História Se eu pudesse, odiaria você. - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Annabeth Chase, Jason Grace, Nico di Angelo, Percy Jackson
Tags Jason Grace, Nico Di Angelo, Os Herois Do Olimpo, Os Olimpianos, Percico, Percy Jackson, Pernico, Will Solace
Visualizações 59
Palavras 728
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Escolar, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Pansexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Hate Love


Perséfone bateu na porta do quarto de Nico.

— Entre.

— Nico, Sally está no telefone, Percy não voltou para casa hoje. Você o viu?

— O vi na escola, depois não nos vimos mais. — Nico ficou um pouco nervoso. Não era do feitio de Percy deixar a mãe preocupada, ele só tinha a ela desde que o pai os deixou.

Perséfone repetiu as palavras à Sally. Nico decidiu que iria procurá-lo.

— Vou procurá-lo.

Nico saiu lembrando de todos os lugares que Percy gostava de visitar.
A cada lugar em que ele não estava, o coração de Nico ficava mais acelerado.

Percy, onde você está? Por favor, por favor, esteja bem.

Nico estava perdendo as esperanças quando chegou na orla. Percy adorava aquela orla e amava aquela praia.
Nico nunca gostara de praias, mas sempre que Percy pedia, ele o acompanhava até aquela praia. Quando via o sorriso no rosto de Percy e o jeito como seus olhos brilhavam, Nico esquecia todo o resto. Amava tanto Percy, que poderia desistir de qualquer coisa por ele.

Nico não notou quando começara a chorar, mas ele não se importava. Tudo o que queria, tudo o que importava, era encontrar Percy. O mesmo de quem ele estava fugindo por medo e ao mesmo tempo por amor, o mesmo Percy idiota que o irritava e o fazia tão feliz, o mesmo Percy que ele queria ao seu lado para sempre, mas que havia abandonado por acreditar que não era o suficiente.

Nico desceu para a praia e andou até o mar tocar seus pés, ele estava frio e escuro, exatamente como os olhos de Percy na última vez que os vira.
Percy estava mal e Nico sabia que era sua culpa. Ninguém suportaria perder o melhor amigo e ser totalmente retirado da vida dele de uma hora pra outra. Nico dissera coisas horríveis e era por isso que Percy não estava bem. Percy precisava ser aceito por todos ou sentiria que era inferior e insuficiente, ele era frágil e vulnerável por trás daquele sorriso confiante e só Nico sabia disso.

Uma chuva pesada começou a cair do céu.
Nico começou a ficar com frio, mas não voltaria para casa sem Percy. Continuou a andar pela praia, lembrando dos momentos que passara com Percy.

A chuva ficou mais forte e raios cortaram o céu.
Nico olhou em volta e achou aquele lugar familiar. Muito à frente tinha uma cabana que ele lembrava bem. Ela estava acesa, o que significava que alguém estava nela.
O coração de Nico acelerou no peito e embora as roupas molhadas pesassem e a areia puxasse seus pés para baixo, ele correu, correu como nunca havia corrido antes, porque ele sabia quem estava dentro do chalé, porque ele finalmente havia o encontrado.

Bateu na porta várias vezes até as trincas serem abertas. E assim que a porta foi aberta, ele não hesitou em se jogar nos braços de Percy.

— Nico? O que diabos está fazendo aqui? — Percy o apertou em seus braços. — Você está tão frio, vai ficar doente.

— Encontrei você. Finalmente encontrei você.

Percy tocou o rosto de Nico. Seu coração parecia prestes a explodir.

— Por que você veio atrás de mim?

— Porque você desapareceu sem dar notícias. Sua mãe está preocupada, ela ligou pra Perséfone e ficamos com medo de que algo tivesse acontecido com você, então eu saí pra te procurar.

— Você não precisava... quer dizer, você me odeia, né? Desculpe...

— Para Percy. — Nico o interrompeu. — Eu não odeio você.

— Mesmo?

— Deuses, eu não poderia odiar você, Percy. Eu amo você! A razão de eu ter fugido é porque eu não sou bom o suficiente pra você e eu não queria perder você quando descobrisse.

— Por que me perderia? Eu também amo você, Nico. Você é perfeito pra mim. — Percy o apertou em seus braços.

— Quando vi você com Jason, pensei que iria morrer. Achei que tinha perdido você pra sempre. Achei que Jason merecia você mais do que eu, já que eu sou tão fraco.

— Não seja idiota, eu nunca estive com Jason, ele é quase meu irmão. Eu sempre amei você.

Percy olhou nos olhos de Nico e achou que ele não poderia estar mais bonito. E depois de todos esses anos, Percy finalmente o beijou. Finalmente Nico era seu para sempre.

Nico não gostava de Percy, nunca gostara. Ele amava Percy. E Percy sentia o mesmo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...