História Sempre ao seu lado... - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts Army Viagem Kawaii
Visualizações 26
Palavras 1.064
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Famí­lia, Ficção Científica, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii gente, mais um pra vocês, de coração espero que gostem, estou dando meu melhor.

Capítulo 3 - Isso prova?


Fanfic / Fanfiction Sempre ao seu lado... - Capítulo 3 - Isso prova?

   Cece POVs

Eu estava sonhando, ou Kim Namjoon estava com a língua enfiada na minha garganta. De repente, toda a tristeza se transformou em excitação, ele foi descendo a mão no meu corpo, seus sussuros, me deixavam arrepiada, aquela voz grossa me dizendo que eu era dele, eu não tava aguentando, ia ceder, até que tive uma"crise".

Cece- espera, espera kim.

Namjoon- o que? camisinha, eu tenho aqui, não precisa se preocupar baby, eu vou te deixar no ponto.

Cece- Não, não é isso, é que eu não posso, aliás tudo isso, foi um grande erro.

Namjoon- olha cee, eu já tenho uma opinião bem formada, desde que te vi cair do 2° andar, eu sabia que você, era quem eu queria.

Cece- desculpa Namjoon, mas eu não posso ser essa pessoa. Te agradeço por tudo, mas eu preciso ficar longe de você, somos bem diferentes!

Namjoon- longe! sério? Ta legal, só me faz um favor, não fica me comendo com os olhos, quando tiver " longe de mim". Boa noite!

Aquilo me matou, de uma maneira, eu sou uma estúpida mesmo, abrir mão, do cara que eu gosto, por causa de uma idiota. Meu Deus, ele saiu muito bravo, até quebrou, o bibelô que tinha minha porta, de tão forte que ele bateu. tenho certeza que ele tem repúdio de mim agora.

Namjoon POVs

Eu dei um tempo, depois do que houve com a Tracy. Mas não desisti de ver a cece, na boa, se eu ganhasse só um sorriso, eu já tava feliz. Quando cheguei ao seu quarto, percebi aqueles olhinhos cheios de lágrima, na hora não pensei, fechei a porta, e a agarrei, ela ficou tão mole ao meu toque, que comecei a sussurar, morder sua orelha, acariciar seu corpo, com a mão, mas ela me mandou ir embora. Disse que éramos diferentes, que tinha que ficar longe de mim. A raiva foi tão grande, que eu acabei quebrando, um arranjo de sua porta, na saída. E quebrei meu arranjo também, fazendo com que meu colega de quarto, ficasse enritado.

Jimin- Eiii, o que foi que te deu?

Namjoon- Porra, esse caralho tem que quebrar! Nada, não aconteceu nada!

Jimin- Cara! você precisa esfriar essa sua cabeça, se no estado normal, você já quebra as coisas, imagina assim.

Namjoon- Foi mau cara, não devia descontar em você, amanhã eu te explico, mas agora, eu preciso dormir.

Jimin- De boa hyung.

Não consegui dormir direito, passei a noite pensando. Quando vi que já era dia, tomei um banho, e fui atrás do meu bom e velho café, quando terminei, fui pra sala de aula, era nosso primeiro dia, e logo os outros chegariam. Tava lendo meu livro até que, alguém beija meu cangote.

Tracy- Bom dia amor!

Kim- Bom dia tray, madrugou em?

Tracy- você quem madrugou, seu bobo!

Kim- Representante, tem chegar cedo, pra garantir que esteja, tudo certo.

Naquele momento, a porta se abriu, e puta mano, era a cece, os olhares entre nós dois, eram inevitáveis, por mais que estivesse com ódio, eu a desejava muito, e não era só isso, eu tava me apaixonando por ela, só queria entender o que aconteceu, não era possível que aquele olhar não fosse de desejo. Logo todos chegaram, e tenho que admitir a 1° aula foi incrível, Tracy havia saído, e perdeu o finalzinho da aula, eu saí a procurando, mas quando a encontrei, estava atracada com a cece, fazendo ameaças, pra Cee, em relação a mim.

Kim Namjoon- já chega Tracy choi!

Cece POVs

Acordei com muita dor, não sei quem doia mais, a cabeça ou a consciência, tomei um banho, peguei uma barrinha de cereal e fui direto pra sala, mas não esperava que ao chegar lá, eu veria a Tracy, agarrada com o "meu homem". Aquilo já havia arruinado meu dia, mas a aula, que foi top, e Laura paquerando o Jimin, ( muitoo amigo do Kim), melhoraram um pouco, o meu astral. Quando já estávamos perto de largar, eu e Laura decidimos ir ao banheiro, mas logo no corredor, percebi uma sombra atrás de mim.

Tracy- Na boa, não sei como você, conseguiu passar nessa instituição, por que além de idiota, você é burra. Não sabe o que significa, a palavra distância?

Ela pega o meu cabelo, e começa a gritar.

Tracy- PORQUE O NAMJOON, ENTROU, NO SEU QUARTO, ONTEM!

Laura- solta ela sua idiota, ele não te quer, porque você é uma puta esnobe!

Tracy- olha, temos um grilo falante!

Ela empurrou Laura, que bateu com a cabeça na parede, nesse momento, eu não me contive, deu um murro no seu rosto, ela me deu um de volta, mas a minha ira, foi tão grande, que me atraquei com ela, e a bati muito, acho que arranquei metade, dos seus cabelos. Até que paramos, e eu disse todos os xingamentos possíveis, e quando chegou sua vez, ela só falava, de mim e do Namjoon, do quando éramos diferentes, de quanto eu iria me arrepender de ficar com ele. Mas, ele a calou.

Namjoon- já chega Tracy choi!

Ele me ajudou a levantar, me deu mais uma vez a sua mão, e fomos saindo.

Tracy- Nam, você, você não pode fazer isso comigo!

Namjoon- já estou fazendo, Tray!

Cece- Espera Kim.

Kim- o que vamos esperar dessa vez, Cecília Montez?

Cece- Laurinha, eu tenho que ficar com ela!

Na mesma hora, ele pediu pro Jimin, a fazer companhia, e como eu sabia que ela ia ficar muito feliz, clarooo, que deixei. Chegamos ao quarto dele, era tudo tão peculiar, tinham muitos livros, discos, esboços de poemas, letras de música. Até que ele se sentou ao meu lado.

Namjoon- deixa eu ver esse machucado.

Cece- Aiiiiiii, aiii Kim, o que é isso? ta ardendo.

Namjoon- Um remédio. Que saber, bem feito que ardeu, você deveria ter me contado, o que tava acontecendo, ia mesmo abrir mão, da gente?

Cece- E como eu ia ter a certeza, de que era mesmo, isso que você queria?

Kim- tá! Isso prova?

Me deu um beijo ardente.

Cece- não! e muito pouco.

Kim- isso prova?

Começou a chupar meu pescoço, e me morder e sussurar, isso prova?

Cece- ainda tá poucou.

Começou a desabotoar, minha camisa.

Cece- Espera!

Namjoon- PUTA QUE PARIU. O que foi agora?

Cece- só acho que eu ainda sei, tirar minha roupa!

Disse subindo em cima dele.

Namjoon- Mas acho que posso fazer isso, bem melhor!


Notas Finais


Pessoal, me desculpem mais uma vez pelo capitulo pequeno, prometo fazer outros maiores!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...