História Quem é você garoto? (Yaoi) - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colegial, Homossexual, Originais, Yaoi
Visualizações 164
Palavras 2.111
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 31 - Lemon


Fanfic / Fanfiction Quem é você garoto? (Yaoi) - Capítulo 31 - Lemon

(Matheus)

Volto com um minúsculo saco de gelo para ele e em seguida o sinal bateu. O professor nos mandou ir para o banheiro. Foi até ele, joguei uma água no corpo e coloquei minhas roupas rapidamente.

-Matheus, meu amigão!-vejo tauan.

-o que está fazendo aqui?-digo enquanto fechava o meu armário.

-então quer dizer que os boatos são verdadeiros?-ele disse com um sorriso nos seus lábios.

-o olho confuso.-que boatos? 

-esses. Foi postado no seu fã clube a alguns minutos atrás.-ele me entrega o celular.

-"Matheus e Angel estão juntos novamente!" (Vídeo de quando eu estava protegendo angel) que merda!-o entreguei o celular e dei de ombros, seguindo para o dormitório.-você viu?-disse abrindo a porta.

-como?-Gabriel me olha.-achei que estava de mau comigo.

-dou um tapa na sua testa.-eu dei um ataque de raiva e parti para cima de um garoto.-digo me sentando na cama.

-era para eu estar surpreso?-ele arqueia sua sobrancelha.

-Mas!..n-não foi apenas por um discussão.-mordi meu lábio inferior.-ah, olhe no meu fã clube!-me joguei de cara para o travisseiro sob a mesma que estava sentando.

Ele demorou alguns minutinhos, mas percebi que ele já tinha terminado de ve-lo quando ele pulou na minha costa.

-Matheus, eu não vou bater em você, mas eu realmente não lhe entendo mais! Você sempre é sincero com si mesmo, você assume suas responsabilidades, você fala na cara, mas quando o assunto se trata de amor/Angel...você tenta se próprio enganar do que está sentindo. Se você ainda o ama, caramba! Vai em frente! Se alguma coisa acontecer novamente, dane-se, a gente aprende com os tombos.

Realmente...

-porta se abre.-gabri...el.

-olhei rapidamente, vendo james parecendo que iria explodir.-não pense besteira.

-i-isso, não é o que está pensando.-ouço a voz trêmula do gabriel, me fazendo soltar uma risadinha.

-se eu fosse você, eu iria de uma vez.-disse entre risos.

-ele saiu de cima de mim.-pense nisso.-ele andou até os braços de james, que o mesmo não se deu questão de retribuir.

-retribui esse abraço logo!-digo, o fazendo bufar e retribuir.

Os dois fecharam a porta e eu me virei de barriga para cima.

-ele está certo. Quando o assunto é sobre amor e angel, eu fujo! Eu  devia enfrenta-los como algo simples.-me sento na cama.-então eu vou voltar com ele agora!-botei um pé no chão, mas o coloquei de volta na cama.-não...eu não vou chegar nele que nem um abobado.-reviro os olhos. 

~ALUNOS, COMPAREÇAM AO REFEITÓRIO IMEDIATAMENTE.

a voz da diretora havia me tirado dos meus pensamentos. Me levantei da cama, e fui até o refeitório para saber o que a velha queria.

-bom alunos, como sabem estamos próximos do Halloween. (aí eles estão rsrsrs) gostaríamos de fazer uma festa, MAS vocês teriam que concordar, então?-todos começaram a festejar e gritar "sim" enquanto que eu estava concentrando em pensar naquilo que o gabriel havia me falado.

-aliás, cadê ele?

(Gabriel)

-n-não, a diretora está chamando os alunos.-falei enquanto tentava tirar seus lábios do meu pescoço.

-deixa aquela coroa.-ele bufa e me olha.- vamos aproveitar nosso momento junto já que você sempre está ocupado nos seus estudos e eu no futebol.

-isso é verdade...-disse fitando o chão, até sentir seus lábios me atacarem, e me puxar contra seu corpo.-m-mas você não quer aproveitar de outra forma?-falo entre o beijo.

-não gosta de me beijar?- ele fala em meu ouvido.

-não é isso...é que com gente nos olhando é...-olho para baixo.

-isso não é problema.-ele pegou em meu pulso e começou a me puxar.

-o que está fazendo?-falei quando adentremos no corredor dos dormitórios. Ele entrou no seu e em seguida nos trancou. Dei passos para trás, até me sentar em sua cama.

-ele se aproxima de mim.-e agora? Não tem niguém nos olhando. Posso te beijar?-ele pegou no meu queixo e deu um selar na minha bochecha.-posso te beijar assim na frente das pessoas?-engoli seco.-caso contrário...-ele diz sensual. Ele pegou entre meus fios de cabelo e iniciou um beijo. James ia cada vez mais para trás, até eu me deitar na cama. 

O mesmo pegou em uma das minhas coxas e começou a passar a mão nela, o que me fazia soltar algumas arfadas com o seu toque. Depois de um tempo a massageando, ele a deslizou pelo o meu membro, mas fechei as pernas no mesmo instante.

-w-wwn! James...-disse corado.

-relaxe, eu não vou foder você se não quiser.-ele passou seu polegar em meus lábios e voltou ao meu membro. Fui abrindo as penas aos poucos, sentindo sua mão começando a massagea-lo. 

-ah, ah..!-fechei meus punhos para conter meus malditos gemidos. -pare de me-me olhar...-disse com apenas um dos meus olhos abertos.

-é prazeroso.-ele dá um lambida nos seus lábios e adentra sua mão por baixo da minha box, a colocando para baixo.-uau.-ele disse olhando minha areção.-eu vou lhe ajudar com isto.- ele começou a me masturbar de um jeito rápido, o que tirava gemidos um tanto quanto altos de mim.

-j-james!-repetia seu nome em meus gemidos milhares de vezes, ainda mais quando ele pedia.

-gema meu nome o mais alto que puder, assim toda a escola saberá que você está prestes a ser fodido por mim.-ele disse com uma cara sexy para mim.

-n-não...

-ele diminuiu a velocidade, o que estava me torturando.-não estou te entendo...

-por f-favor...-ele ainda continuava.

-ainda não me convenceu.-ele sorri de canto.

Dane-se.

-james, me foda!-disse corado.

-com todo o prazer!-ele desabotoou a minha camisa, e fez a mesma com a dele as jogando em qualquer canto do quarto. Quando ele começou a tirar sua calça, soltei a seguinte pergunta:

-vai doer?-ele deu um sorriso malicioso.

-você não iria sofrer tanto com outras pessoas, mas já que você me escolheu.-ele tirou o resto da sua calça, me deixando ver aquela ENORME visão do paraíso.

Só pode estar de brincadeira que isto irá entrar em mim.

-ele me deu dois dedos dele e comecei a lubrifica-los. Quando terminei, ele adentrou os dois direto em minha entrada.

-Aaah!-soltei um grito não alto, mas não muito baixo.

-eu ainda estou sendo bonzinho com você, apenas porque não quero ver meu baby sofrer.-ele adentrou três.

-wwn!-mordi os lábios e dei reboladas discretas com o prazer que até seus dedos me davam.

-você gostou?-assenti timidamente.-deveria experimentar algo melhor.-o mesmo retirou seus dedos, e me virou de quatro. Me posicionei e ele pegou em minha cintura. 

-vamos logo...-disse com os olhos fechados fortemente. James começou a roçar seu membro em minha entrada para me provocar.-james!-digo autoritário.

-quanta pressa, baby.-ele deu uma risadinha e penetrou com tudo.

-ah..!-solto um baixo gemido, segurando no lençol. Ele começou a fazer movimentos de vai e vem, ainda dava algumas dorzinhas, mas com um tempo ela passou. Senti selares quentes em minha costa.

-hey, você está bem?-ele me pergunta.

-estaria se você continuasse.

O QUE EU ESTOU FALANDO? QUAL É O MEU PROBLEMA.

-ele retira seu membro do meu interior e me vira de frente para ele.-eu estava tentando ser gentil com você, mas pensando bem...você não está merecendo.-ele disse sério. Ele pegou nas minhas coxas e me penetrou novamente. Só que dessa vez ele ia com força, e de uma velocidade rápida. O que fazia a cama dar batidas na parede e eu soltar cada vez gemidos mais excitantes e altos.

-ahwwwn! James, eu quero m-mais!-agarrei em seu cabelo cinza, e o mesmo se aproximou dos meus lábios, me dando um beijo quente. Ele começou a dar estocadas profundas, mas lentas. O que não me torturava, mas me deixava com vontade de querer mais. 

-awwwn...-dou um gemido manhoso percebendo que o o mesmo achou o meu ponto sensível. 

-parece que eu encontrei algo especial.-ele sorri malicioso para e em seguida começa apenas dar estocadas fortes ali.

-ah! Ah! J-james...wwwn!-já estava sentindo meu limite chegar no máximo, então comecei a me masturbar enquanto admirava james que jogou seu cabelo soado para o lado.

Ainda não estou acreditando nisso...

-ô baby, assim você me deixa louco.-em seguida de sua frase o maior goza em meu interior me fazendo gemer arrastado, mas em seguida faço o mesmo deixando cair um pouco na barriga.

-ah..-ele solta um ar ofegante.-isso parece bom...-ele se posiciona em meio minhas pernas e chega perto do meu membro o abocanhando de vez.

-james...não..!-fecho os olhos com força segurando seus lindos cabelos.

(James)

-caramba, por que você me vicia tanto?-sequei todo aquele gozo que o mesmo tinha soltado, em seguida lambendo os lábios.

-ele cora.-vamos parar...temos aula daqui a pou...-pego em seus pulsos, eu não quero.-peguei em seu queixo e o virei com agressividade para o lado, logo devorando seu pescoço.

-james...-ele arfava meu nome de um jeito baixo e sensual que não saia da minha cabeça.-daddy...

Essa palavra...

-sim?-parei de chupar seu pescoço.

-posso cavalgar em você...?

-não precisava nem pedir.-peguei em seu pulso e virei as posições, ficando sentado na mesma. Afirmei minhas mãos com força em sua cintura e ele colocou suas mãos no meu ombro, fazendo que suas quicadas ficassem mais rápidas.-porra, baby!-mordi os lábios e seguida o puxei para o beijar. 

(Gabriel)

-saimos do beijo.-não sabia que era tão bom.-dizia ofegante enquanto cavalgava em seu membro de um jeito um pouco cansativo e lento. 

-acho que nunca tive uma transa tão gostosa como a sua...ah baby, você é tão viciante.-ele disse com seus olhos que ainda se mantia fechados.

-passei minhas mãos que estavam em seus ombros, forem até seu cabelo húmido. Cheguei perto dos seus lábios o dei um beijo demorado.-estou cansado.

-parece que não...-ele sorri e olha para baixo percebendo que eu ainda me mantia mantida com seu membro em meu interior. coro de leve e me levantou do seu colo me deitando em seu lado.

-perdão se machuquei você.-ele se vira para mim e pega em minhas nadegas me puxando para mais perto dele.

(Lucas) 20:57

Eu estava estudando, tentando na real! O tuan ficava andando de um lado para o outro tirando a minha concentração.

-tauan?-o olho.-algum problema?

-sim, u-um bem grave.-ele chega perto.

-qual seria?

-a diretora me disse para escolher a decoração e eu não sei.

-você não sabe.-dissemos juntos.

-eu preciso estudar, e escolher uma decoração é simplesmente fácil.-me levanto e pego em sua gravata.-então trate de ficar quieto, por favor.-digo sério.

-mas você que eu sou indeciso.-ele faz bico.

- vamos fazer uma troca, você resolve aquelas contas e eu escolho a decoração, está bem?

-por isso que eu amo você.-ele beija a ponta do meu nariz e se senta onde eu havia sentado.

-peguei o seu tablet e me sentei na cama. Estava olhando as decorações que havia, até chegar alguma mensagem.

"Eeeeeeeeiii! Finalmente peguei seu número, tuan!" 

-olhei para ele e olhei para o perfil da garota, em seguida a respondi. "Por favor, apague meu número. Eu já estou namorando, e prefiro não criar conflitos. Adeus." Depois bloqueei a garota e continuei vendo as decorações.

.....1 hora depois......

-acabei aqui.-tauan se joga em meio minhas pernas, com a cabeça enterrada no peito. Sorrio de canto e começo a massagear seu cabelo.

-já escolhi, você talvez goste.-sorri de lado.

-com certeza eu vou.-ele pega o tablet do meu lado e começou a mexer. Então liguei a tv e percebi que o mesmo começou a rir.

-qual é a graça?-enfiei a cara no tablet vendo o que eu havia mandado o que me deixouum pimentão.

-não posso estar vendo isto!-ele ri mais.

-p-para! Solta isso!-tento tirar da sua mão.

-"Adeus."-ele disse parando um instante e rindo de volta.

-cruzo os braços ainda com vergonha.- idiota.

-por que você foi tão frio?-ele disse ainda soltando risos.

-é o meu jeito.

-ele beija a minha bochecha.-não faça mais isso.-ele disse voltando a se deitar em meio minhas pernas.-hey!-ele me olha com uma cara brava.

-o que foi?- digo ainda de braços cruzados.

-ele puxou uma das minhas mãos a colocando em sua cabeça.-como eu me apaixonei por você?-reviro os olhos e em seguida sorrio.

-também me pergunto isso.-ele enfia sua cara no meu peito novamente.

(Luís)

-mas quem são essas pessoas?- digo com uma cara confusa olhando o celular. Resolvi o guardar, e me deitar. Quando me tampei, a porta se abriu e uma claridade veio no meu rosto.-Léo?

-eu volto amanhã.-ele foi fechar a porta, mas acho que quase gritei:

-NÃO!-Ele me olha confuso mas ao mesmo tempo assustado.

-ok...-ele entra no quarto.-endoidou?

-desculpe, é que eu estava no tédio...-olho para baixo.

-tenta não se mexer tanto, não se esqueça que você está tomando soro.

-por que se preocupa tanto?

-uma expressão triste se formou.- é que...você é meu amigo, meu...único...melhor amigo.-ele disse com uma mão em meu ombro.

-você esta mentindo?-o olho confuso.

-não. Nao estou.

-mas pare...-o interrompo.

-vamos deixar esse assunto de lado, o que você gostaria de fazer?-ele sorri.

-por que você veio esta hora aqui?-coço os meus olhos.

-se você me fizer mais uma pergunta, eu vou te dar um soco na cara e você vai ficar de cama mais de 10 anos.- ele diz sério e grosso.

-desculpe...-baixo a cabeça.

-ouço sua respiração pesada.-você quer fazer alguma coisa?

-mostro o celular.-pode me lembrar de algo?

-ah..-ele sorri.-posso.

ele sentou-se em meu lado e começou a me lembrar das coisas daquele celular. As vezes dávamos risadas e as vezes ele ficava sério o que me deixava muito sem graça.

-como eu era doido!-ri e desliguei o vídeo.-Léo? Léo!-olho o seu rosto e o mesmo estava quase babando. Soltei uma risadinha e larguei o meu celular, dormindo também.








Notas Finais


Perdão se o lemon ficou muito grande e o capítulo também. É que o principal era o lemon mesmo. Nssnsnsjsjs

Perdão algum erro. Sz

Espero que tenham gostado.

Beijos com arco-irís. 💙🌈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...