História Save-me Namjin - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jin, Rap Monster, Suga, V
Tags Hoseok, Jin, Namjin, Namjoon, Suga, Taetae, Vhope
Visualizações 44
Palavras 1.576
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - Visitas


- SEU CRETINO! VOCE MATOU MEU MARIDO! – A mulher gritava em desespero enquanto inúmeras lagrimas caiam de seus olhos borrando sua maquiagem.

 

- Me desculpe... – falei me ajoelhando em sua frente.

 

- Como é.… como é que você fala isso depois de do que você fez!? Você acha mesmo que eu vou te perdoar?  - Suas pernas falharam e a senhora acabou caindo de joelhos nos deixando frente a frente novamente. – Olha pra mim, quem deveria morrer era você, seu pedaço de lixo! – Gritou apertando meu pescoço com força fazendo me sentir sufocado.

 

Os médicos que estavam presente ali, retiraram a mulher a força que se debatia enquanto me xingava de todo tipo de nomes. Eu continuava no chão recuperando o folego, olhei para o lado, a criança da senhora chorava no cantinho deixando seu rosto completamente vermelho, minhas lagrimas também não demoraram para cair enquanto pedia desculpa baixinho...

xXx

 

“Junte a carne crua e o molho (tudo fora do fogo) misture e acrescente a cebola, cebolinha, cenoura e o shimeji. Deixe marinar por 30 minutos na geladeira. ” – Fiz o que dizia a receita.

 

 

- Você deve amar esses amigos já que preparou tudo isso. – Disse Namjoon enquanto descia as escadas.

 

 

- Quando conhece-los vai se apaixonar por eles também – virei-me para olha-lo, analisei o mesmo dos pês a cabeça percebendo em como ficou lindo – Wow, as roupas ficaram perfeitamente em você! – O elogiei vendo suas bochechas ficarem em um tom rubro.

 

 

O moreno usava uma calça Jeans rasgada do joelho, a blusa branca casual delineava muito bem seu corpo e a bota coturno ocre combinando com a vestimenta. Porem uma coisa não o deixava perfeito. Seu cabelo. Os fios morenos estavam bagunçados demais, como se tivesse acabado de acordar.

 

 

- Por acaso esqueceu de arrumar seu cabelo? – Indaguei

 

- Na verdade, - nesse momento o seu cenho fraziu –  eu tentei de todas as maneiras arruma-lo, mas acabei desistindo, já que ele não ficava bom de nenhuma maneira – falou e ri baixinho por conta da indignação de Namjoon.

 

- Ok, ok sente no sofá eu vou dá um jeito no seu cabelo, só espere eu terminar aqui na cozinha. - e Namjoon assim fez, sentou no sofá enquanto mudava de canal até achar um que lhe agradasse.

 

Depois de deixar toda a mesa organizada, fui ao encontro do moreno ficando na sua frente fazendo que tirasse sua atenção da televisão.

 

 

-Hum... o que podemos fazer com esse seu cabelo? – Disse e Namjoon apenas deu de ombros, – espere um momento.

 

 

Subi as escadas andado em direção ao meu quarto, pequei algumas coisas de cabelo sobre a escrivaninha e voltei para sala.

 

Depois de algum tempo tentando arrumar o os fios morenos do mais novo conseguir deixa-lo bom. Entreguei um espelho para que o mesmo visse o resultado.

 

-Ficou ótimo! – Exclamou – meu Deus você é bom em tudo.

 

- Sem exagero, por favor. – Falei dando uma pequena risada.

 

Logo ouço a companhia tocar e vou atende-la já sabendo que tinha chegado. Quando abri a porta rapidamente fui atacado por um abraço apertado que a um bom tempo não tinha recebido.

 

-Hyung! – Tae disse com a voz chorosa perto do meu ouvido enquanto ainda me sufocava.

 

- A quanto tempo, não é? – Falei com certa dificuldade.

 

 - Você não sabe o quanto eu estava com saudades, hyung! – Exclamou e me apertou mais ainda

 

- Tae, você está me matando...

 

O mais novo me olhou percebendo a minha falta de ar e se soltou de mim, Hoseok e Jimin, que estavam atrás de Taehyung riram da situação. Após de cumprimentar Hoseok e mimar de todas as maneiras meu pequeno Jimin, fomos para o Jardim onde já se encontrava Namjoon brincando com o Choco que corria no meio da neve. O pequeno cachorro meio que literalmente esqueceu-se de mim, e só ama o novo morador da casa.

 

Depois de se apresentarem sentamos em uma mesa de palete que tinha sob a cobertura, felizmente o clima estava um pouco mais quente, estávamos no inverno por isso os dias estavam totalmente frio, porem o sol resolvera esquentar um pouco hoje. Perfeito.

 

Ficamos ali por um longo tempo, conversamos sobre tudo, Taehyung e Hoseok pareceram gostar de Namjoon mas, principalmente Jimin, o filho do casal, o pequeno com os cabelos recém pintados de loiro não deixava um minuto se que o moreno em paz.

xXx

O sol já não era mais visto,e a lua já estava chegando. Resolvi entrar para começar a lava os pratos, Hoseok se voluntariou a me ajudar, mesmo dizendo que não precisava, o ruivo me seguiu em direção a cozinha.

 

- Eu gostei dele – disse enquanto enxugava as louças.

 

- Do Namjoon? Indaguei e o ruivo assentiu com a cabeça.

 

-Mas deixando isso para lá, Tae disse sobre o que aconteceu entre você e Jae Hwan, você está bem com isso? - Falou em um tom preocupado.

 

- Quando eu decidi entrar naquela sala de cirurgia, eu sabia que teria consequências, mas também se eu não corresse esse risco Namjoon já teria suas vidas contadas.

 

-Você não teve medo, sabe, de acontecer aquilo de novo?

 

- Se eu falasse que não, estaria mentindo, mas só de pensar que ele poderia estar morto nesse momento por que eu simplesmente fiquei com medo e não fiz nada... – suspirei – sabe, a dor seria mais angustiante, e aí eu realmente não saberia como continuar a viver. – Completei e deixei uma lagrima cair sobre meu rosto enquanto me lembrava do sonho que tivera na noite passada.

 

-Ei! Não diga uma coisa dessas! Você sabe que eu não gosto quando fala assim – Hoseok franziu o cenho, veio na minha direção e me abraçou fortemente me fazendo se sentir seguro, aproveitei e limpei mais alguns lágrimas que acabaram por cair em sua blusa.

 

Hoseok e Taehyung sempre foram meus melhores amigos, somos praticamente irmãos, desde pequeno sempre grudados. Taehyung sempre foi o mais louquinho, fala tudo o que pensa, não tem medo de absolutamente nada quando quer fazer alguma coisa, pode se dizer que é mais infantil que seu próprio filho que tem apenas 7 anos de idade. Hoseok não é muito diferente só que um pouco mais cuidador, tirando as suas maluquices, o ruivo sempre foi um porto seguro, tem os melhores conselhos, nunca encontrei alguém que consiga ser melhor que eles.

 

- Me desculpe, essa noite não foi uma das melhores, se é que você me entende...

 

- Tudo bem, você não tem culpa de nada, nunca teve Jin, e eu sei disso, e além disso eu e Tae estamos aqui, quando não estiver bem é so nos chamar. – Apenas assenti com a cabeça, logo depois o ruivo se afastou desfazendo o abraço.

 

- Acho que vocês deveriam ir embora, está ficando tarde, vocês devem descansar, ainda mais Jimin.

 

- Você tem certeza?

 

-Sim, não se preocupe, eu vou ficar bem, além do mais eu já não estou mais sozinho nessa casa – dei um pequeno sorriso.

 

-Hummm, entendi, eu já estou sentido ciúmes, me trocando por outro tão rápido – fez uma expressão de indignação.

 

- Pare com isso! – Disse e dei um tapinha em seu ombro, fazendo eu e ele rir da situação.

 

Voltamos para o quintal, Hoseok chamou Taehyung e Jimin para irem embora, ambos se despediram de Namjoon e eu os levei até a porta. Depois de demorada despedida esperei que entrassem dentro do carro para que pudesse voltar pare dentro de casa.

 

Namjoon se encontrava sentado em um balanço branco que existia em um canto mais fechado do jardim, seus olhos estavam fechados, com fones em seus ouvidos escutava alguma música que fazia seus pés balançassem calmamente.

 

decidi sentar ao seu lado, não disse nada, apenas comecei a olhar o céu, já estava completamente escuro e bem estrelado. O fogo de chão nos aquecia contra fio que começava a tomar aquela noite.

 

- Neh Jin, – me assusto e olho rapidamente para Namjoon – não sei se eu posso perguntar isso, mas...

 

- Hum? Pode perguntar.

 

- Naquela hora porque você estava chorando?

 

-O-o que? Eu não estava chorando. – Menti, desviando meu olhar do seu que me encarava seriamente.

 

- Parece que você não é bom em mentir Seokjin, além do mais eu percebi que seus olhos estavam vermelhos depois que voltou da cozinha.

 

-É eu realmente não sou bom com mentiras, – disse abaixando minha cabeça – me desculpe.

 

- Não precisa se desculpar, sabe Jin, eu sei que faz pouquíssimo tempo que a gente se conhece, eu sei que não sou das melhores pessoas, porém se você precisar de alguém para desabafar, eu posso tentar te ajudar, e assim como você se preocupa comigo e quero me preocupar com contigo, – falou e senti sua mão sobre a minha apertando-a.

 

- Mas são meus problemas, porque se preocupa tanto?

 

- Desde manhã você estava estranho, sua voz estava em um tom “triste” e, como me disse, nós somos amigos agora, eu não quero te forçar a nada, se não quiser fala tudo bem, mas se guardar tudo para si cada vez mais essa dor vai ficando pior, eu quero que confie em min ok?

 

-Olha que a História é longa... – eu sabia que Namjoon não iria desistir, dava de ver sua sinceridade no que dizia apenas em seu olhar. Incrível.

 

-Tudo bem se for para te ajudar eu posso ficar minha vida inteira aqui com você. - Falou e dei automaticamente um pequeno sorriso por causa daquelas palavras.

 

- Por onde devo começar...

 

 Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...