História Savages - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Aaron, Abraham Ford, Carl Grimes, Carol Peletier, Daryl Dixon, Glenn Rhee, Maggie Greene, Michonne, Negan, Paul "Jesus" Monroe, Personagens Originais, Rick Grimes, Rosita Espinosa, Sasha, Tara Chambler
Tags Daryl Dixon, Negan, The Walking Dead, Twd
Visualizações 74
Palavras 1.219
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hello amores!

Tudo bom??

Eu espero que sim!,espero que gostem desse cap,digam suas opiniões,elas são ótimas!!

Bom,uma coisa que eu digo é:Vai ter treta!!

Sorry qualquer errinho <3

Capítulo 7 - Capítulo 7-Sing Me a Song-parte 2


Fanfic / Fanfiction Savages - Capítulo 7 - Capítulo 7-Sing Me a Song-parte 2

   "Precisamos mudar,para ser o que somos hoje"

|| Amylee ||

Eu olhava o garoto atentamente,ele estava determinado a matar Negan,D apareceu do meu lado com uma expressão de choque,então tudo foi rápido demais,dois Salvadores tentaram de aproximar e o garoto disparou que nem louco, matando dois homens,Dwight se abaixou e me levou junto.

—Obrigada-murmurei.

—Fica esperta-ele pediu.

O garoto foi pego de surpresa por Simon que chegou e o desarmou,o garoto caiu no chão e uma voz divertida soou,Negan.

—Ora Ora,vejamos o que temos aqui-debochou.

Todos olharam para Negan,até mesmo o garoto caído no chão,Negan sorriu e se aproximou do garoto lhe estendendo a mão.

O garoto o olhou desconfiado.

—Vamos lá garoto,não tenho todo o tempo do mundo-falou Negan com a mão ainda estendida.

Relutante o garoto aceitou e pegou a mão do homem a sua frente,então Negan se virou e passou os olhos pelo pessoal que estava lá,então seus olhos  pararam em mim.

—Docinho,vá buscar o prisioneiro pra mim,ele tem visita-falou irônico.

Bufei baixinho e segui até a cela de Daryl,assim que entrei ele se levantou e me abraçou,sorri e o abracei de volta.

—Negan quer falar com você,um garoto invadiu o Santuário-falei saindo com o mesmo da cela.

Daryl me olhou pasmo.

—Como era o garoto?-perguntou preocupado.

—Meio alto,cabelos na altura do ombro,usava um chapéu de xerife e tinha uma atadura em um dos olhos-contei.

Daryl começou a xingar e eu fiquei confusa.

—Que merda aquele garoto tem na cabeça?Porra ele só pode estar louco-xingava.

Eu estava além da confusão naquele momento.

—Quer me falar antes que a gente chegue até o Negan?-perguntei.

—Aquele garoto é o filho do Rick-falou Daryl.

Bem que eu o achei semelhante ao tonto.

—Ele é bem parecido com aquele seu amigo meio perdido-falei pensativa.

Daryl apenas me encarou e não falou nada,no caminho encontramos Dwight,Negan estava com o garoto no mesmo lugar onde suas esposas ficavam, nós seguimos pra lá e assim que chegamos a cena não foi agradável para Dwight,Negan estava com Sherry.

—Negan-chamei.

Eu olhei Dwight,meu amigo tentou sorrir porém não deu muito certo pra ele.

—Olá Docinho,Dwight e Daryl-falou sorrindo.

—Aqui está o prisioneiro-falei empurrando Daryl levemente.

Ele me lançou um olhar "mortal" e se virou para Negan com mais ódio,a diferença era simples,Daryl me olhava com um falso ódio,já por Negan a coisa era séria.

—Então Daryl reconhece o garoto?-Negan zombou.

Daryl permaneceu calado mas lançou um olhar significativo ao garoto.

—Esse sim honra o que tem no meio das pernas, veio até aqui sozinho,armado e matou dois dos meus homens,porra dois dos meus homens,oh isso terá consequências,com certeza terá-falou Negan.

Eu engoli seco,pobre garoto.

—Mas antes,D vá buscar nosso convidado,docinho leve Carl e Daryl até o pátio principal vou falar com Simon-ele disse e saiu seguido por Dwight.

Carl saiu na frente enquanto Daryl e eu fomos atrás o garoto não gostou de ser pego,não mesmo.

—O que você tem na cabeça?-Daryl brigou.

—Eu fiz o que tinha de ser feito-falou o garoto.

—Isso mesmo,fez burrada-falei.

Ele me encarou.

—Não se mete que o assunto não é com você-falou.

Garotinho abusado,quem ele pensa que é? Será que aquele Rick não dá educação ao filho?

—Olha aqui moleque me respeite,nem saiu das fraldas direito e já se acha adulto-briguei.

—Respeita a minha irmã garoto-Daryl repreendeu.

O menino se engasgou surpreso.

—Você tem uma irmã?-perguntou.

—Amylee Dixon prazer criança-apertei sua mão.

O garoto se constrangeu pela forma que me tratou.

—Anh...desculpe-falou ele constrangido.

Sorri para o garoto.

—Não julgue o livro pela capa,guarde esta lição com você-falei simplesmente.

Nós chegamos ao pátio do Santuário,ele estava lotado de gente,meus deuses,mas eu reparei em algo,a fornalha estava ligada,Alyssa,Sherry e mais uma mulher que eu não conhecia estavam lá, quando consegui chegar ao centro com Daryl e Carl havia um cara amarrado lá,aquele provavelmente era o tal de Mark,engoli seco.

—Meu Deus-sussurrei.

Negan apareceu no centro da roda e todos se curvaram,eu sem escolha fiz o mesmo e levei Daryl e Carl comigo,afinal os dois ficaram lá parados como bestas.

—Muito bem,muito bem,podem levantar-falou ele debochado.

Revirei os olhos e me levantei,eu olhei Sherry que consolava a jovem Alyssa,apenas movimentei os lábios perguntando se ela sábia de algo e a mesma negou.

Droga.

Negan começou a falar muitas coisas,mas eu mantinha os olhos fixos na fornalha,suas brasas eram altas e lá estava aquele maldito ferro,ele faria com Mark a mesma coisa que fez com D.

—Traga o ferro D-Negan mandou.

Eu voltei a me focar na situação,com a cabeça abaixada Dwight entregou o ferro a Negan,ele se aproximou do homem e murmurou umas coisas,em seguida simplesmente lhe acertou o ferro no lado esquerdo de seu rosto,Alyssa gritou em desespero, o barulho da pele grudando no ferro foi audível, aquilo era cruel demais,Mark acabou desmaiando.

—Puta Merda,o cara se mijou e desmaiou,que isso sirva de aviso a todos vocês-Negan gritou.

Muitos assentiram assustados,eu mantive a mesma expressão,o pessoal foi se dispersando e Negan levou Carl com ele,Daryl teve que ir para as cercas e eu fui vigiá-lo.

—Fica calmo,Negan não vai fazer nada com o filho do seu amigo-falei séria.

—Rick nem deve saber que Carl está aqui,caso contrário ele já teria dado um jeito-falou Daryl.

—Ele tem só o garoto?-perguntei.

Daryl negou.

—Ele tem uma bebê,Judith,a mãe dela morreu no parto-Daryl falou.

Assenti,mas o foco do meu irmão mudou e foi direto para os portões,lá estava Carl com Negan a seu lado,Daryl deu um passo a frente mas eu o parei.

—Vou levar o garoto até Alexandria,quem sabe fazer uma visitinha-falou Negan.

Isso não estava nos meus planos,ele iria daqui a dois dias e não hoje.

—Se machucá-lo...-Daryl ameaçou.

—Simon,leve Daryl para esfriar a cabeça-Negan ignorou Daryl e entrou no caminhão.

Em seguida o mesmo saiu mostrando o dedo do meio,xinguei e sai de lá já que eu não pude ir com Daryl,parece que nossa fuga teria que ser agora,um pouquinho agilizada.

Fui até meu quarto e busquei o necessário,armas, munição e um casaco,não dava pra mim trocar de roupa agora,mas eu consegui pegar uma blusa pro meu irmão,peguei as chaves de duas motos e saí.

Eu fui em busca de Dwight meu amigo era aquele que mais poderia me ajudar,o encontrei falando com alguns homens,o chamei discretamente,ele assim que me viu,(o que demorou um tempo),se afastou dos homens e se aproximou.

—Parace que você vai pra guerra-comentou.

—Chegou a hora D,eu preciso ir buscar o Daryl e ir embora-falei séria.

Ele assentiu.

—Vá buscar Daryl,eu cuido do resto-falou ele.

Assenti e corri em direção a cela de Daryl,abri a porta num baque e lhe joguei a camiseta.

—Se veste,a gente vai agora-falei rápida.

Carreguei o pente de uma das minhas pistolas e entreguei a Daryl,ele agradeceu e começou a correr assim como eu.

Assim que chegamos ao lado de fora Joe apareceu, ele falou algumas coisas mas Daryl o apagou,eu evitei olhar,ele pegou uma arma que estava com o mesmo e eu rádio.

Avistei Dwight vigiando,corri até o mesmo e o abracei.

—Isso não é uma despedida-falei baixinho.

—Nós vamos nos ver em breve,se cuida anã e não faça nada estúpido-pediu.

Assenti e lhe dei um beijo na bochecha,corri novamente até Daryl,o que me surpreendeu foi Jesus estar lá,ele disse que estava com Carl porém o garoto o enganou,joguei uma chave para Daryl e liguei minha moto.

 —Vamos embora! Agora!


Notas Finais


Então gostaram?

Eu espero que sim,não se esqueçam de deixar suas opiniões,elas são muitíssimo importantes e eu vou amar saber!!
Obrigada pelos favoritos e comentários!!
Kisses...
-Merii.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...