História RBD: Traumas Hot - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Rebelde (RBD)
Personagens Alfonso Herrera, Anahí, Christian Chavez, Christopher Uckermann, Dulce Maria, Maite Perroni
Tags Barken, Chaverrera, Chaverroni, Chavinon, Herroni, Hot, Ponny, Portinon, Portirroni, Portisavirroni, Portivez, Rbd, Savirroni, Trendy, Uckerrera, Uckerroni, Uckervez, Vondy
Visualizações 131
Palavras 786
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Fantasia, Festa, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Trauma do capítulo: Chaviñon

Capítulo 10 - Virtual


Fanfic / Fanfiction RBD: Traumas Hot - Capítulo 10 - Virtual

"Pollito: Nossa que delícia! 

Candy: Que pau grande em!

Pollito: Você é muito gostosa!

Candy: Goza pra mim?

Pollito: O seu pedido é uma ordem.

Candy: Que delícia! 

Pollito: Podíamos nos encontrar pra valer em?

Candy: Eu iria adorar dar pra você.

Pollito: Vamos nos encontrar amanhã no restaurante no centro.

Candy: Ok! Vou estar de minissaia jeans sem calcinha, blusa rosa decotada e cabelo solto.

Pollito: Vai ser fácil te achar. Gostosa!

Candy: Até amanhã!

Pollito: Até...

Candy está offline"

Dulce desligou o computador, tomou um banho e dormiu esperando ansiosamente o dia seguinte. Já havia algum tempo que Dulce conversava com Pollito pela a internet, eles sempre se masturbavam um para o outro em frente a webcan, mas sem mostrar o rosto. Entretanto agora ela o conheceria pessoalmente e poderia transar com ele, aquela ideia a deixava animada e louca. No outro dia Dulce acordou um pouco mais tarde e foi se arrumar para sair com Pollito. Dulce se vestiu da maneira como havia falado na conversa de madrugada. Ela chegou ao restaurante e se sentou em uma mesa, Dulce esperou cerca de cinco minutos até que um homem tocou seu ombro.

- Candy?

- Pollito?

- Prazer! - Falou Chris a cumprimentando com um beijo no rosto e em seguida ele se sentou na cadeira de frente para ela.

- Meu nome é Dulce María.

- Ainda mais bonito que Candy.

- Obrigada!

- Meu nome é Christian, mas pode me chamar de Chris. - Informou Chris.

- Chris...

- Você é uma mulher de palavra? - Perguntou Chris.

- Como assim?

Chris então tirou um sapato e levou seu pé até debaixo da saia de Dulce comprovando que ela realmente estava sem calcinha, Chris começou a masturba-lá com o pé e ela se controlou para não demostrar.

- Para Chris! - Pediu Dulce.

- Não está gostando?

- Estou e esse é o problema. - Falou Dulce, mas Chris continuou. - Por favor!

- Ok! - Falou Chris tirando o pé.

Os dois então jantaram e depois foram para o carro de Chris. Ele então levou Dulce para um motel de luxo em uma suíte enorme, Dulce ficou encantada com aquilo. Dulce olhou a suíte por algum tempo e atrás dela Chris tirou a camisa e a calça, só de cueca Chris abraçou Dulce por trás e começou a beijar o pescoço dela que começava a sentir arrepios pelo corpo. Dulce se virou e beijou Chris que começou a passar a mão pelo corpo dela apertando bastante sua bunda. 

- Me deixa te fazer delirar? - Perguntou Chris.

- O que quer fazer?

Chris então pegou uma venda e tampou os olhos de Dulce, a deitou na cama e amarrou as mãos dela pro alto. Chris então tirou a saia de Dulce e em seguida a blusa a deixando completamente nua. Chris então começou a massagear a vagina de Dulce com seus dedos em movimentos circulares a fazendo começar a ficar excitada, Chris então colocou sua língua na vagina dela passando por onde seus dedos já haviam passado e Dulce começou a gemer. Chris só parou quando Dulce gozou e ele lambeu tudo. Chris então subiu seus beijos passando pela barriga de Dulce até chegar nos seios onde Chris começou a chupar e lamber. Depois de chupar os dois seios Chris subiu mais seus beijos, beijou o pescoço de Dul e depois a boca. Chris então tirou a venda de Dul, sentou e enfiou o pau dentro da boca dela, ela começou então a chupar. Ele então soltou as mãos de dela que começou a revezar as chupadas com os dedos. Enquanto Dul o chupava Chris colocou a mão para trás e enfiou dois dedos na vagina de Dulce e começou a brincar com eles enquanto Dulce ainda o chupava. Eles continuaram assim até que Chris gozou e Dul engoliu tudo. Eles então se levantaram e Chris colocou Dulce de quatro, ele ficou atrás dela e a penetrou com força. Dulce começou a gemer alto, entre as estocadas Chris dava fortes tapas na bunda de Dulce.

- AAAAAAAAAHHH... AH AH AH... AAAAIIN

- Safada! Cachorra! Vadia! - Falava Chris entre as estocadas e tapas.

Chris então tirou seu pênis e gozou do lado de fora, mas Dulce virou e engoliu outra vez, deu outra chupada e Chris a deitou. Ele então começou a penetrá-la de frente enquanto massageava seus seios e ela gemia alto. Chris foi então aumentando o ritmo das estocadas de acordo com os gemidos de Dulce.

- Aaaaaah... Isso! Vai! Mais! AAAAAAAAHHHH...

Chris continuou estocando com força até que ambos chegaram ao ápice. Assim que acabaram eles finalizaram com vários beijos, entraram na hidromassagem, cochilaram e repetiram a dose.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...