História Se tudo fosse diferente - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Grey's Anatomy
Personagens Alexandra "Lexie" Grey, Mark Sloan
Visualizações 15
Palavras 1.394
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Amor igual eu nunca vi


------ Lexie Grey ----- 


Minha bolsa estourou mas eu não estava sentindo nada. Olhava pro Mark e ele está paralisado, droga. 

- Mark? Acho que Michael cansou de esperar, melhor ligar pra Addison né? Disse Lexie tentando manter a calma. 

Ele não respondia, ok. Melhor eu ir chamar a Callie, e se a Sofia estiver lá? Não quero deixar a criança nervosa, melhor ligar. Pego o celular na bolsa e ligo pra Callie. Demorou um pouco para atender, imagino o porquê, são 3 da manhã. 

- Juro que se o Michael não tiver nascendo eu vou te matar. Disse Callie com uma voz de sono 

- Oi Callie sou eu Lexie, minha bolsa estourou e o Mark tá paralisado. To preocupada tanto com um quanto o outro. Disse Lexie 

- Fica calma Lexie, vai sentar to chegando aí agora. Disse Callie nervosa. 

Ok ela tá chegando. Melhor eu sentar. Começo a sentir uma dor forte, dou um berro. Que isso? É pior do que eu já havia sentido na outra vez, passa 10 minutos e sinto de novo, dou outro berro. Mark estava ajeitando as bolsas e deixando tudo pronto. Callie chega com Arizona. 

- Arizona quero remédio, por favor me dá algo. Diz que tem algo. Disse Lexie suando e gritando. 

- Calma Lexie, você ta tendo contração. Respira e vamos cronometrar elas ok? Disse arizona tentando acalma-la. 

- 10 em 10, aí lá vem ela. Disse Lexie gritando. 

- Arizona ela tá bem? To ficando preocupado. Disse Mark descontrolado. 

- Tá tudo pronto? É tudo normal Mark, ainda vai piorar e muito. Disse arizona. 


-------- Mark Sloan ------- 

Quando Lexie me contou que a bolsa estourou eu senti como se o mundo tivesse parado. Não ouvia nada a minha volta, me passava um flashback. Eu teria um filho com a mulher que eu mais amo, daria um irmão pra minha Sofia, pela primeira vez na vida me sinto abençoado. Sinto que tenho tudo que eu queria, ou quase tudo. Precisava só dá minha pequena Grey. Ela sempre ficou ao meu lado, sempre acreditou em mim, quando todos me chamavam de monstro, ela me achava um princípe, ela era merecedora de todo o meu melhor. Quando voltei a terra ela tava no telefone com Callie, deu um grito que me assustou. Fui correndo fazer as malas, peguei todas as roupas dela, todas as roupas do Michael, peguei todas as fraldas, de vários tamanhos, peguei tudo que vi. Coloquei uma jaqueta e quando terminei Callie, Arizona e Sofia já estavam aqui. Lexie gritava muito, não podia estar normal. Ajeitamos tudo e fomos pro hospital. Chegando lá, Lexie já estava com contração de 6 em 6 minutos, ela parecia tão cansada.

Bailey veio nos ajudar, pegou uma cadeira de rodas pra ela e disse que Addison já havia ligado para o hospital e estava a caminho e pediu para deixar tudo pronto. 

- Mark cuida da internação dela, vou colocar Sofia na creche e procurar Meridith. Lexie vai com a Arizona, fica calmo. Disse Callie. 

- Não consigo ficar calmo. Disse Mark. 


------- Lexie Grey ------- 

 QUE DOR! Eu só pensava nisso, dor. Não imaginava que era algo tão insuportável, o caminho ao hospital pareceu eterno. Quando eu vi a Bailey soltei uma aleluia. Addison não tinha chego? Que dor!!!!! La vinha outra contração. Fomos para o elevador e cadê o Mark ? Não conseguiria fazer isso sem ele. Droga tá vindo outra. Dou um grito no elevador, tô nem ai. Não consigo controlar, preciso de algo. 

- Arizona por favor, me medica. Me dê algo forte, eu quero ficar o máximo drogada que a medicina permite. Por favor. Disse Lexie gritando. 

- Vou te examinar enquanto Addison não chega e veremos o que eu posso fazer. Disse arizona . 

Addison pelo amor, chega logo!!!!!; Chegamos no quarto e Arizona me pediu que deitasse na cama para realizar uns exames, vieram as enfermeiras para preparar o soro. 

- Lexie você tá com 7 de dilatação, Michael está com o batimento forte e só esperando a passagem se abrir pra vir. Tá tudo bem, fica calma. Respira. Disse arizona. 

- 7? Eu tô com 7? Não é possível, lá vem, lá vem. Disse Lexie antes de dar um berro. 

- Cheguei, cheguei. Disse Addison. 

- Finalmente. Soltou Lexie. 

- 7 de dilatação, batimento do feto forte, Lexie está indo bem mas precisa se mover para dilatar mais rápido e tá pedindo remédio. Boa sorte Lexie. Disse arizona antes de sair. 

- Ok Lexie, vamos trazer esse bebê ao mundo. Melhor forma de dilatar é sentar na bolinha. Farei umas massagens em você. Fica bem tranquila. Se depois disso não te ajudar a aliviar, veremos uns remédios para você ok? Disse Addison me ajudando a levantar. 


Tirei a roupa e vesti o roupão do hospital. Nossa que maravilha, que mãos. Acabou a paz, lá vem outra contração. Dou um grito.


- Cadê o Mark? Eu preciso do Mark. Disse Lexie suspirando. 

- quando estava subindo ele tava terminando a papelada pra sua internação. Meridith tava chegando com seu pai e sua irmã. Estão te aguardando e Mark a qualquer momento vai chegar. Continua respirando que logo vem outra.

 

----------- Mark Sloan ------- 


Aquela papelada parecia não ter fim, quando acabou fui correndo encontrar Lexie. Ao sair do elevador já podia ouvir seus gritos, meu Deus o que tá havendo? Sai correndo, perto da porta encontrei todos. Meridith, Cristina, tatcher, molly, Alex, Callie, Arizona. Entrei no quarto e Lexie dava mais um grito. 


- Tá tudo bem? Disse Mark nervoso. 

- Finalmente você chegou. Disse Lexie suspirando. 

- Como estamos? Disse Mark. 

- estamos quase lá, ela já tá com 9 de dilatação. Michael tá doido pra vir ao mundo. Vamos deitar na cama Lexie e se preparar para empurrar. 


Ela mal conseguia andar, estava exausta. Peguei um papel e sequei seu rosto. Sentei e coloquei ela entre as minhas pernas. Cabeça da estava apoiada no meu ombro e minhas mãos seguravam as suas. 

- Vamos lá Lexie, estamos quase lá. Agora é só você empurrar que Michael faz o resto. Disse Addison abrindo suas pernas. 

- Vamos Lexie, empurra meu amor. Trás nosso bebe. Disse Mark. 

Ela gritava, fazia tanta força que chegava a ficar toda vermelha. 

- Boa Lexie, está com a cabeça para fora. Mais um pouco, só mais um pouco. Empurra! Disse Addison. 

- seja bem vindo Michael Grey Sloan. 


Meu coração parou, que bebêzinho mais lindo. Empurrei Lexie um pouco para frente para levantar. Ela sorria. Addison me deu para terminar as coisas com a Lexie. O limpei um pouco com a manta e na hora que virei para mostrar a Lexie, ouço um barulho. 

- Pressão caindo, chama o anestesista agora. Precisamos de um Sala de cirurgia agora. Lexie fica comigo. Disse Addison desesperada. 

Arizona e o anestesista entra. 

- Addison o que tá acontecendo?

- Mark vem comigo, Addison sabe o que está fazendo. Preciso examinar o Michael e você precisa deixar Addison cuidar da Lexie. Disse arizona pegando o Michael.

 

Apagaram a Lexie e saíram. Meu deus, isso não podia estar acontecendo. Minha pequena Grey não. Estava desesperado. Ao sair do quarto todos vieram em cima. 

- O que houve Mark? Perguntou tatcher. 

- Michael nasceu, tão lindo. Aí do nada a pressão começou a cair e a levaram para a sala de cirurgia. Disse Mark desnorteado. 

- Calma gente vai dar tudo certo. Lexie vai ficar bem, Michael vai ficar bem, vamos todos ficar bem. Não vamos sofrer por antecedência. Vamos manter a calma e aguardar notícias. Disse Molly ajudando o pai a sentar. 

Parecia que as horas tinham parado. Ninguém vinha dar notícias. Eu perguntava e ninguém sabia informar. Não me deixavam entrar na sala de cirurgia, to em pânico. Derek finalmente aparece. 

- Oi Mark, desculpa estava em cirurgia. Disse Derek. 

- Derek por favor, procure saber informações da Lexie. Eu não aguento mais esperar. Disse Mark nervoso. 

- Quem quer conhecer o Michael? Disse arizona animada. 

Todos foram vê-lo mas minha cabeça estava a mil, deixei eles verem primeiro e fiquei esperando o Derek com notícias e nada. Parecia que faziam anos que a Lexie estava naquela sala.

Michael era a coisa mais linda, todo rosinha. Me olhava e se aconchegava nos meus braços. 

- Vai dar tudo certo, eu você Lexie e Sofia seremos uma linda família.  Disse Mark. 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...