ela respondeu "nada", mas não quero só assistir o filme - tá quente aqui, tô com muita roupa - tirei minha cueca e joguei um pouco longe, senti a calcinha molhada de S/N.

- Apressado - ela inverteu a posição ficando de frente pra mim e sussurrou no meu ouvido - vou te fazer gozar daddy - sua mão segurou com força meu membro, me fazendo soltar um gemido.

- Eu quero estar dentro de você - de novo me deu vácuo e levantou, pego o chantilly e me mandou sentar, obedeci - o que vai fazer?

Sem me responder pegou meu pênis e passou nele o chantilly, logo lambeu a cabeça e abocanhou a mesma. S/N não ía mais além da cabeça, tinha chantilly por todo o meu membro, ela me enlouquecia com a demora.

- Chupa... ele todo S/N... owhh... - não conseguia falar, mas ela entendeu, mas não mudou em nada, ela continuou só fazendo isso, acabei gozando na sua boca, mas só agora chupou toda a extensão do meu pênis, retirando o chantilly.

- Gosto Suginha? - falou lambendo os lábios.

- Poderia ter me obedecido - falei ainda recuperando o fôlego.

- Eu que mando aqui mozão - ela sentou em mim, sentindo meu pênis ainda duro - vai me obedecer né gostoso.

S/N estava diferente a minutos atrás, ela está muito... safada, adorei, mas estou me sentindo estranho, com... vergonha...

- Vamos continuar amor - falou no meu ouvido sussurrando.

- S/N... você está diferente... o que está acontecendo?... - ela não me respondeu, só me deu um beijo no pescoço.

Ouvi o celular de S/N tocar, olhei pro lado, tinha uma mensagem de... "Daddy" Joguei S/N no sofá ficando em cima dela.

- Quem é seu daddy?

- Você amor - ela me deu um selinho.

- Então quem é o daddy que te enviou a mensagem?... - ela paralisou, levantei pegando o celular dela da mesinha.

~Daddy: a sua brincadeira começou?

Desbloquei o celular dela, li as mensagens anteriores.

~S/N: Para com isso, eu tenho namorado para com isso.

~Daddy: S/N, eu só quero te proteger, esse homem, ou melhor, garoto, só vai te machucar.

~S/N: Para de falar besteira, você diz que é da minha escola, mas quando eu te procuro, nem te achei, você que está me machucando, você diz que quer ficar comigo, mas nunca me procurou, eu amo meu namorado...

~Daddy: Você não está pronta pra me encrontrar, se eu te encrontrar, você vai transar comigo.

~Daddy: Vou te dominar e nunca mais você vai querer transar com outro homem.

~S/N: Eu tenho um namorado, posso e vou fazer tudo com ele.

~S/N: Por que ele é gostoso

~S/N: Incrível

~S/N: E muito mais homem que você, ele está presente e você não.

~S/N: E vou "brincar" com ele.

Jimin não respondeu nada, só me veio a responder uma hora depois, o que é agora.

~Daddy: a sua brincadeira começou?

Botei o celular em cima da mesa, me aproximei dela.

- Me desculpa Suga... - deitei S/N, ficando por cima dela - Yoongi? - abaixo sua calcinha - moh... eu tô com medo... - seguro seus braços e sussurro no seu ouvido:

- Não precisa ter medo, você é minha - posiciono meu membro e preneto o mesmo todo dentro dela, resistindo um pouco, soltava alguns gemidos, um interrompido por beijo.

- Está gostando Baby?.. - seus gemidos arrancavam suas palavras.

- Simm... Dad... - penetro mais forte na mesma - oohhh... Daddy!

S/N não acabou aguentando, gozou com meu membro ainda dentro, senti escorrendo sobre o mesmo, penetrei mais forte, em poucas estocadas acabei gozando dentro dela.

Botei a mesma deitada sobre o meu peito, sua respiração estava pesada, mas seu sorriso era lindo, logo ela iria dormir, mas não posso deixar.

- Senta S/N... - a mesma obedeceu, ela é tão fofa quando está com sono.

Corri pro banheiro, no armário peguei remédios anticoncepcionais, logo em seguida corri pra cozinha peguei um copo d'água. Ela continuava sonolenta quando cheguei com o remédio.

- Bebe moh... - ela obedece ainda sonolenta - pode dormir, vou cuidar de você... - nem precisei falar, ela pegou no sono imediatamente.

Peguei o sutiã no chão, e vesti S/N, mas sua calcinha estava muito molhada, peguei a mesma nos braços e a carreguei pró quarto, logo achei a calcinha de gavetas, encrontrei uma calcinha fofa de pandas, vesti ela com a mesma, ficou muita fofa, só não combinou com a parte de cima, achei a parte de cima e a vesti, agora sim ficou fofa. Aproximei de S/N e a beijei na testa.

- Dorme bem minha pequena... só não dorme muito, já vai dar nove horas - me afastei dela.

- Suga... - virei o rosto - ...te amo - só agora percebi, ela nunca esteve dormindo, mas sim sorrindo.

- Quero mais momentos assim - sorri pra mesma, ela sorriu de volta.

- Vamos ter... muitos, até meu bolinho de arroz.

- Até pequena, te amo - abri a janela, saí do quarto pegando a chave, desso as escadas, saio pela porta, tranco a mesma e jogo a chave pela janela aberta, por sorte acerto... até S/N.


Notas Finais


Tô sentindo falta dos cometários, é nele que me inspiro pra fanfic :,v


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...