História Save Me - Capítulo 18


Escrita por: ~ e ~Lucylevydesu

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Chanyeol, Chen, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Exo, Hoseok, Jimin, Jin, Jungkook, Kim Namjoon, Margo, Romance, Suga, Taehyung
Visualizações 84
Palavras 890
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Um capítulo mais longo para vocês, e oi? tamos quase na meta de #40? Aah gente vcs são um verdadeiros diamantes obrigada espero que até o 20 isso se complete ou até mas do jeito que vcs tão sendo perfeitos

~^~^~^~

Capítulo 18 - 18-tensões


Fanfic / Fanfiction Save Me - Capítulo 18 - 18-tensões

Jungkook narrando:

 

- Jungkook, só um esforço.

 

Ela mexe na minha perna, eu sinto os tatos, porém, nada além disso. Estamos numa sala reservada, acho que o tal irmão da Margo não vai me encontrar aqui, assim espero. Ela me coloca de pé, fico apoiado nas barras.

 

- Só dá um passo ou tente mexer a perna. - ela desafia.

 

- Ok, vou me esforçar...

 

Quando vejo Margo entrando, percebo que ela carega uma expressão triste no rosto, a mesma caminha em minha direção, parando na minha frente, um pouco afastada.

 

- Oi Margo. - falo, olhando para a de cabelos curtos.

 

- Oi, está tentando andar?

 

- É, vamos ver. 

 

Começo a me esforçar, empurrar e estimular meu sub consciente. Digo para mim mesmo que sou capaz de andar, eu sei que sou. Quando percebo, minhas pernas se movem lentamente, não tanto, mas já é alguma coisa. Eu dou meu primeiro passo, após isso tento dar outro passo, porém, me desequilibro, Mago me segurou, impedindo que eu pudesse cair.


- Você conseguiu! - ela sorri, animada.

 

- Sim! - sorrio de volta, ela me abraça forte.

 

- Você vai andar, eu te disse! - ela se afasta me olhando fixamente.

 

Meu sorriso se desfaz quando o irmão da Margo aparece. Ele se aproxima e Margo o olha de maneira estranha, quero dizer, começa a agir de maneira estranha. Ele se aproxima de mim, ignorando a presença de Margo:

 

- Eu disse que queria falar com você.

 

- Eu estava ocupado.

 

- Bom.. mas agora não,  né senhorita? - ele pergunta olhando serrado para minha fisioterapeuta.

 

- Ele não está mais ocupado... - ela engole em seco. - Vou indo, meus parabéns. - ela sai rapidamente.

 

- Irmã, me dê lincença.

 

- Mas... - ele a impede de falar.

 

- Agora! - ele fala, na verdade, grita.

 

- Tá... - ela me olha pela última vez triste e sai do local.

 

Um silêncio toma conta do espaço, me deixando desconfortável. Pelo menos foi interrompido por ele.

 

- Eu quero te pedir uma coisa.

 

- Sim? - me sento na cadeira de rodas.

 

- Fique longe da minha irmã, ela não deve se envolver com você e o que vocês têm é feio.

 

- Do que você está falando? Somos apenas amigos.

 

- Que seja! - ele bufa - Não quero que essa "amizade" continue, Margo está mal e não vai ser a sua companhia que vai deixá-la melhor. - suspira - Se você se for teimoso e se aproximar novamente... - interrompo-o.

 

- O que vai fazer? Me matar? - cruzo os braços.

 

- Não sei, quem sabe? - ele dá de ombros. - Abra sua boca para alguém e você verá o que pode lhe acontecer. Você está sendo muito bem vigiado, recomendo que não tente me persuadir.- ele sorri, sádico. 

 

- Desgraçado... - solto um sussurro.

 

- Am...?- ele me olha, indo em direção da porta.

 

- Búrguer - ele revira os olhos e faz uma cara de tédio.

- Idiota. - ele se retira do local.

 

Resolvo sair da sala, pois estou muito entediado. Começo a rodar a roda da cadeira ainda mais rápido, ganhando velocidade, quando Margo para na minha frente, olho para a mesma por alguns instantes:


- O que ele te falou?

 

- Nada. - tentei sair.

 

- Jungkook, por favor...- interrompo-a.

 

- EU JÁ DISSE, NADA! - gritos, fazendo todos me olharem

 

Ela me olha assustada e sai rapidamente. Eu não estou bem, não estou entendendo nada, preciso da ajuda do cara do telefone, ele me fará entender alguma coisa.


Margo narrando:

 

- O que você disse para ele?! - falo empurrando-o.

 

- Deixa de birra. - ele suspira.

 

- Jin... O que você disse?! - dou outro empurrão em seu ombro.

 

- Eu falei para ele fica longe de você! Você sabe como os nossos pais são, não devemos confiar em ninguém.

 

- Ele é confiável, meu melhor amigo. - insisto.

 

- Ele já sabe, se você passar as ordens dos nossos pais nós te tiramos daqui.

 

Eu acabei passando mal com toda essa pressão em cima de mim.

 

Xxx narrando:

 

Kim SeokJin:

Idade:  26 anos

Na família:  filho mais velho

Trabalho:  trabalhou no exército e em armamento militar

Atos criminosos - braço direito da sua família

Atualmente: - Em Seul,  suspeito de ter sequestrado e ajudado seu pai em algumas tramas.

 

- SeokJin você é muito fácil de derrubar igual castelo de areia, vamos ver o próximo.

 

Kim Margarete:

Apelido:  Margo 

Idade: 19 anos

Na família: filha mas nova 

Atos criminosos: nenhum

Atualmente: sigilo 

 

- Interessante... A família Kim tem uma ovelha branca. - tiro o pirulito da boca.

 

Kim Taehyung:

Idade: 21 anos

Família: desaparecida ou morta

Atos criminosos: espião e trabalhou com armas e com a marfía

Atualmente: morto

Informações: A família Kim pode ter envolvimento com sua morte, sua casa ainda é em Daegu.

 

- Então quer dizer que você morreu... - sorrio - Isso foi bem dramático Sr. Taehyung, mesmo assim vou a procura de algo que você sabia que eu procuro.


Min Yoongi:

Apelido: Suga

Idade: 24 anos

Trabalho: Sigilo

Família: Sigilo

Atualmente: Sigilo.

 

- Mas que droga! - esmurro a mesa. - o que esse  cara esconde? Esquece. - suspiro. - o que me importa é que vou acaba com a família de SeokJin completamente.

 


Notas Finais


eitaaa quem será? esta pessoa misteriosa? Teorias?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...