História Reencontros - Imagine BTS and Got7 - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Visualizações 34
Palavras 1.799
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ooi anjos, então ontem era pra ser postado 2 capítulos, só que quando eu estava editando o 5 capítulo pra enviar o Spirit reiniciou e perdi tudo, estava tarde e eu tive que dormir pois tive aula hj então peço perdão sz aqui está o capítulo e quinta volta normal com 2 se tudo der certo... Agora sem mais delongas, boa leitura.

Capítulo 5 - Explicações


Fanfic / Fanfiction Reencontros - Imagine BTS and Got7 - Capítulo 5 - Explicações

Voltamos para casa todos juntos, eu, Namjoon, Tae e Yoongi, nós riamos vez por outra, mas algo estava começando a me incomodar. 

Depois de alguns minutos chegamos até onde durante algum tempo seria minha casa, o vento estava muito forte e podia-se sentir algumas gotinhas de água, Namjoon e Taehyung se despediram de Yoongi que estava indo até a garagem tirar o seu carro. 

- Aonde você esta indo?! - Tae me perguntou segurando a porta me dando passagem.

- Eu preciso falar com Yoongi, vou ser rápida, prometo! - falei fazendo um leve aegyo, eu não faço isso de proposito, mas Tae consegue me fazer agir assim as vezes sem motivo.

- Tudo bem, não demore muito, logo vai chover. - assenti correndo até Yoongi.

- Yoongi? - perguntei esperando ele abrir a janela do carro.

- O que você quer? - eu pude ouvir a voz dele vindo de dentro do carro, ele não quis abrir o vidro até o momento. 

- Yoongi, eu preciso falar com você, mas preciso que você abra o vidro, por favor! - no mesmo instante, talvez um pouco irritado, ele abre a vidro, seu rosto iluminado por pouca luz é irresistivelmente bonito.

- O que você quer? Seja rápida! - falou o moreno sem nem sequer olhar em meus olhos. 

- Quero pedir desculpas, falamos coisas um para o outro que eu não acho certo. - ele continuava sem me olhar. 

- Nós dois sabemos pouco um do outro, talvez somente coisas que Namjoon falou, não quero ter que conviver com você desse jeito e... - Yoongi me cortou nas palavras...

- Olha, se é um pedido de desculpa que você quer, tudo bem... Desculpa! Satisfeita? Agora eu tenho que ir... - Yoongi saiu da garagem tão rápido me fazendo dar um pulo pra trás "Talvez você não devesse ter pedido desculpas, tão idiota." pensei enquanto via o carro de Yoongi sumir em meio a chuva torrencial que começou a cair de repente. 

Saio correndo em direção a porta tentando não me molhar, claro que foi uma tentativa inútil, em poucos segundos estou completamente molhada.

- Nem se atreva a pisar dentro de casa desse jeito, eu que limpo essa casa ta bom!! Fique ai, vou pegar uma toalha! - Taehyung disse correndo escada acima enquanto eu esperava na porta de braços cruzados, Namjoon estava no telefone.

- Okay, você pode dormir aqui se quiser, amanhã cedo nós saímos juntos pra faculdade..., - foi a única coisa que eu consegui ouvir até Tae jogar uma toalha no meu rosto. 

- Ta ai, tira essa roupa antes de entrar! - falou o moreno parado bem na minha frente. 

- Ata, você acha mesmo que eu vou ficar seminua na sua frente?! - perguntei empurrando Taehyung e entrando no banheiro para visitas.

- Não custa tentar né - o castanho disse me acompanhando com os olhos e um sorriso no rosto, eu apenas revirei os olhos e fechei a porta, Taehyung podia ser meu amigo, mas ele ainda continua um pervertido.

- Taehyung nós vamos ter visita essa noi..., - Namjoon parou de falar assim que me viu sair do banheiro.

- O que foi? Espero que não se importe, peguei esse moletom emprestado só ate eu desfazer minhas malas e tomar um banho! - falei enquanto os dois me olhavam quase sem reação, o moletom deixava minhas pernas expostas um pouco acima do joelho, expondo a minha tatuagem na perna e na coxa direita. 

- Tu... Tudo bem... É... eu preciso atender o celular! - Namjoon gaguejou enquanto corria pra atender o celular que mal havia tocado, me fazendo rir daquela situação, Jonnie só tinha me visto quando criança, talvez essa reação já fosse esperada.

- E ai, vai ficar me olhando ou vai me mostrar o resto da casa? - perguntei enquanto Taehyung não tirava os olhos de mim. 

- Ah, eu... é vamos subindo! - o castanho disse me levando até a escada, vez por outra eu sentia Taehyung me olhar. 

- Esse moletom é meu, mas você pode ficar se quiser... Ficou bem melhor em você! - falou um pouco envergonhado fitando os próprios pés, Taehyung ficava realmente fofo com as bochechas vermelhas. 

Chegamos ao primeiro quarto, era um corredor longo com quadros nas paredes e uma mesinha com vaso e um telefone sobre ela. Taehyung abriu a porta pra que eu entrasse. 

- Esse aqui é o meu quarto! - falou em um tom de orgulho, o quarto era grande, cama de casal, guarda-roupa embutido e um banheiro ao lado de sua mesinha, sobre ela tinha uma TV enorme e um notebook, havia livros sobre a estante e alguns quadros, a cor era neutra e se misturava com o piso escuro dando um ar de aconchego.

- Então aqui é o ninho de Kim Taehyung?! - falei enquanto sentava na ponta de sua cama olhando cada detalhe do quarto.

- Bem, não é grande coisa, mas é um pedaço de mim, sabe!? - disse caminhando em minha direção. - Eu sempre quis algo assim pra chamar de meu, e finalmente eu tenho! Dormir na sala por sua causa não foi fácil mocinha! - Tae disse me dando um empurrão que quase me fez cair da cama.

- Eu fico feliz por você! E dormir na sala era o máximo que você podia fazer, já que se negou a dormir com o Mark - falei retribuindo o empurrão, nós dois ficamos em silêncio por um tempo, até ele ser quebrado. 

- O que significa essas tatuagens? - perguntou passando o dedo sobre elas, eu não me sinto incomodada com os toques de Taehyung, ele se provou confiável, então eu o deixo me tocar.

- Essa daqui... - falei apontando a que ficava perto do meu pé e subia dando uma volta na minha panturrilha. - São flores Tae, minha tutora plantava essas mesmas flores no nosso jardim, eu me apaixonei e decidi tatuar, é uma boa lembrança! - Taehyung me observava atento a cada movimento... 

- Essa na minha coxa diz "Correndo, quando eu deveria voar", eu a fiz porque às vezes eu queria ter nascido com asas, mas se eu ganhei pernas, vou usa-las, essa na minha cintura está em hebraico (דימום) e significa "Sangrando" digamos que... É meio difícil de explicar o seu significado pessoal, mas é bási.... - fui interrompida pelos dedos de Taehyung sobre meus lábios, confesso que eu me assustei, mas ele jamais me machucaria.

- Pode parecer estranho eu dizer isso... Mas... Mas você está linda... Sempre foi, mas agora... Agora você está... Está maravilhosa..., - Taehyung gaguejou me fazendo rir de sua vergonha e timidez. - ...Tudo em você é perfeito, sua cor de pele, seus olhos, tatuagens... Seus lábios! - eu afaguei seus cabelos. 

- Obrigado Taetae - falei tentando cortar o clima que havia se instalado naquele quarto, que entre nós ficou um pouco estranho.

Nós levantamos e fomos em direção ao segundo quarto.

- Esse será o seu quarto! - disse abrindo a porta. Para ser honesta eu não esperava muita coisa, mas também não esperava nada.

- Taehyung... É isso o que você chama de quarto? - o suposto quarto só tinha um colchão e um armário embutido na parede, quase me esqueci do banheiro, as paredes eram brancas e estavam manchadas com alguma coisa que eu tenho medo de descobrir o que é. 

- Ah passarinho, não é tão ruim assim. - Taehyung disse tentando me animar.

- Okay, então você que vai dormir aqui! - falei e Tae me olhou como se entendesse a minha situação. 

- Tudo bem, você pode dormir comigo até seu quarto ficar pronto, claro se você quiser! O que me diz? - ele me perguntou pendendo a cabeça para o lado e fazendo um biquinho fofo, suspirei derrotada.

- Tudo bem, eu não tenho escolha - assim que eu respondi, Taehyung me ergueu do chão me dando um abraço apertado.

- Eu prometo que será divertido! - eu apenas assenti concordando com o ânimo dele.

- Já conheceu os quartos?! - Namjoon surge de repente nos dando um susto.

- Quase todos, falta o seu Jonnie! - falei enquanto Tae me colocava de volta no chão arrumando minha roupa e cabelo.

- Então deixa que eu te mostro, você pode usar meu banheiro se quiser! - não pensei duas vezes e corri pra pegar minhas roupas, seria tão bom poder tomar banho.

Assim que voltei Taehyung me pegou pelo pulso. 

- Não se esqueça de voltar para o meu quarto, okay?! Temos muito pra conversar! - eu assenti dando um sorriso, era bom ver Tae tão empolgado com a minha volta, eu senti falta disso...

Entrei no quarto de Namjoon, e seu quarto era simplesmente lindo, uma cama grande, um armário escuro com puxadores de metal, havia uma pequena varanda que dava pra ver o jardim nos fundos da casa, uma TV embutida na parede, uma mesa não tão grande com papeis e livros espalhados e um pequeno computador. O piso era de madeira e as cores na parede eram calmas e relaxantes, tinha quadros e alguns bonequinhos de coleção sobre a estante.

- Uau, é realmente muito bonito! - falei caminhando até o banheiro, Namjoon estava sentado na ponta da cama me observando.

- Obrigado, eu custei a deixá-lo assim, Sonyeol quase me matou quando eu mudei o piso! - o loiro disse enquanto olhava para a tela do celular.

- Sonyeol?! Quem é? - perguntei fechando a porta do banheiro.

- Logo você vai saber quem é! Sua curiosidade não acaba né?! - disse dando uma risada e se levantando da cama, eu pude ouvir seus passos em direção a porta.

- Eu vou te deixar tomar banho em paz, tenho que atender a porta! Estou te esperando lá em baixo! - eu nem tive tempo de concordar, apenas continuei tomando meu banho, a água quente relaxou o meu corpo.

Assim que eu terminei, vesti uma calça moletom e uma blusa que deixa meus ombros a mostra, talvez eles não se incomodem, já que logo eu estarei na cama.

Eu podia ouvir risadas, e uma delas eu não conhecia, era uma risada feminina e um pouco irritante, provavelmente era daquela Saneiol, San alguma coisa.

- Olha só quem deu o ar da graça! - Namjoon disse caminhando em minha direção - Sonyeol, essa aqui é aquela garota de quem eu te falei antes. - eu estendi minha mão falando meu nome e dei um sorriso simpático.

Sonyeol era pálida, lábios rosados, cabelos loiros e cumpridos, no máximo tem 1,65 e não me parece muito amigável, mas isso não tira a sua beleza.

- Prazer, eu sou a namorada de Namjoon! - a minha única reação foi olhar para Taehyung que acenou em sinal positivo a afirmação da moça, eu apenas continuei sorrindo. Sonyeol parecia ter 17 anos, e talvez ela tivesse.

Isso explicou aquelas coisas no antigo quarto de Jonnie! Mas eu ainda estou curiosa a respeito dela.


Notas Finais


Foi isso meus amores, desculpem qualquer erro despercebido e obrigada por lerem sz deixem vossas opiniões ai embaixo, até quinta.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...