História Professor particular - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Suga
Tags Drama, Romance, Sexo, Tortura, Violencia
Visualizações 25
Palavras 934
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpeeeemmmmm a demora e os erros que eu sei que sao muitos e a capa pobre é que minha vida ta uma bagunça... espero que conpriendam e continuem me dando muiito amoor...
O hot nao esta dos melhores é a minha primeira vez ... beijocas amores

Capítulo 5 - Te amo, e não consegui esquecer...


Fanfic / Fanfiction Professor particular - Capítulo 5 - Te amo, e não consegui esquecer...

Sai de lá com a maio vontade de chorar, mais tive que conter não queria estragar a alegria do hobie...


                  (....)


Chegando em casa fui diretamente para o meu quarto. O hobie colocou a pizza pra esquentar já que estava fria pelo tempo.. fomos comer a pizza com a coca, tinha até esquecido do wisk.


JH: então s/a se divertiu? 


S/N: siim e muito (Sorri de boca fechada)


JH: acho ótimo, porque vamos nos divertir mais.. dias (sorrio ladino) (assenti sem graça)


                 (....)

Conversamos bastante sobre varios assuntos. Assim que acabamos eu fui pro meu quarto e hobie foi pro dele já que ele já morou conosco antes quando eramos menores. Fui tomar um banho quente pra relaxar, era tão bom sentir a água sobre meu corpo,  sai do banho e fui me trocar vesti apenas uma langerrir preta e uma blusa masculina grande e me deitei na cama. 

Fiquei encarando o teto lembrando da cena que vi do meu professor particular e a menina era tão joven aquele velho, idiota, pedófilo aish como odeio ele! ... estava murmurando até que vi a porta se abrir revelando meu primo e o que era aquilo? QUE DEUS GREGO SENHOOR.. ele vestia apenas uma calça moleton cinza sem blusa com os fios bagunçados, mordi o lábio inferior quando o vi entrar.


JH: gostou?


S/N: q que? 


JH: DO QUE VIU S/N! sempre lerda  (sorrio soprado) 


S/N: o que veio fazer aqui hobie?

(Sorri ladino)


JH: brincar s/n. Estava querendo brincar contigo s/a (sorriu mordendo o lábio inferior) 


S/A: hmmm.. de que oppa? ( mordi o canto do labio)


JH: de que você é a minha escrava vamos?


S/N: woow, Oppa, você é mal, muito mal (fiz voz de bebe, arrancando um sorriso ouzado do mesmo) como fuciona Oppa?


JH: eu vou ditar as regras. Apartir de agora me chame de Daddy e você é a minha escrava.  Eu vou te prender.. vamos começar.


                 ( ...)

Ele me prendeu na cama e começou a beijar meu pescoço me fazendo contorcer e soltar leves arfares ele foi descendo beijando cada parte do meu corpo por cima do vestimento estava toda arrepiada. Ele rasgou a blusa com força jogando em qualquer lugar, começou levemente a tirar meu sutiã após tirar ele abocanhou o seio direito enquanto brincava com o outro e visse versa. Não podia me mover direito, apenas contorcer o corpo ele foi descendo cada vez mais deixando selares em meu corpo até chegar na barra da calcinha que o fez lember o lábio. Ele modiscou minha barriga causando arrepio e me tirando arfares ele pegou na barra da calcinha com a boca e foi descendo lentamente até me deixar completamente nua.

Ele foi mordiscando a minha intimidade levemente me tirando mais e mais gemidos arrastados e torturador.

Ele começou a passar a lingua na minha vagina. Estava muito bom eu estava enlouquecendo.  Em seguida eke penetrou dois dedos na minha intimidade e logo mais um estava estocando os dedos devagar fazendo movimentos de tisoura ele logo abocanhou novamente minha vagina fazendo movimentos  giratorios até que eu cheguei no meu apice e ele engoliu todo o meu liquido sem deixar uma gota


JH: você é muito doce s/n (lambeu os labios ) quero voce de quatro minha escrava  ( sorrio de lado)


S/N: Ta bem Daddy


JH: isso ai boa menina 


Me virei com um pouco de dificuldade mais com seguir. Sentir uma leve dor na  nadega mais que me propôs prazer e outro, e mais outro, e mais um, ele estava me torturando de uma forma prazerosa. Quantos mais ele estapeava minhas nadegas mais eu gemia de dor e de prazer.


S/N: awwm Daddy, mais forte awwm Daddy faça mais forte.


JH: peça baby girl  o que você quer mais? Hum? Peça que seu Daddy te dar


S/N: bata mais Daddy, eu mereço eu fui uma garota mal daddy me bata mais awwm... começou a distrubuir mais e mais tapas nas minhas nadegas.


JH: vire de frente baby, hu? Quero foder essa sua bocetinha todinha, depois vou comer seu cuzinho todo baby, quero te dar mais prazer baby.

Ele foi tirando cada peça de roupa e por ultimo sua box que já mostrava seu pénis héreto por cima do pano, tirou a box revelando seu pênis grande e héreto. Estava doida pra por aquilo na boca estava com água na boca, gemi arrastado quando ele pincelou seu pênis na minha vargina,  ele me desprendeu da cabisseira da cama e eu abocanhei seu pau fui movendo levemente  minha boca fazendo o mesmo jogar a cabeça para trás. Fiz movimentos de vem e vai varias vezes  até que ele chegou no seu apice e eu engoli todo seu liquido.

Ele subiu lentamente em cima Jimin (Alex: sorry ) e agarrou meus labios ferozmente dando chupadas e mordidas, estava perfeito estava bom até de mais, até que porque puta wue pariu eu lembrei do nojento do yoongi que me fex broxar na hora. PUTA QUE PARIUUUU.


JH: O que ouve s/a? Tava tão bom


S/N: nada hobie só nao estou bem. Mais realmente estava perfeito se tivessimos ido até o fim talvez amanhã nem consegueriia ter aula (sorri ladino mordendo o labio inferior)


JH: pior que é verdade, mais foi bom brincar um pouco. Vamos dormir juntos pode ser?


S/N: claro Daddy (sorri sapeca)


JH: a s/a ai você me deixa mais duro do que já estou ( mordeu o labio)

Ele nos cubriu e eu abracei seu corpo afundando meu rosto na carvatura de seu pescoço fui pegando no sono até que ouvi um sussuro mais fingir estar dormindo.


JH: aaah s/n se você soubesse que te amo desde pequeno e nao te esqueci.. (respirou fundo e suspirou)


S/N:O que ele disse ??? Serio isso?





Ai eu to com medo!!! Continua?










Notas Finais


Desculpem os erros e a demora amores perdão se demorei muito


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...