História Posso ser sua Luz? - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail, Harry Potter, Hunter x Hunter
Personagens Acnologia, Alluka Zoldyck, Alvo Dumbledore, Aries, Cana Alberona, Câncer, Capricórnio, Carla (Charle), Chrollo Lucilfer, Dobby, Elfman Strauss, Erza Scarlet, Evergreen, Frosch, Gajeel Redfox, Gemini, Gildartz, Gon Freecss, Grandine, Gray Fullbuster, Happy, Hisoka, Igneel, Ignoto Peverell, Illumi Zoldyck, Isaac Netero, Jellal Fernandes, Jude Heartfilia, Juvia Lockser, Kalluto Zoldyck, Killua Zoldyck, Kurapika, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Lector, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Lucy Heartfilia, Mãe do Kurapika, Metalicana, Natsu Dragneel, Pai do Kurapika, Remo Lupin, Scorpio, Severo Snape, Sibila Trelawney, Silver Fullbuster, Sting Eucliffe, Tauros, Virgo, Wendy Marvell, Zeref
Tags Fairy Tail, Hunter X Hunter, Originais
Visualizações 11
Palavras 893
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


sim, sim, eu sei
faz tempo que eu não posto, foi mal... bloqueio criativo para esta história, mas eu espero que gostem, e eu VOU TENTAR postar com mais frequência

Capítulo 2 - Pesadelo


Fanfic / Fanfiction Posso ser sua Luz? - Capítulo 2 - Pesadelo

Natsu ok

Eu estava terminando de arrumar a mala para a viagem quando Happy entrou voando pela janela com a lista de materiais deste ano.

-Natsu, a Lucy disse que ia passar aqui mais tarde para irmos juntos ao beco diagonal.

-Tudo bem, Happy vcs lembra onde eu coloquei o dinheiro para o lanche e o taxi?...

-Natsu pare de ficar enjoado só de pensar em transporte... -disse ele pegando a minha calça do dia anterior.-tá aqui...

-aí aí, depois as mulheres que demoram para se arrumar.-falou Lucy entrando na minha casa – Como vcs conseguem viver nesta bagunça ?

- é por isso que vc se arruma rápido Lucy – falou Happy – só as garotas demoram...

- o que quer dizer com isso Gato Burro? – gritou ela brava.

Enquanto eu ouvia os dois brigarem (e a Lucy puxar os bigodes do Happy), eu só conseguia pensar em uma coisa: COMO A LUCY PODIA SER TÃO CRUEL COMIGO???? ERA EU QUE IA TER QUE FICAR OUVINDO O HAPPY RECLAMAR DOS BIGODES QUE ESTAVAM DOLORIDOS... ELA IA FICAR DE BOAS COM A ERSA NO TREM.

- o que vc acha Natsu? – perguntaram os dois????

- quero lutar com o Laxus – falei sem dar bola para o que eles estavam falando.

- o que isso tem haver com espetinho de gato azul?

- e meu bigode???? – Happy pareceu ofendido.

- isso me deixou com fome – falei olhando para Happy que saiu voando pela janela.

- EU VOU MORRAR COM O GRAY!!! – gritou chorando já do lado de fora da casa.

- Happy – falei me sentindo culpado.

- ele volta logo, - me acalmou Lucy – bom, vamos comprar os materiais deste ano.

- compramos o do Happy tbm? – perguntei.

- Natsu... o Happy... não participa das aulas, lembra? Ele é um animal de estimação...

- CRUEL – gritei – como vc pode dizer que é nossa amiga???? – dramatizei, mas acho q isso a irritou.

- ELE É UM GATO!!!! NÃO ESTA OFICIALMENTE MATRICULADO – gritou ela- CABEÇA DE FOSFORO AMBULANTE!!!!!!

- ta bom, eu não sou surdo, Lucy-estanha – falei e sai correndo até a lareira – beco Diagonal

A visão de uma Lucy muito brava foi substituída por uma cortina de chamas verdes, e então, eu estava onde deveria comprar os materiais escolares deste ano.

 

Natsu off

 

Killua on

A pesar de ter falado para Gon dormir, já estava amanhecendo quando eu consegui pegar no sono.

A caverna escura produzia ecos infinitos, não deixando identificar de onde vinham os sons ao meu redor, portanto a barulho alto de um gotejar fazia calafrios subirem pela minha espinha arrepiando os cabelos em minha nuca.

Algo pareceu deslizar pelo chão unido movimentando levemente o ar que trazia consigo o cheiro de podridão.

Olhei ao redor, torcendo estar enganado sobre onde os meus sonhes me levaram. Infelizmente, eu me recordava bem daquele lugar. Eu estava certo.

Meus olhos encontraram uma das criaturas mais bizarras que eu já havia visto: da cintura para cima ela parecia com um humano, porem a pele devia cobrir apenas 30% de seu corpo, o resto perecia um emaranhado de ossos e órgão podres a mostra, ela possuía garras de 5 centímetros que partiam desde o ultimo osso dos dedos, e presas extremamente afiadas, pelos cantos de sua boca escorriam um liquido mucoso de tonalidade verde luminoso. A cintura para baixo as pernas eram substituídas um uma longa cauda de serpente que pareciam prender alguém sob ela.

Enquanto eu observava, as garras da criatura desceram lentamente até a pessoa imobilizada e arrancaram alguns órgãos que foram levados até a boa da criatura com outro movimento alongado.

Uma dor intensa no estomago fez com que eu me curvasse para frente, até que estivesse deitado no chão. Senti meus braços e pernas presos contra o chão por algo frio e asqueroso. Olhei ao redor reconhecendo a imensa cauda sobre mim. Vi as garras descerem novamente em minha direção, rasgando a minha pele e quebrando algumas das minhas costelas, sujando de sangue ainda mais as mãos de osso e lançando ondas de dor que encobriram todos os meus sentidos.

Tentei gritar por ajuda, mas as frias mãos fecharam-se ao redor de minha garganta, e as presas da criatura vieram na direção do meu rosto.

Acordei com um sobressalto, agarrando os lençóis e suado, com muita dor nas cicatrizes recém fechadas desde a minha última batalha.

- ah Killua! – Gon saiu do banheiro saltitante como sempre, e eu tentei esconder o medo imposto pelo pesadelo – você já acordou! – falou ele feliz, acenei com a cabeça sabendo que a minha voz me trairia – Leorio ligou – informou ele – ele e Kurapika estão bem o vice-diretor de uma escola os ajudou... como era mesmo o nome dele... ah, sim! Macarov! Parece que ele os convidou para estudar magia na sua escola e eles resolveram ficar.

- Macarov? – perguntei ainda tremendo um pouco – se eu não em engano, esse é o nome do atual vice-diretor de hogwarts – falei.

- sério? – perguntou ele animado - eu não sei pq, mas a minha intuição me diz que nosso próximo passo está em Hogwarts- falou Gon.

-haii hai. – falei ainda fingindo que estava tudo bem – vou tomar banho, se quiser pode ir tomando o café.

Entrei no banheiro rápido, antes que Gon pudesse responder e entrei debaixo do chuveiro, esperando que a agua levasse as memorias do pesado embora pelo ralo.

Killua off 


Notas Finais


espero que vcs tenham gostado
até aproxima <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...