História Protector - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Exo, Park Chanyeol, Sobrenatural
Visualizações 30
Palavras 910
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Se vcs vão amar o Chanyeol nesse capítulo? Vão!

Aproveite ~^¤^~

Capítulo 2 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction Protector - Capítulo 2 - Capítulo 2

Sem pensar duas vezes, saí de lá. Eu não queria ser mais descorberto ainda, já pensou qual seria a reação da Amy ao saber que um ser segue ela e que sabe de todos os segredos dela, me matar era impossível, mas ela com certeza ia fazer alguma coisa pra me afastar dela.

 Quando disse que sei todos os segredos da Amy, são todos mesmo, inclusive o que ela tinha mais vergonha, bom, Amy ainda era virgem, e se culpava muito por "não ser suficiente pra atrair alguém", mas ela nunca aceitou quando os caras chamavam ela pra transar.

 Me ajuda a te ajudar, Amy!

 Cheguei em casa correndo, e nem percebi que simplesmente brotei do nada em casa, assustando o Hoo Jung.

 -PUTA QUE PARIU, CHANYEOL! VAI ASSUSTAR TUA MÃE FILHO DE UMA RAPARIGA!

 -Hein? Rapa... O quê? Você e suas expressões brasileiras...

 -Puta merda Yeol... Você é macabro, tá? Principalmente usando essa roupa toda preta e sem mostrar os olhos.

 -Tá bom.

 -Mas me conta... Como foi com a Amy? Ela tá bem?

 -Tão bem que conseguiu me dectar, me abraçar e...

 -E...?

 -Se comunicar comigo...

 -QUÊ??

 -Eu fiz uma pergunta pra ela, no meu pensamento, e ela respondeu fisicamente.

 -E agora?

 -Eu não sei, só sei que vou ter que passar um tempo sem seguir e nem visitar ela, só depois de um tempo, ela talvez... consiga esquecer minha energia.

 -Amy On-

 Depois que eu respondi a criatura, ele simplesmente sumiu, como eu percebi isso? Antes eu conseguia sentir o calor dele, calor do qual me acendeu inteira, e depois que ele sumiu, eu só senti o vazio e ar frio do vento.

 Hyon Joo estava paralizada e pálida, ela sempre teve medo dessas coisas, e acho que o limite do medo bateu ao ver a amiga abraçando o vento e dizendo que tinha alguém alí.

 Três semanas se passaram, e eu nunca mais senti a presença daquele ser, seja quem fosse ele, eu não conseguia esquecer o calor incrível que ele emanava, cheguei até a ter pensamentos impuros...

 Amy... Vai te benzer!

 -Amy? Que tal irmos num restaurante hoje?

 Perguntou Shin Woo, um escritor que trabalhava na mesma empresa que a minha.

 -Agora?

 -Sim, já é noite, e nem tivemos tempo de comer direito hoje. Vamos?

 -Tudo bem então.

 Saímos da empresa, e Shin Woo dirigiu até o apartamento dele, pois ele disse que tinha que pegar seu celular. Chegamos no estacionamento do prédio dele, e quando fui descer, ele travou a porta.

 -O quê foi? Não quer que eu entre? Tudo bem, eu espero aqui.

 -Vamos brincar um pouco Amy.

 

 Shin Woo me lançou um olhar malícioso, e eu já deduzi que dalí não saíria coisa boa.

 -P-pare de brincadeiras Shinwoo!

 -Por quê? Essa brincadeira é tão boa! Principalmente com alguém deliciosa como você!

 -SAIA! EU NÃO QUERO FAZER NADA!

 Comecei a me debater dentro do carro, e mesmo que eu fosse alta e tivesse os meus 1.70 de altura, Shinwoo era mais alto ainda, e mais forte também, era impossível me soltar dele.

 De repente, senti uma dor miséravel entre minhas pernas, e também um pouco de líquido escorrer.

 Esse filho da puta... Como pôde me estrupar?!

 Shinwoo nem me deu tempo de recuperar da dor, e iníciou movimentos rápidos, me fazendo chorar mais ainda.

 Estava prestes à desmaiar alí de tanta dor, quando vi o vidro da frente e quebrar, e Shinwoo ser arremeçado pra fora do carro. Foi ele, o homem da outra noite, ele olhou pra mim, mas não pude ver seus olhos, pois estavam cobertos pelo capuz.

 Shinwoo se levantou e correu pra cima do homem, que em uma tacada só, segurou o pescoço de Shinwoo, o jogando numa viga, e o fazendo desmaiar... Ou talvez morrer, pois a viga se destruiu completamente no momento que Shinwoo foi jogado.

 Ok! Esse cara definitivamente não é humano! Com certeza não!

 -Você está bem? -Falou o homem quebrando a porta do carro com fúria.

 -O-obrigado... -Foi a única coisa que consegui falar.

 -Venha comigo.

 O homem me segurou nos braços e saiu de lá andando comigo nos braços. Com essa aproximação, pude sentir o calor dele, e era o mesmo calor do ser que abracei.

 Finalmente te encontrei, mocinho!

Fui o caminho todo acordada, e percebi que ele não me levou pra casa, e sim pra um lugar que provavelmente era a casa dele.

 Entramos, e me surpreendi ao ver que ele não morava sozinho, pois tinha um rapaz jovem e muito bonito assistindo TV.

 -Finalmente chegou! Eu te falei que nada aconteceu com ela! Suas intuições sempre estão erra... MEU DEUS! -Falou o rapaz correndo até nós.

 Eu entendia o desespero dele, ver seu companheiro de apartamento segurando uma mulher com as pernas manchadas de sangue, não era nada normal.

 -Pegue algumas toalhas humidecidas pra mim. Vou levar ela pro meu quarto.

 -Sim, sim!

 O grandão me colocou na cama, e logo o outro rapaz chegou no quarto com as toalhas.

 -Obrigado. Faça alguma comida por favor, ela deve estar com fome.

 -É pra já! -O rapaz sorriu pra mim e logo depois diz. -Fighting!

 Fiquei à sós com o grandão, e ele logo começou a limpar minhas pernas com toda a delicadeza do mundo.

 

 -Qual seu nome? -Me atrevi a perguntar.

 -Park Chanyeol.

 -E quem é você?

 -Não é algo que você precise saber.

 -Quem é você?

 -Já disse, você não precisa saber.

 -Quem é você?

 -Eu? Eu sou seu protetor.

 


Notas Finais


Muitas emoções em um capítulo só! Khhkhkhkh

Obrigadis por ler
♡~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...