História Segredos ocultos e um tribunal - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Agents of S.H.I.E.L.D., Capitão América, Hayley Atwell, Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Clint Barton, Dr. Bruce Banner (Hulk), Grant Ward, Hayley Atwell, Howard Stark, Jemma Simmons, Leo Fitz, Loki, Maria Hill, Melinda May, Natasha Romanoff, Nick Fury, Peggy Carter, Personagens Originais, Phillip Coulson, Sharon Carter (Agente 13), Skye, Thor
Visualizações 15
Palavras 1.159
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Está fanfic será um pouco diferente.
Se passará no filme Os Vingadores-The Avengers, tendo um foco a mais em Tony Stark e mais uma personagem de minha autoria.
Espero que gostem.
Boa Leitura :D

Capítulo 1 - Capítulo 1- Aquele que está sendo processado


Fanfic / Fanfiction Segredos ocultos e um tribunal - Capítulo 1 - Capítulo 1- Aquele que está sendo processado

||Washington D.C-  Base da S.H.I.E.L.D Localização Secreta||

"Após o ataque alienígena em New York que aconteceu a 2 meses deixando  a cidade completamente  devastada, salva pelo grupo considero The Avengers que desapareceu logo após o fechamento do portal que permitiam a passagem dos outros seres para a Terra. Até agora não foi estipulado o número de mortos durante o ataque, porém a questão de destaque é o desejo de muitas pessoas que são contra o grupo de super heróis , e que  arquem com toda a consequências causada por eles e a agência a parte denominada  S.H.I.E.L.D. Voltamos em breve com mais informações." 

A televisão foi desligada e os quatros membros da sala fitando-se apenas deixando o silêncio reinar. 

-Trágico.-Levantou-se Stark indo até o pequeno bar que ali contém servindo-se de um uísque :-Como as pessoas são ingratas, além de ajudá-las é assim que nos agradece. 

-Qual a gravidade?-A pergunta de Natasha direcionada a Nick o fez respirar profundamente. 

-O Conselho entrou em contato, haverá um julgamento onde vocês três representarão The Avengers, Maria representará a S.H.I.E.L.D e então apenas iremos esperar até o final do julgamento para saber a sentença. 

-Nós? -A pergunta foi feita por Rogers :-Não que me incomode, mas e quanto ao Thor, Bruce e Barton?

-Se eu quisesse que as coisas piorassem mandaria Bruce que logo que perder a cabeça se transformaria em Hulk e destruiria tudo, como da última vez em que ele esteve em um tribunal. Barton encontra-se em uma missão confidencial e quanto a Thor caso consiga entrar em contato com Asgard, forneça-me este meio de contato.-O sarcasmo ao se retratar de Thor usado por Fury fora compreendido com sucesso imediato :-Minhas melhores opções é você e Romanov, acredite enviar Stark está sendo algo deveras complicado. 

-Não sei porque.-Ele da de ombros. 

-Estamos sendo processados.-A exaltação no tom de voz usado por Fury chamou a atenção tanto de Natasha quanto de Rogers que apenas fitavam a situação entre Nick e Stark. 

-Isto não é problema para mim.-Rebateu com sarcasmo. 

-Acha que estou brincando Stark? A S.H.I.E.L.D pode acabar, vocês serem presos, o time de pessoas que estão contra nós, são maiores dos que se encontram a favor. 

O silêncio permaneceu, pela primeira vez Stark estava amedrontado, o que se pode considerar como raridade, momentos incomuns. 

-Iremos precisar de um advogado.-Romanov cortou o silêncio que havia se instalado. 

-Já temos uma.-A ruiva percebeu a pequena relutância em Nick para citar a advogada, não necessitava de muito para saber de quem se tratava.

-Não.-Levantou-se exaltada :-Recuso-me a ser defendida por ela novamente.

-Não há escolhas. 

||Las Vegas Nevada- 10am:35mim|| 

Roupas jogadas por todos os lados, gemidos vindo em direção ao quarto. Das quatro pessoas que acabaram de entrar no apartamento, apenas duas fitaram-se enquanto os outros dois olhavam-se mantendo a naturalidade perplexos pelos gemidos. 

-Nós viemos para um apartamento fazer um filme pornô ?-A mais nova perguntou com ironia. 

-Quando se trata dela, acaba se acostumando com os modos a qual você presencia para aborda-la.-O homem comentou. Seu olhar dirigiu-se para a asiática que estava sentada no sofá do apartamento com os pés sobre a pequena mesa de centro enquanto fita o celular. 

-Não irei entrar lá dentro, uma hora ou outra ela irá sair. Minha última abordagem com ela tornou-se totalmente inesquecível, assim como as outras 3 que já fiz.- Ela responderá :-Se quiser tentar, sabe aonde fica. 

-É melhor esperarmos.-O mais velho respondeu caminhando até o sofá sentando-se ao lado da asiática. 

Os gemidos cessaram-se fazendo os mais novos se fitarem. Na realidade nem ao menos sabiam o que faziam ali, apenas que necessitava encontrar uma pessoa que se é de extrema urgência. Passos foram ouvidos do corredor, chamando a atenção dos dois mais novos, enquanto os mais velhos continuavam na pequena disputa entre si, aquele que desfizesse a expressão séria do rosto pagaria duas rosadas de bebida para o outro. Infantil, mas após 1 hora a criatividade se foi para coisas que se poderia fazer por ali. 

-Creio que já estejam acostumados em vir atrás de mim quando encontro-me em momentos digamos que íntimos.-Uma voz conhecida por apenas dois e desconhecida pelos outros dois comunica-se :-Achei que houvesse morrido no ataque de New York, Agente Coulson. -Com os braços cruzados o fitou. 

-É bom revê-la também.-Coulson comentou :-Precisamos de você. -Não poderia enrolar, necessitava urgentemente da presença dela em Washington D.C. 

-Creio que seja referente às ligações extremas de Fury.-Caminhou em direção a cozinha sendo acompanhada deles :-Café?-Ofereceu, porém sendo negado pelos mais novos e aceito por Phil e May :-Agente May, quanto tempo. Não nos vemos desde...-Ficou pensativa tentando recordar-se da última vez que a viu :-Já me recordei, New Orleans?-Arqueou as sobrancelhas a espera de sua resposta, recebendo apenas um balancear positivo de cabeça vindo da parte de May :-Já os dois, não os conheço, mas gostaria muito de conhecer.-O sorriso sobre sua face completamente malicioso. 

-Estes é o Agente Ward e está é Skye.-Os apresentou. 

-A hacker e o americano britânico. -Entregou os copos para May e Phil que os pegou levando a bebida a boca. Tanto Skye quanto Ward continuaram sem compreender quem a mesma é. 

A S.H.I.E.L.D procura e contrata diversos tipos de pessoas, mas perante a analisa visual feita tanto por Skye quanto por Ward, a mulher a frente deles não combina com uma pessoa que faça parte da S.H.I.E.L.D. 

-Nick necessita de sua ajuda, a situação encontra-se totalmente grave indo parar não na jurisdição de New York, o caso foi levado ao tribunal e senado de Washington D.C. -Os pequenos detalhes fornecidos por May, foi o suficiente para a mulher compreender a que situação se encontra totalmente séria e apesar de seu modo de agir, ninguém poderia ir contra sobre um fator, é uma das melhores advogadas.

||Washington D.C-Aeroporto-1 semana para o julgamento|| 

O terninho vermelho e apesar do modo despojado de andar ela chama a completa atração. Pode estar completamente simples em tudo, porém sabe exatamente chamar a atenção para si, recebendo olhares atrativos de completo desejo de vários homens e até mesmo de algumas mulheres, de outras recebendo um olhar de ódio, talvez inveja também. 

Ao chegar sair na calçada do aeroporto foi  em direção ao carro que lhe esperava, onde apesar de não conter nenhum indícios de aviso, sabia exatamente, a S.H.I.E.L.D nunca mudava.

-Para agentes, vocês deveriam aprender a passar despercebido pelas pessoas. Uma SUV preta parada a frente do aeroporto, não se é vista com bons olhos.-Foram suas palavras ao entrar no carro que logo à partida foi dada.

-Você leu os arquivos que mandamos?-Coulson perguntou sem retirar os olhos da rua enquanto olhava pela retrovisor, a mulher encarava a janela sem desviar o olhar um momento sequer. 

-Não. -A resposta foi dada com indiferença. Nada com que Phil já não houvesse se acostumado. 

-Não irei fazer nenhum comentário. -Foi o que comentou antes de estacionar o carro:-Agora você está por conta própria. Hill estará a sua espera.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Caso a fanfic venha ter êxito, postarei logo o próximo capítulo.
Bye, até logo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...