História Pressione para escolher seu destino - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 7
Palavras 937
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 15 - Second day


Natália voltou pra sua casa enfurecida, já que, de fato, não sabia se havia algo entre seu ex ficante e Selena, e já teve a concreta certeza de que não tinha mais nada com Bruno. Mas ela não possuía tristeza, e sim raiva.

****

No dia seguinte, Selena e Bruno vão de manhã para a escola, conversando.

- Você está bem mesmo? A Natália é fraquinha mas seu impacto com a mesa foi muito-...

- Relaxa Selena, eu vou ficar bem, não se preocupa.

- Bruno?

- Fala.

- Se você estivesse apaixonado por alguém, você diria?

- Sim ué, eu diria, porque?

- Nunca disse pra Natália que gostava dela?

- Hm? (Disse meio envergonhado)

- Ué, você não gosta dela?

- Eu acho ela linda, é bem gostosa, mas não chega a ser a mais linda do mundo, é que tipo, eu não sei falar sobre meus sentimentos sabe..? (Disse coçando a parte de trás da cabeça)

Selena se decepcionou um pouco. Engoliu seco tentando pronunciar as palavras seguintes.

- Porque não tenta... Namorar com ela?

Bruno fez uma cara de deboche e riu um pouco.

- Não sou de namorar não. Eu pego sabe? Fico uma noite, mas não me apego não.

Selena suspirou pesadamente, mas estava um pouco feliz por ter uma resposta negativa do amigo em relação à Natália.

"Amigo".

Após um tempo caminhando chegaram ao colégio, Bruno viu os amigos dele, e foi cumprimenta-los, mas sem excluir Selena, a levou junto.

- Pra onde vamos?

- Relaxa, são só uns amigos meus.

Selena foi com Bruno até seus amigos, e muito tímida. Tinham umas três pessoas.

- Eae galera (disse Bruno fazendo toque de mão com todos).

- Fala Bruno, quem é a novata? (Perguntou um amigo do grupo)

- É a Selena, ela se mudou a pouco tempo.

- Hm, fala ae quatro olhos. (Disse um amigo, fazer o grupo inteiro rir, exceto Bruno e Selena)

Bruno se irritou com aquele comentário, olhando com raiva para Fábio, o garoto que fez o comentário.

- Retira agora o que você disse seu filho da puta!

- Relaxa cara, foi só um comentário. (Disse Fábio)

- Cala a boca. (Disse Bruno)

- tudo bem Bruno, eu já tava de saída mesmo. (Disse Selena cabisbaixa)

Selena saiu da roda de amigos do Bruno e o mesmo tentou ir atrás dela, só que foi puxado pelo Braga, outro amigo da roda.

- Bruno na moral, não acredito que você vai querer ir atrás dela, tem mina muito mais gata. (Disse Braga)

- Vai tomar no seu cu, isso não deu o direito de falar aquilo pra ela.

- Meu Deus Bruno, era só uma brincadei-...

- BRINCADEIRA TEM LIMITE! (gritou Bruno fazendo o pátio inteiro olhar pra ele). Olha, se eu ver vocês fazendo mais alguma coisa com a Selena, eu juro que vou fuder com a vida de vocês!

Bruno saiu e deixou os do grupo de boca aberta.

- Essa garotinha já chegou arrumando um guarda costas. (Disse Perão, um integrante do grupo)

- Cala a boca Perão, ela vai ver que com a gente não se brinca não. Bora galera. (Disse Fábio)

Assim todos seguiram Fábio até dentro da escola. Selena estava sentada em um banco abraçando suas pernas enquanto encostava sua cabeça de lado nos joelhos, ela não chorava, mas estava com a feição de tristeza.

- Cadê aquela mina? (Perguntava Fábio furioso)

- eu sei lá mano, ela sumiu. (Disse Perão)

- Alá, achei, naquele banco lá. (Disse Fábio)

Assim, o garotos prosseguiram até o banco onde Selena estava e a seguraram pelos braço até uma saída isolada.

- Você vem com a gente 'nerdinha'. (Disse Fábio rindo enquanto Perão e Braga a seguravam pelo braço até a saída)

- Me solta, pra onde tá me levando?

- Fica quieta!

Os dois jogaram a garota no chão, e ela tenta se levantar, porém Fábio literalmente pisa nela, e isso a faz cair novamente.

- Tira seu pé de cima de mim. (Disse ofegante)

- Quem dá as ordens aqui sou eu! (Disse Fábio)

Selena consegue se livrar do pé de Fábio e se levanta rapidamente para tentar fugir mas é pega pelo braço antes de conseguir. Fábio a puxa tão forte que aproxima seus rostos, é possível sentir o desespero de Selena em sua respiração e isso sacia mais ainda Fábio.

- olha o que temos aqui, parece que o passarinho caiu nas garras do gato... Miau HAHAHAHA. (Diz Fábio)

Fábio começa a assediar Selena, passando suas mãos pela cintura e depois bunda.

- Fábio para! Isso pode dar ruim! (Disse Braga)

- Que nada, depois é minha vez! (Disse Perão com um sorriso malicioso)

- NÃO, ela é minha! (Disse Fábio quase gritando)

- ME SOLTA! TIRA A MÃO DA-.. (Fábio beija Selena a força, impedindo a mesma de terminar a frase)

- Solta ela Fábio, isso pode dar ruim! (Disse Braga)

- Cala a boca imprestável! (Disse Fábio)

Selena sem muitas formas de defesa, encontra uma bem eficaz, ela chuta as partes de Fábio fazendo ele gemer de dor no chão. Ela tenta fugir, porém Perão segura ela e a soca no rosto. Fábio consegue se levantar e sorri de um jeito macabro.

- PARA! Só eu bato nela. (Diz Fábio dando outro soco na garota). Isso é pra você aprender que quem manda nesse colégio somos nós.

Selena estava com o nariz sangrando, e havia perdido seu óculos mas ainda tinha forças pra levantar. Ela se levanta e saí correndo para muito longe, porém desmaia no chão em meio a algumas pessoas.

   - Selena? (Disse a enfermeira)



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...