História Serial Killer - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 17
Palavras 590
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura. *-*

Capítulo 2 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction Serial Killer - Capítulo 2 - Capítulo 2

O alvo de hoje estaria em uma boate na cidade vizinha, observei a foto do homem por diversas vezes na tentativa de descobrir qual vacilo ele deu pra parar em minhas mãos, as vezes não recebo essa informação o que me deixa bastante curiosa. Larguei um pouco essa curiosidade e fui dar um 'oi' pros meus bebês, Rex e Safira, apesar de me falarem que um pit-bull e um pastor alemão não se dão bem eu não tive nenhum problema com eles em relação a convivência.

-nenéns, mamãe tá em casa --gritei e logo eles vieram correndo. Rex, Safira e Célia tem sido minha família desde que minha mãe resolveu se entregar as drogas logo após o falecimento do meu pai. Esfrego os olhos quando sinto que uma lágrima quer escapar.

--Eles tem dado um pouco de trabalho a noite

-Celia se aproxima com a ração deles

--Sério? -pergunto enquanto acaricio a barriga de Safira antes dela sair correndo pra sua refeição

--Sim, parece que eles estão com algum problema na caragem

--Na garagem? - levantei rápido, meus carros, minha paixão desde criança, eu seria capaz de ir até o inferno para conseguir o carro que me encantasse.

Um barulho me fez caminhar até meu Bugatti Veyron ‘Golden', ganhei essa belezura no meu primeiro racha, nada mal hein?! Me abaixei olhando atrás de uma das rodas e ali estava, um gatinho branco pouco machucado. Peguei ele no colo e chamei Célia

-Tá explicado os latidos toda noite, vai adotar?

-Eu não sei, ele parece ser bem novinho e ainda precisa de cuidados, não teria muito tempo pra ele

-logo percebo que o gato havia adormecido em meu colo o que fez Célia rir


Na hora do almoço Célia fez lasanha de queijo, minha favorita. Eu viajo bastante mas nunca provei comida melhor que a de Célia, essa mulher tem mãos abençoadas.

-- Você anda trabalhando muito, acho que deveria tirar uns dias de folgo, conhecer pessoas, namorar

-- Não mama, não tenho tempo pra essas coisas -digo pegando mais um pedaço de lasanha- além do mais, gosto de que faço e não me cansa

-- Se você diz, mas ainda acho que deveria conhecer alguém, não acha que tá na hora de me dar um netinho?

Engasguei com o suco, como assim um neto? Ela só pode estar ficando doida. Eu? Mãe? Era só o que faltava

-- Não mesmo, agora tenho que ir escolher um vestido -me levanto e deixo meu prato na pia

-- Vai sair é? Vê se arruma um pai pro meu neto

-- Aah claro - e começo a rir, não vai ser fácil tirar essa ideia da cabeça dela.

Escolhi um vestido vermelho sangue com decote em 'V' e uma abertura na perna do lado direito, um salto preto. Deixo tudo em cima da cama e vou escolher as armas certas para a ocasião, nado muito chamativo, claro, mas também nada muito simples, gosto de ser rápida.

A noite cai e vou direto tomar banho _preciso volta pra academia_, penso. Entro em baixo do chuveiro e começo a cantar e dançar feito criança. Termino o banho e me enrolo na toalha, coloco a roupa, prendo a arma na perna esquerda a qual está coberta completamente pelo vestido, calço o salto e sigo em direção a minha penteadeira, um olho preto e um batom escuro. Me levanto e vou até o enorme espelho ao lado e me encanto comigo mesma, nunca tive problemas de auto estima e coisas do tjpo, sempre me achei linda. _Atraente e misteriosa_ pensei, meu pai teria orgulho de mim, orgulho da mulher que me tornei.


Notas Finais


Sorry se tiver algum erro de português, tenho alguns capítulos prontos e não revisei mas vou fazer isso no próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...