História Preference - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Xiumin
Tags Baekyeol, Bem Fluffy, Chanbaek, Exo!fem, Fem!chanyeol, Fem!exo, Fluffy, Girl!chanyeol
Visualizações 345
Palavras 1.246
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Droubble, Ecchi, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie! Minha primeira 1S com personagem fem!exo :'), usei uma imagem da abertura do anime Lovely Complex (recomendo muito esse anime shuahusahusa), ficou curtinha, mas fiz de coração :'), eu usei a Minah Kang para imaginar o Chanyeol!fem
Espero que gostem, desculpem por algum erro ortográfico
Boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo Único


Capítulo Único

Park Chanyeol tentava se distrair com o seu maravilhoso milk-shake de chocolate, já havia ido até a sua livraria favorita logo após a faculdade e ainda havia passeado pelo parque próximo à sua casa. Estava ao máximo tentando se distrair, tudo para esquecer que naquele dia fazia quatro meses que seu último relacionamento havia terminado. 

Apesar de ter estado bem feliz com aquele relacionamento de apenas três meses, seu namorado não sentia o mesmo por si e terminou dando a desculpa mais esfarrapada possível. Havia levado a moça para passear em um lugar afastado, dizendo que queria ter uma séria conversa com a namorada.

Enquanto Chanyeol se iludia, imaginando que Kim MInseok lhe pediria em casamento ou em noivado... Seu pensamento mudou e seu coração foi despedaçado assim que ele disse que queria terminar o relacionamento. 

“Não é você, sou eu”

“Acho que eu não gosto mais de você... Me desculpe” 

Apesar de Minseok ter usado essas desculpas estúpidas e ridículas, Chanyeol sabia qual era a verdade e que o Kim nunca iria revelar ela para si. O verdadeiro motivo do término era apenas um.

A diferença de altura entre ambos.

Chanyeol tinha 1,70 de altura e ainda faltava meses para completar vinte e dois anos, enquanto Minseok já tinha vinte e quatro anos e 1,60 de altura. Já fazia anos que a Park havia abandonado os saltos altos, não precisava deles para parecer ainda mais alta e ter o tamanho comparado ao de um poste. 

Quando Minseok e Chanyeol andavam lado a lado, a diferença de altura entre ambos era algo gritante e bom, o homem nunca havia se acostumado com os olhares indiscretos das pessoas ao verem a altura de sua namorada e aquilo incomodava um pouco, logo esse sentimento de incomodo aumentou e ele não aguentou mais.

Apesar de no fundo saber que Minseok não ficaria muito tempo ao seu lado, Chanyeol havia sim saído magoada com o término. 

— Ai! — A morena gritou assim que esbarrou em um estranho e foi ao chão, por pouco não machucando o seu rosto.

— Meu Deus! Me desculpe, me desculpe! — Enquanto tentava se recuperar do tombo que havia levado, Chanyeol ouvia o homem que havia a derrubado parecendo desesperado com o seu tombo. — Eu... Eu estava distraído e não vi você.

— Mexendo no celular é fácil não olhar para a frente. — Chanyeol retrucou e logo viu o que havia restado de seu milk-shake no chão. — Meu milk-shake. — A voz da garota diminuiu.

— Me desculpa, você está bem? — O homem perguntou e ajudou Chanyeol a levantar.

Assim que a morena ficou em pé, o homem de cabelo vermelho tentou disfarçar a surpresa que teve ao ver como a garota era maior que si. 

— Eu estou bem. — Chanyeol disse e gemeu baixinho assim que sentiu um incomodo em seu joelho. — Droga.

A Park havia machucado o seu joelho com o tombo, sua meia-calça favorita estava rasgada e suja com o sangue que saía do ferimento em seu joelho, a morena tentava ignorar a ardência que sentia naquela região e a tristeza por ter perdido o seu precioso milk-shake. 

— Você se machucou. — O homem disse baixinho e ficou assustado com o ferimento no joelho da moça. — Vamos até a minha casa, é bem pertinho daqui e eu posso cuidar do seu machucado.

— Eu nem conheço você. — Chanyeol franziu o cenho.

— Eu sou Byun Baekhyun. — O homem se apresentou e estendeu sua mão. 

— Park Chanyeol. — A garota apertou sua mão. 

— Vamos, minha casa é aqui perto. — Baekhyun tentou auxiliar a morena e a mesma o parou. — O que foi?

— Se você estiver me levando para a sua casa, achando que vai abusar do meu corpinho, eu chuto as suas bolas e acabo com você. — Chanyeol disse séria, assustando Baekhyun.

— Está bem... — O menor engoliu a seco. — Você quer ajuda?

— Não preciso de ajuda. — Chanyeol retrucou e quase foi ao chão sozinha dessa vez, se não fosse pelos braços de Baekhyun a segurando. — Está bem, eu preciso só um pouquinho de ajuda.

Quando Chanyeol chegou à casa do Byun, tentou não mostrar o quão envergonhada havia ficado com o cuidado dele com o seu machucado. Ainda chateado por ter provocado aquele machucado na moça, Baekhyun fez questão de levar Chanyeol até em casa.

Claro que isso havia sido o suficiente para que seus pais ficassem em seu pé, perguntando quem era o homem que havia lhe trazido em casa e quando ele seria apresentado como seu namorado.

Depois daquela vez ambos começaram a se encontrar mais vezes, sempre se esbarrando pelas ruas, mas dessa vez sem nenhum tombo. Baekhyun ainda se sentia culpado pelo tombo e sempre quando possível, tentava pagar um milk-shake de chocolate para a moça. 

— Está muito frio pra você ficar aqui fora. — Chanyeol saiu de seus pensamentos assim que ouviu a voz de seu namorado. 

— Eu já melhorei da gripe, estou falando sério dessa vez. — A moça retrucou enquanto Baekhyun sentava ao seu lado, aproveitando a brisa fria trazida pela início do Outono.

— Mas, ela pode voltar caso você continue pegando essa friagem. — A morena não escondeu um sorriso envergonhado assim que Baekhyun colocou seu casaco sobre si e depositou um suave beijinho em uma de suas bochechas.

As roupas do Byun ficavam levemente apertadas em si, mas Chanyeol nunca se importava de vestir algumas roupas do namorado. 

Namorado.

Chanyeol riu baixinho com essa palavra, não imaginava que teria um namorado depois de Minseok e imaginava ainda menos que Baekhyun iria ama-la e ignorar completamente o fato de ser bem mais baixo que a namorada.

Enquanto ela tinha 1,70, o homem de cabelo vermelho tinha apenas 1,56 de altura.

14 centímetros de diferença.

— Baek... — Chanyeol chamou o namorado enquanto ambos seguiam para dentro da casa do ruivo. — Posso fazer uma pergunta?

— Claro, meu amor. — Baekhyun sorriu. — O que é?

— Por que os homens preferem as mulheres baixinhas? — Chanyeol fez um leve bico com os lábios.

— Eu não sei, Channie. — Baekhyun mordeu seu lábio inferior, tentando achar uma resposta. — É legal ter uma namorada baixinha, poder esconder ela em seus braços como se estivesse a protegendo do mundo e...

Baekhyun parou de falar assim que a namorada lhe abraçou. A morena o empurrou contra si, abraçando o namorado fortemente e apoiando seu rosto na cabeça do mesmo.

— Você está certo, é legal ter um namorado baixinho. — Chanyeol riu e o menor levantou seu rosto para encarar a namorada. — É muito fofo ver você assim, você é tão pequeno!

— Yah! Pode parando. — Baekhyun se aconchegou no abraço da namorada, passando seus braços por sua cintura. — Eu sou baixinho, mas não tanto.

— Você é o meu baixinho. — Chanyeol afinou um pouco sua voz, fazendo seu namorado rir.

— É, eu sou o seu baixinho. — Baekhyun murmurou envergonhado fazendo a morena sorrir boba. 

. . . 

Na manhã seguinte, O Byun despertou lentamente. Já ia fazer movimentos bruscos quando notou que Chanyeol dormia com a cabeça encostada em seu peito.

Não pode evitar e sorriu com a cena.

Apesar de não se importar com a altura de sua namorada ou com a diferença de altura do casal, Baekhyun simplesmente adorava quando Chanyeol deitava em seu peito e ele podia aconchega-la entre seus braços. Naquele momento confirmava que, a diferença de altura entre ambos era realmente o que menos importava.

— Eu amo você, Baek. — Chanyeol resmungou, aproveitando seu sonho e Baekhyun riu baixinho ao ver a namorada falando enquanto dormia.

— Eu também amo você, Chan. — O ruivo sussurrou e beijou sua testa.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...