História Salò ou 120 Dias de Sodoma(EXO) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Sadoma, Tortura, Violencia
Visualizações 28
Palavras 505
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Violência
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Capítulo 2


2° Dia

Suazi estava deitada sobre o chão frio em outra sala, encolhida soluçando. Sem nenhuma peça de roupa. Se sentia completamente suja, imunda, triste e frustrada. Como se fosse um animal consciente do abate que o esperava. Malditos fascistas. Ela pensa nisso. Somente isso. Nada mais. Suas pernas estavam fracas, a boca com gosto ruim, o gosto de esperma daquele homem nojento chamado Sehun. Que homem sínico, debochado e horrível... Que tristeza complexa. Suazi jogada sobre o chão, nem sequer tentou saber quem havia aberto a porta e entrado. Ela apenas fechou os olhos, pensando ser mais um deles. Homens fascistas.

 - Suazi, por que está tão triste? Onde está seu sorriso? Não vi desde ontem, quando brincou com meu querido amigo Sehun. - Chanyeol. Ele mesmo, com cabelos encaracolados e usando óculos redondo. Não era feio, apenas muito alto e esguio.

 - Como posso sorrir? Por que todos vocês são tão debochados? - engoliu em seco. 

- Não sei. Deveria achar um motivo para isso. Vamos lá, não somos homens tão feios. - se sentou ao lado dela, no chão. Chanyeol começou a acariciar seus cabelos negros. A pele tão macia e um rosto inocente porém sofrido.

 - Quantos anos você tem? 

 Ela pensou por um momento, paralisada no chão. Sem vontade de fazer movimentos, usando apenas os lábios e a mente. Diversos pensamentos voaram pela mente da jovem recém capturada. 120 dias, aquele era somente o segundo dia de sabe se lá mais o que. 

 - 16 anos...

Suazi falou a verdade. Mesmo não entendendo muito nada.

- Ainda é tão jovem... Por que escolheu ser pacifista?

- O pacifismo é uma filosofia de oposição à guerra. Buscamos a liberdade. Vocês querem violência, nós negamos qualquer tipo de violência. Fascistas tomam decisões completamente radicais, hostis a todas as vertentes marxistas, desde o comunismo  totalitário ao socialismo democrático. Vocês não querem pessoas livres, querem pessoas vigiadas e manipuladas o tempo todo. - o tom de voz da moça se tornou tão dramático e magoado. Apesar de passiva com tudo, não pareceu deixar seus princípios de lado.

- Eu deveria lhe bater muito agora. Mas não farei isso. Serei seu amigo, não sou tão malvado como meus amigos. Posso tocar piano para você e deixa-la ver seu namorado. Sei que o rapazote chamado Minseok é seu grande amor. Vou lhe fazer uma supresa tão grande com esse amor. - depositou um suave beijo em seu ombro nu. - Mesmo que eles tentem te destruir, principalmente a alma e dignidade, nunca desista. Não posso evitar ser um pouco de cada lado. Fascista e pacifista. Não quero que conte para ninguém, se comporte para não sofrer tanto no terceiro ciclo. 

- O que é isso? - Suazi perguntou ainda com pequenos soluços.

- Em breve iremos explicar para você e seus amigos. - se afasta da jovem.

Ajeitando o terno bem alinhado e chique, Chanyeol se levanta. Não parece ser tão mal assim.

- Questões políticas são assim mesmo. Cruéis, o mundo é cruel. - abre a grande porta e logo a fecha delicadamente.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...