História Sempre ao seu lado - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Depressão
Visualizações 1
Palavras 839
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem dessa história ê a primeira que estou fazendo

Capítulo 1 - O bilhete


Quarta 05h00 madrugada.
Acordei pois eu estudava de manhã e morava longe da escola...
Eu estava no banheiro arrumando meu cabelo quando eu olho para a minha lâmina e fico pensando o que fazer, então peguei ela ê coloquei na minha bolsa..
Na cozinha tinha como sempre um café da manhã me esperando feito pela minha querida avó ela é de mais.
A:Bom dia meu bem.
M:Bom dia vovó.
A:Hoje tem panquecas você quer ?.
M:Quero sim.
A:Coma rápido você vai perde o ônibus.
Quando terminei de comer fui em meu quarto buscar minha mochila e sai de casa, já dentro do ônibus a mesma coisa de sempre os caras nojentos encostando seu pênis imundos nas mulheres, gritaria, ê barraco, pobre mundo e esse, coloquei meu fones de ouvido e fui escutando alguma música lenta pra acalmar os nervos, eu sempre pegava o mesmo ônibus com as mesmas pessoas mais neste dia eu vi um cara novo um garoto aparentava ter a minha idade, eu estava em pé e minhas pernas estavam doendo e aquele garoto não parava de me olhar suas roupas eram totalmente pretas e ele usava um mochila, uma moça que estava ao seu lado saiu ê logo meu cérebro maldito disse "Senta lá suas pernas estão doendo" não eu nao quero sentar, mais assim eu fiz eu sentei por que eu sou trouxa, eu vi que suas mãos tremiam, eu nem liguei continua ali sentada esperando a parada da escola, quando finalmente ela chega eu desci e logo percebi que ele também desceu, pera ele e novo aqui ?.
Vi ele indo em direção a sala da direto e entrando lá parei de seguir o pobre coitada e então entrei na minha sala e logo veio minha única amiga Gisele a mais fofa da sala.
G:Oi Mia hoje eu tô feliz.
M:Você tá sempre feliz.
G:Mais hoje com razão.
M:Qual é o por que dá felicidade.
G: vai entrar um garoto novo na sala - era só o que me faltava pronto a vida tá de sacanagem comigo.
G:Ae você não veio ontem e a prof passou um trabalho e eu tô fazendo com a Rose e ela vai escolher um par pra você hoje.
M:Pq ela que tem que escolher ?.
G:Pq ela escolheu os pares.
M:Ok.
A professora entrou na sala toda animada acho que essa aí deu a boceta velha dela, fiquei pensando se era o garoto do ônibus que entraria na nossa sala, eu não consegui ver muito bem seu rosto só a sua boca.
P:Alunos temos um novo aluno conheçam o Liam Brandt - pera Brandt? Ô filho do homem mais rico da cidade? Eita ele é importe ele oh.
Liam logo que me viu deu um sorriso de canto e sentou em sua cadeira, eu tentei na olhar para ele mais se eu o olhasse eu me sentiria intimada, orei com todas as minhas forças para a porcaria do sinal trocar e então ele finalmente tocou e eu fui logo sentar em meu lugar favorito debaixo da árvore atrás da escola onde só os que querem paz e sossego vêem.
Quando eu percebi que liam aí também estava mais estava rodeado de garotas, isso já era de se imaginar, mais ele estava olhando para mim por que ele estava olhando para mim ? Esquisito....
Parei de olhar para ele é quando voltei de novo ele tinha sumido, o sinal bate e me deparo com Gisele na minha mesa mexendo nas minhas coisas.
M:Com licença.
G:Oi Mi - Fala com uma cara suspeita.
M:O que você tá fazendo aí?.
G:Mandaram ti entregar isso.
Um papel ? Ô que eu vou fazer com isso já sei vou enfiar na goela da Gisele.
A aula percorreu normal e liam e eu não nos olhamos mais a vontade foi grande.
Eu estava esperando o ônibus até quando ele chegou eu subi e logo atrás subiu Liam Moss esse garoto tá me perseguindo eu vou dar um tiro nele.
Me sentei em um cadeira na frente e Liam logo atrás quando chegou na parada da minha casa eu desci rápido e logo entrei em casa na esperança de ter aquele almoço gostoso, o cheirinho de frango estava no ar HMM que delícia.
A:Vem Mia bora comer.
Me sentei e ali era o único momento em que eu ria minha avó me fazia um bem danado com ela eu me sentia bem.
Quando eu terminei fui até o meu quarto tomar um banho e já de banho tomado peguei minha mochila e abri o tal bilhete e nele estava escrito.
*Ja ti falaram alguma vez que seu olhos negros são lindos? Me perdoe não ter me apresentado você me deixou um pouco tímido sua beleza me fascina, meu nome é Liam Brandt tenho 18 anos e peço desculpas novamente*
Uau ele é tão fofo assim ? Eita ok.
Bom veremos se vai ter mais disso amanhã, disse para mim já deitada na cama com meus olhos fechados pronta para dormi, amanhã ê um novo dia....


Notas Finais


Pouquinha coisa mais vem coisa por aí


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...