História Reing - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Dumbledore, Andromeda Tonks, Arthur Weasley, Astoria Greengrass, Bellatrix Lestrange, Daphne Greengrass, Dolores Umbridge, Draco Malfoy, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Lilá Brown, Luna Lovegood, Padma Patil, Parvati Patil, Ronald Weasley
Tags Harry Potter, Hermione, Reing, Romione, Rony
Visualizações 53
Palavras 2.303
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olaaa amorecoxx *acenos* volteiiiiiiiiieeee!!!
Faz um tempinho que não dou as caras por aqui, mas a vida anda agitada!! Espero que me perdoem!
Boa leitura!
Kisss😘😘

Capítulo 5 - Baile


Rosas e mais rosas de todas as cores cobriam o salão principal e vários corredores do castelo, tudo em preparação para o baile de boas vindas da Rainha Hermione.

Rony havia roubado uma e entregado para ela quando a avistou na biblioteca a ler um livro. "Fez muito bem" disse Draco sobre a atitude do amigo, o loiro diariamente encorajava Rony a conquistar Hermione, o ruivo ainda achava que eles deveriam ser apenas amigos mas cada vez concordava com Draco e queria a cada dia conquistar mais o coração de Hermione.

Harry concordava totalmente com Draco, o moreno sendo melhor amigo de Hermione sabia cada detalhe da vida da garota e ela mais do que ninguém merecia ser feliz com alguém que a amasse, e depois de conhecer Rony soube que era ele.

Mas infelizmente a atenção de todos saiu do jovem casal quando um soldado, com uma expressão de pavor e gotas de sangue espalhadas pela farda e pelo rosto, adentrou o castelo correndo tremendo como se tivesse visto a morte cara a cara.

Em poucos minutos todos já estavam em volta dele enquanto a Rainha Molly tentava acalmar o jovem e apavorado soldado.

_ Está seguro agora, mas preciso saber o que aconteceu - disse ela.

_ Eles... Eles voltaram - disse o homem.

_ Eles quem? - indagou o Rei.

_ Os pagãos, eles estão de volta ao bosque sangrento pegaram os cavalos e os outros homens - disse ele com os dentes tremendo como se estivesse extremamente frio.

_ Não, eles já tinham ido embora, não nos importunavam a anos - disse o Rei.

_ Ele falaram o motivo da volta? - indagou a Rainha Molly.

_ Disseram que nunca foram embora, também disseram algo sobre o nascimento de uma fera - disse ele - Sim, precisavam dos sacrifícios para que ela nasça, A fera é a salvação - disse ele.

_ Ave Maria - disse sussurrado Luna que estava perto de Hermione.

Todos encaravam o homem com uma mistura de pena e medo pelas informações que ele trazia.

O que seria essa fera? E por que ela salvaria todos?

_ Precisamos tomar providências urgentes - disse o Rei - Já sabemos do que esses pagãos são capazes, por isso cancelem o todos os torneios de arco e flecha e não saiam mais desacompanhados, e Hermione - ele virou-se para a garota e o encarou subitamente - Evite o máximo ir lá fora, até resolvermos isso.

_ Claro - disse Hermione com a voz fraca.

_ Alertem os outros guardas e mandem avisos para todos os povoados e cidades próximas para que os visitantes não cortem caminho pelo bosque sagrento - continuou a enuciar o Rei - Sinto que dessa vez eles realmente não estão de brincadeira, por isso todos cuidado é pouco.

_ Vamos avisar os visitantes que vem para o baile - lembrou Molly.

_ Sim claro - disse o Rei - Ronald, sem passeios a cavalos e idas a floresta, chega de festas na cidade e isso vale para você também Draco, é perigoso demais, agora Ronald me siga.

💮💮💮

_ Estou arrepiada até agora - comentou Astoria.

Elas estavam no quarto de Hermione, deitadas na cama tentando fazer com que as palavras do soldado saíssem de suas mentes e o medo diminuísse, mas a única frase que continuava a ecoar na cabeça de Hermione era: "A fera é a Salvação", aquilo não era para ter medo mas sim esperança, não?

_ Mas vamos esquecer isso e apenas ficar seguras aqui no castelo, e mudar de assunto - disse Daphne.

_ Você tem razão... Você está bem? - Luna parou a frase no meio e encarou Hermione.

_ Sim - disse Hermione concordando com a cabeça.

Suaves batidas foram ouvidas e em um salto Daphne se dirigiu até na cama para atender, passou as mãos pelos cabelos negros antes de por a mão na maçaneta e abrir a porta.

Três mulheres estavam do outro lado com vestidos enormes que quase cobriam as cabeças delas.

_ Nossos vestidos - disse Astoria empolgada.

_ Entrem, entrem - disse Daphne dando passagem para as mulheres.

_ Fizemos o melhor que podíamos e esperamos que vocês gostem - disse a mulher loira que se chamava Lola.

_ Estão maravilhosos - disse Hermione que já estava ao lado dos vestidos.

Era fato que eles haviam ficado magníficos, Hermione não costumava a sentir-se como uma rainha mas ali com aquele vestido ela sentia-se da realeza.

Elas ainda estavam falando dos vestidos e empilhadas com o baile, quando Astoria disse que precisava sair.

_ O que vai fazer? - indagou Daphne.

_ Nada de mais, Draco me chamou para ir até a torre - disse ela.

_ Huuuh - disseram Hermione e Luna em uníssono.

_ Não é nada demais - disse Astoria rolando os olhos e saindo do quarto.

_ Espero que ele não magoe minha irmã - disse Daphne.

_ Ele não fará isso - disse Hermione.

_ Com a fama que ele tem duvido muito - disse Daphne - Vocês sabem como Astoria é, se apega demais as pessoas e fica de coração partido quando descobre que elas não são o que ela achava.

_ Fica tranquila, Draco não fará isso com ela, eu reconheço um olhar apaixonado quando vejo um - disse Luna.

_ E desde quando você é especialista em olhares apaixonados? - indagou Hermione.

_ Os Lovegoods já nascem sabendo essas coisas - disse Luna jogando os longos cabelos loiros para trás.

As outras dias riram da amiga.

Astoria havia saido do quarto e encontrou Draco parado no final do corredor com uma rosa vermelha em mãos.

Ela sorriu, não queria admitir e muito menos que tivesse acontecido mas ela estava apaixonada por ele.

_ Olá - disse ele sorrindo.

_ Oi - ela respondeu.

_ É para você - ele entregou a rosa.

_ Obrigada, é linda - disse Astoria cheirando a rosa e inalando aquele aroma bem conhecido por ela.

_ Pensei que poderíamos andar pelos jardins lá fora mas na atual situação não vamos poder, mas quero te mostrar um lugar legal - disse ele estendendo a mão para. ela.

Astoria encarou a mão dele estendida por alguns segundos, logo ela pôs a sua sobre a dele e o seguiu pelos corredores.

💮💮💮

Faltavam poucas horas para o baile e alguns dos convidados já se encontravam no castelo, Condes, Barões, Duques enchiam o castelo e Rony tentava a todo o custo se esconder para que uma reunião não fosse pedida, ele não queria aquilo pois ficaria chateado por mais uma vez o seu pai não o ouvir, e aquele deveria ser um dia feliz para Hermione e ele não estragaria com mal humor.

_ Oi - disse uma voz entrando no canto da biblioteca em que Rony se escondia - Sabia que eu tive praticamente que ameaçar aquele guarda para entrar? Você tem servos bem fiéis - disse Hermione se aproximando mais dele.

_ Mesmo, que tipo de ameaça? - indagou Rony curioso tentando imaginar que tipo de ameaça Hermione tinha feito.

_ Não posso revelar - disse ela rindo gostoso.

_ O que faz aqui? - indagou ele.

_ Estava te procurando, assim podemos nos esconder juntos - disse ela suspirando e sentando-se em uma cadeira próximo a ele.

_ Estão te importunando também - riu Rony.

_ Sim - respondeu ela - Conde Marcos passou meia hora falando para mim sobre a importância da pimenta para nossos países - disse Hermione com uma expressão cansada.

_ Ah ele só fala sobre isso, por isso estou aqui desde que todos eles chegaram - disse Rony.

_ Podia ter me avisado - disse Hermione.

_ Desculpe - disse Rony.

_ Então o que você estava fazendo? - indagou Hermione mudando de assunto.

_ Nada de mais, apenas desenhando - disse Rony.

_ Você desenha? - disse Hermione empolgada.

_ Sim, não sou muito bom mas passa o tempo.

_ Posso ver? - pediu Hermione.

_ Claro - ele passou alguns papéis para Hermione.

Ela pegou eles em sua mão e se pôs a olhar todos, a maioria eram desenhos de paisagens, florestas e bosques, pássaros e o céu mas houve um em especial que chamou a atenção de Hermione, era um desenho dela, os olhos dela brilharam.

_ Sou eu - disse ela.

_ É - respondeu Rony meio tímido.

_ São ótimos - disse ela.

_ Você acha?

_ Sim - disse ela.

Eles ficaram lá por horas conversando e sentindo que algo cada vez mais ficava forte dentro de seus correções.

💮💮💮

Hermione vestia seu vestido rose, rodado com pequenas flores pela saia, desceu as escadas e rumou junto com suas damas para o salão principal onde aconteceria o baile.

Assim que entraram atraíram os olhares de todos por ali, sorriam para todos e acenavam com a cabeça.

Rony se aproximou delas e beijou delicadamente a mão direita de Hermione.

_ Está linda - disse ele sorrindo de canto.

_ Obrigada, você também - disse ela devolvendo o sorriso.

Hermione olhou para o lado e vou que suas amigas já tinham saido de perto.

_ Acho que é um complô - disse Rony como se lesse os pensamentos dela.

_ Concordo - disse Hermione.

Eles ficaram por ali conversando, eram observados por todos no salão, e sabiam disso por isso estavam meio corados.

_ Me sinto em uma exposição - disse Rony.

_ E estamos e a atração principal somos nós - disse Hermione.

_ Então vamos dançar - disse Rony puxando ela para a pista.

Tocava uma música lenta e Rony pôs as mãos na cintura de Hermione e ela nos ombros dele, sorriam um para o outro.

_ Sabe - começou a dizer Rony - talvez esse acordo entre nossos pais não tenha sido tão ruim - ele disse por fim.

_ Leu meus pensamentos - ela disse.

Continuaram dançando.

_ Ahh eles são tão fofos juntos - disse Luna.

Neville que estava ao lado dela não disse nada, para ele era injusto Rony ter tudo, primeiro o país e agora Hermione, que para Neville era a mulher mais encantadora de todas. Ele estava apaixonado por ela desde que a viu pela primeira vez, não pode evitar e na cabeça dele com um pouco de esforço ele conseguiria Hermione, e estava próximo disso mas agora percebia que Rony também gostava dela, mas ainda estava no páreo.

_ Quer dançar? - indagou ele para Luna.

_ Sim - disse ela sorrindo.

Enquanto ele dançava encarava o outro casal na pista, ficava chateado ao ver Hermione sorrindo para Rony, será que ela não percebia que ele era imaturo demais para ela?

_ O que há de errado com ele? - indagou Astoria para Draco.

Os dois também dançavam juntos.

_ Com quem? - Draco devolveu a pergunta.

_ Neville - respondeu Astoria.

_ Ah sim, ele sempre foi esquisito para mim se quer saber, mas agora acho que ele está apaixonado por Hermione - respondeu o loiro.

_ Eu desconfiei disso também, mas ele deveria saber que isso é errado afinal ela vai casar com Rony - disse Astoria.

_ Sim, mas ele sempre quis as coisas de Rony - disse Draco - Desde quando éramos crianças - disse ele.

_ Só espero que ele não faça nada que venha prejudicar os dois, afinal estão quase juntos de verdade - disse Astoria.

_ Se ele fizer deixe comigo - disse Draco dando uma piscadela para ela.

Gina observava Harry de longe, desde que ele chegara ela não pudia evitar a vontade de ficar olhando para ele, segundo o que Olivia disse "É a paixão" ela deveria estar apaixonada.

Mas ele nem parecia notar que ela existia, e isso deixava ela deveras triste.

Viu quando ele chamou Cho, a filha de um dos Duques para dançar, aquilo deixou Gina arrasada, por que não ela?

_ Quer dançar? - disse alguém do lado dela que a assustou.

Ela virou e se deparou com Dino Thomas, ele era filho de um Barão parecia ser legal sempre convidava ela para dançar nos bailes.

_ Sim - respondeu Gina aceitando a mão dele.

💮💮💮

Rony e Hermione estavam na torre mais alta do castelo, olhando as estrelas e sentindo a brisa gélida da noite em seus rostos.

Os dois haviam conseguido fugir do baile, fora difícil mas eles conseguiram escapar de todos que queriam muito falar com eles.

Draco, Astoria, Luna e Daphne deram cobertura a eles.

E ali estavam um ao lado do outro, não falaram muito desde que chegaram ali.

_ Queria poder congelar alguns momentos - disse Hermione do nada olhando para Rony.

_ Eu também - ele concordou.

Uma brisa mais forte abraçou o jovem casal e alguns fios de cabelos cobriram o rostos de Hermione, o ruivo com toda a delicadeza que possuía colocou uma mecha de cabelo para trás da orelha, ela sentiu seu corpo se arrepiar com o leve toque das pontas dos dedos dele em sua pele, Rony setia que seu coração acelerava.

Se aproximaram sem que pudessem perceber até que seus narizes se encontraram, fecharam os olhos simultaneamente e logo sentiram o toque dos lábios, Hermione achava que seu coração queria sair do peito, Rony já nem sentia mais o seu.

O beijo era delicado, e fez com que Hermione se sentisse protegida algo a mais envolveu o jovem casal, talvez fosse o próprio amor que os guardaria dali em diante.

Horas mais tarde Hermione relembrava aquele momento várias, e varias vezes em sua mente, se fechasse os olhos e se concentra-se ainda podia sentir o leve toque dos lábios de Rony sobre o seus.

"O amor é um jogo perigoso" lembrou-se da frase da Madre Superiora, mas se era de fato um jogo por Rony ela jogaria, nem havia se dado conta de que se apaixonara por ele mas o amor é assim quando menos você espera ele chegara e te arrebatara.

Rony também não dormia, o ruivo já havia beijado algumas garotas mas Hermione era diferente, alguma coisa nela o envolvia e o fazia perder a cabeça, o sorriso dela o iluminava e a presença dela trazia paz a ele, estava apaixonado na verdade mais do que isso ele a amava e tudo havia acontecido tão rápido que as vezes assustava Rony mas ele não se importava.

O contrato que seu pai fizera para casar ele com ela foi a melhor coisa que Arthur fez por ele, não imagina casado com maia ninguém.


Notas Finais


Então? O que será a fera? Um animal? Uma pessoa? Os dois? Nenhuma das os outras alternativas?
Façam suas apostas e deixem suas opiniões sobre o cap nos cometários!
Kisss😘😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...