História Puro amor--Taekook - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 643
Palavras 719
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi oi armys.Bem acho que esse capítulo vai te chocar um pouco, mas futuramente (CALMA !!!) as coisas não vão ficar assim.

Capítulo 16 - Memórias perdidas


Fanfic / Fanfiction Puro amor--Taekook - Capítulo 16 - Memórias perdidas

             ¶¶ ONDE ESTOU? ¶¶


Acordo em uma cama de hospital, eu estava com muita dor, minha cabeça parecia que ia explodir, olho para o quarto todo branco, assustado sem saber onde eu estava, tiro o soro que estava injetado em minha veia ,levanto da cama e dou passos fracos mais rápidos para à saída do quarto.


Há uma janela olho para fora um sol brilhante,estranho ja que estava muito frio, e nevava , o gramado estava branco como açúcar, era muito lindo.


Eu estava sorrindo com aquela linda cena, mas sinto uma dor na minha barriga, coloco minha mão sobre ela, sentindo a cicatriz.


— Oque é isso?


Olho para o lado vendo um corredor, começo a andar por ele, não a muitas pessoas por aqui.


Começo a olhar tudo,quando vejo um corredor me fazendo lembrar de algo.


Imagens vem a minha cabeça, era lembranças horríveis.Vi uma garota loira me enfiando uma faca.


Oque eu era antes? Oque eu fiz pra ela, quem ela era?


Por algum motivo essa lembrança me fez eu me sentir um monstro.


Que sentimento estranho é esse?


        ° Na casa de Jungkook °


 — Mãe eu tenho que ir.


Falo pegando minhas malas, saindo de casa.


— Não,você não vai.Jungkook não vale a pena–Fala minha mãe me puxando para dentro de casa.


— Mãe eu amo ele, já faz meses que ele está em coma.


Falo saindo de casa chateado.


— Não importa, ele não deve ser uma boa pessoa–Ela me segue–Ele levou uma facada,como ele seria algo melhor que um simples vagabundo?–Fala ela gritando comigo.


— ELE NÃO É UM VAGABUNDO–Grito–Você acha que ele levou uma facada por quê ele quiz?–Falo muito bravo, eu já estava vermelho.


— Oque! VOCÊ ACHA QUE PODE GRITAR COMIGO JEON JUNGKOOK? Ele é só um drogado–Grita fazendo um escândalo.


Eu estava com muita raiva da minha mãe, ela nem conhecia o V, como ela poderia dizer isso dele?Jogo na sua cara o que ela fez.


— ELE NÃO É UM DROGADO. Mas você não sabe disso mãe, você não sabe de nada da minha vida–seguro as lágrimas–...nem se preocupou em saber.Você só quer dormir com caras ricos–reclamei fazendo a mais velha ficar vermelha de raiva–O hyung rouba nossas coisas na sua frente e você insiste em dizer que ele é um boa pessoa–Falo e aponto para nossa casa–Ele é o vagabundo, o drogado,ele é garoto que enfiaria uma faca em alguém–Falo isso já deixando as lágrimas cairem, era horrível eu dizer isso, mas eu precisava desabafar.Eu tinha o dever de falar tudo à ela.


Ela se enfurece me dando um tapa.


— Não se atreva a dizer isso do seu irmão.Por isso ele sempre foi o preferido–Fala ela achando que estava certa,cruzou os braços como se quisesse que eu pedisse desculpas.


Eu falo chateado e sussurrando:


— Vai a merda.Mas que saco....


— Oque você disse Jeon Jungkook?–Pergunta ela toda desconfiada.


Eu estava com muita raiva, a ignoro e vou colocando minha mala no táxi.


— Oque você disse?–Gritou brava já sabendo exatamente o que eu havia dito.


Eu com raiva olho pra ela e grito:

  

— VAI TRANZAR COM SEUS NAMORADOS.É ASSIM QUE VOCÊ PAGA AS NOSSAS CONTAS.


Ela me da um tapa mais forte.


A vizinhança olhava,alguns que passaram pela rua apenas observavam a discussão.


— Você não é o meu filho.Vai embora, não te quero mais aqui.


Eu falo entrando no carro:


— Eu também nunca te considerei como uma mãe e eu já estava indo embora não precisa me expulsar.


Entro no carro chorando, mas não me arrependia de todas as palavras ditas, minha mãe estava preste a se casar de novo pela oitava vez.E não fazia nem um ano que meu pai morreu, estava decepcionado com ela.


          ¶¶ Chego no hospital ¶¶


Vou em direção ao quarto do V, vejo uma roda de medicos e enfermeiras no corredor, vou até lá ver o que estava acontecendo, vendo V sentado no chão todo desorientado.


Fico todo feliz por ele ter acordado, depois de tanto tempo, vou até ele sento no chão e pergunto:


— Você acordou hyung.Como é bom te ver.Você está bem?


Ele me olha assustado.


— Seus olhos.....eu me lembro deles–fala ele me encarando.


— Oque?–Pergunto asussutado.


— Quem é você?–Ele pergunta tentando se lembrar
(~quem é ele?....quem é ela?.....quem sou eu?)


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
#Comente oque achou.
Até o proximo capítulo, tenha uma boa noite ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...