História Second Chance - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Arrow, The Flash
Personagens Barry Allen (Flash), Cisco Ramon, Detetive Joe West, Dr. Harrison Wells, Dra. Caitlin Snow, Felicity Smoak, Iris West, Oliver Queen (Arqueiro Verde), Personagens Originais, Wally West (Kid Flash)
Tags Olicity, Savifrost, Snowbarry
Visualizações 66
Palavras 1.421
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Mistério, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Aqui vai mais um capítulo espero que gostem ❤.
Obs:Eu imagino a Daisy como Mackenzie Foy

Capítulo 5 - Capítulo 5


(Narrador:On)

-Vai mãe por favor!-Daisy implora.

-Não! Você não vai pra Terra 19 com o Cisco!-Daisy bufa.

-Ah mãe! O que eu vou fazer no final de semana?-Ela se joga na cadeira no Córtex.

-Ficar com seus amigos?

-A Grace vai com o Cisco,o Thomas vai passar um tempo com a família dele,e eu vou ficar aqui com a minha melhor amiga,a Netflix.

-Então nós duas vamos ser isoladas juntas.-Caitlin a abraça e ela sorri.

-Do que as duas estão falando?-Barry se intromete.

-Que a nossa vida é um lixo.-Daisy joga uma caneta no chão.

-E que a nossa vida social consiste em assistir Netflix e salvar a cidade.-Caitlin completa e Barry dá uma risadinha.

-Eu ia zoar vocês,mas lembrei que estou na mesma.

-Que belo par nós somos Sr. Allen.

-É nós somos,Dr. Snow.-Caitlin sorri,como Barry ama esse sorriso,seu coração descompassou uma batida,fazia um tempo que Íris não causava esse mesmo efeito nele,talvez só a Snow pudesse causar isso... Caitlin olha no fundo dos olhos verdes dele,aqueles olhos verdes profundos,brilhantes,que passavam a ela uma sensação de serenidade,como ela sentiu falta dele,mesmo não admitindo. E Daisy estava lá segurando vela,shippando os dois demais e pensando:

"Se beijem logo,nós três sabemos que a vontade é real,isso tá pior que novela mexicana!"

- Nós três poderíamos fazer uma noite de jogos e depois ir ao karaokê...-Barry sugere e Daisy começa a dar pulinhos.

-Agora ela não vai para quieta...-Caitlin reclama.

-Por que?

-Porque ela ama karaokê e cantar,agora ela vai me arrastar pra essa noite de jogos/karaokê,a única coisa que eu queria era ficar assistindo minha Netflix.-Barry ri.

-Sim,amo cantar,musicais deixam tudo melhor.

-Concordo plenamente.

-Não sei como vocês dois gostam de musicais...-Caitlin diz.

-Mãe,a gente está em maior número hoje,você não conseguirá nos impedir!

-Sim,você será uma de nós.

-Nunca,vou me deixar infectar por esse vírus!-Daisy e Barry começam a imitar zumbis e correm atrás da Caitlin que entre risadas sai correndo.

-Achei você! Daisy sua mãe está aqui!-Barry começa a fazer cócegas em Caitlin.

-Não Barry,para isso é golpe baixo.-Ela diz entre gargalhadas.

-Admita que musicais são bons.

-Até aí tudo bem.

-E que eu sou demais.

-Isso nunca! Mãe nunca admita isso!-Daisy interfere,Barry solta Caitlin.

-Eu pensei que nós fizemos as pazes...-ele suspira.

-E fizemos,só que eu não dou o braço a torcer.-Barry bufa.

-O mundo conhecerá a verdadeira dor!-Barry e Caitlin começam a fazer cócegas em Daisy.

-Eu só queria falar que eu entendi a referência! Se o mundo o conhcerá a verdadeira dor,e vocês estão fazendo cócegas em mim,eu sou o mundo de vocês! Vai me soltem por favor!-eles soltam.-Vocês dois são piores do que o homem que negou pão ao Nagato!

-Nossa essa foi ofensiva.

-Também te amo.-Barry sorri e a abraça.

**************

-Droga! Odeio esse jogo!-Caitlin diz e Barry ri.

-Vai minha vez.-Daisy pega o jogo.

-Só não estraga o meu jogo.-eles ouvem vários apitos dizendo que ela tinha perdido.

-Eu odeio esse jogo! Ele é impossível! Cientificamente impossível,impossível de se ganhar nele e impossível se gostar!-Daisy joga o jogo na lixeira.-Pronto,salvei alguém de suicídio por causa desse jogo.

-Meu jogo...-Barry faz uma cara triste.-Operando não é impossível! Vocês que são ruins nele.

-Eu sou uma cirurgiã formada que sabe fazer uma lobotomia,mas não consegue ganhar Operando. Como você explica isso?

-E eu sou formada em seriados de Medicina,que sabe se virar se acabar se machucando. Hein,Barry,como você explica?-Barry dá uma risadinha.

-Não dá pra ganhar de vocês! Eu mandei mais quatro pra você no Uno,e você ficou de complô com a Daisy,aí vocês me fizeram comprar mais 12!-Caitlin dá uma risadinha de deboche.

-Sinto muito,mas jogar mais quatro no amiguinho é considerado o mais alto nível de traição.-eles riem.

-Você fez isso,só que três vezes pior!

-Eu posso,você não.-Barry fica sem entender a lógica dela.

-Vai por mim Barry nem tente entender porque não faz sentido,aceitar é a escolha mais sábia da sua vida.-Daisy dá um tapinha nas costas dele.

-Mulheres são loucas.-Barry suspira.

-Nem todas... Talvez todas... Tá todas são,mas a minha mãe é mais.-Barry ri.

-Sério que os dois estão falando mal de mim,na minha frente?! -Caitlin fica indignada.

-Bem... Sim!-os dois completam.

-Às vezes eu queria que vocês fossem menos parecidos...-eles riem.

-Vamos logo pra esse karaokê?! Já está de noite!-Daisy se empolga de novo.

-Já vamos,só deixa eu me trocar.-elas veem um clarão,Barry volta vestindo uma calça jeans e camiseta preta.

-Agora nós vamos trocar de roupa. Barry dá uma carona?-Caitlin pede e Barry sorri em resposta.

-E eu estou segurando vela... De novo...-Daisy suspira e corre pra casa.

************

-Cait já terminou?-Barry diz jogado no sofá.

-Vai mãe a gente está aqui a duas horas...

-Não tenho roupa!

-Ah mãe deixa de mentira! Você tem um armário cheio de roupa.

-Barry em qual vestido eu fico melhor? Nesse azul ou nesse preto?

-Eu já disse que tanto faz,você fica ótima nos dois...

-Como assim tanto faz? Barry tem diferença se eu vestir um ou outro.

-Barry fala um logo,mesmo que você não veja diferença,antes que a gente passe o resto da vida aqui.-Daisy sussurra.

-Vai com o azul.

-Ótimo vou com o preto.

-Por que você pediu minha opinião?!-Barry se levanta bagunçando o sofá.

-Porque eu gosto de te contrariar. Vamos?!

**********

-Eu posso ir cantar?-Daisy pergunta.

-Se quiser pode ir.

Daisy sobe no palco seleciona Something Just Like This e fala:

-Eu gostaria de chamar aqui Barry Allen!

-Barry!Barry!Barry!-a platéia começa a incentivar. Barry sobe no palco sorrindo e diz:

-Eu também gostaria de chamar alguém aqui:Caitlin!-Caitlin lança um olhar de ódio pra ele e Daisy ri.

-Cait! Cait! Cait! Cait!-Caitlin sobe no palco e amaldiçoa Daisy e Barry mentalmente,Daisy dá alguns risinhos.

-Não se preocupem eu vou cantar a maior parte.-A música começa.

***********

Os três descem do palco e todos aplaudem,Caitlin cantou bem,pra surpresa de Barry. Eles se sentam numa mesa e Daisy cai na gargalhada:

-Eu tava quase morrendo lá em cima.

-Por que? Você canta tão bem...-Barry elogia.

-Eu me segurei pra rir na parte do Superman e das habilidades sobre-humanas. Porque nós três temos. Isso não é irônico?

-Sim,claro...-Barry diz um pouco assustado com o quanto a garota estava rindo,que não era pouco.

-Você se acostuma...-Caitlin sorri.

-Você cantou bem hoje... Dado ao outro dia pensei que não iria...

-Eu estava bêbada. Sem estar bêbada eu canto relativamente bem!

-Pera o que a minha mãe bebeu e já cantou?! Barry eu preciso saber dessa história!-Daisy começa a se animar de novo,Caitlin esconde a cara entre as mãos.

- Sinto muito Cait,é um ótima história,ela precisa saber. Sua mãe bebeu demais e foi cantar Summer Nights de Grease,num karaokê e a plateia começa a gritar Barry! Barry! Barry! Só que a sua mãe canta mal demais e acaba passando mal porque bebeu,e há outros detalhes que você não precisa saber.-Daisy ri

-A minha mãe cantando uma música de Grease?! Com você?!-Daisy quase cai da cadeira de tanto rir.

-Minha vez de contar um história sobre o Barry: O Cisco fez pra ele uma bebida que o deixava bêbado mesmo com a super velocidade,ele bebeu e ficou falando pra todos:Eu sou o Flash!-Daisy ri e Barry cora.

-Ele fala pra todos menos pra Patty...-Daisy suspira.

-Você sabe da Patty?

-Sim continue.

- Ele ficou perguntando:Por que a Rose não deixou o Jack subir? Tinha espaço pra dois!-Daisy cospe a bebida de tanto rir.

-Meu Deus Barry você tava drogado.

-Espera que ainda tem mais:Ele tava chorando e dizendo:Eu amo asinhas de frango!

-Barry não dá pra te perdoar por essa sinto muito. Você é muito drogado!

-Não fala nada,que você é bêbada sem bebida e drogada sem droga. Quer que eu conte alguns dos seus podres pro Barry? Então Barry teve um dia...

-Não! Não mãe por favor! Então né? Já tá tarde e eu sou criança e tenho que dormir.

-Vai Cait conta ela tem em mãos podres e gafes nossas eu tenho que saber um dela.

-Teve um dia que ela foi de pijama de unicórnio pra escola.-os olhos de Barry brilham,porque Ele imagina um bebê fofo,não a real situação,Dasiy cora.

-Que fofinha!

-Que fofinha? Ela tinha 13 anos! O pior ela foi descalça e de meias trocadas.-Barry dá uma gargalhada gostosa.

-Em minha defesa eu virei a noite jogando Cuphead. Não ouse mostrar fotos desse dia!-Daisy implora e Caitlin põe a mão no bolso mas Daisy arranca o celular da mão dela e joga ele em algum lugar daquele bar.-Pronto!

-Eu tenho backup.-Caitlin dá um sorriso malvado.

-Nossa Cait não sabia que você era dessas...-Barry interfere.

-Só assim pra ela arrumar o quarto,ela só faz se eu a ameaçar.

-Não precisamos entrar no assunto da minha vida,não é mesmo?-Daisy arrasta os dois pela mão pra fora do karaokê e fica de mãos dadas com os dois. Ela estava pulando algumas poças de chuva pois havia acabado de chover,com Barry e Caitlin a puxando pra cima de vez em quando. Eles estavam caminhando calmamente sem a pressa do dia a dia,eles queriam aproveitar esse momento,principalmente Daisy que seria o mais próximo que ela teria com seus pais biólogicos. Eles estavam lá,como uma família feliz...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...