História She's not crazy - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Capitão América, Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Dr. Bruce Banner (Hulk), Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), James Buchanan "Bucky" Barnes, Maria Hill, Natasha Romanoff, Sam Wilson (Falcão), Steve Rogers
Tags Drama, Loucos, Natasha Roamnoff, Sam Wilson, Steve Rogers, Wanda Maximoff
Visualizações 53
Palavras 1.768
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Estupro, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem <3

Capítulo 17 - Cap 17


[2 semanas depois]

Steve já havia recebido alta, Natasha permanecia em coma, o julgamento da diretora e de Bucky seria em duas semanas  

Steve se encontrava no quarto de Natasha, ele estava sentado na poltrona enquanto lia um livro, Natasha estava em um quarto comum, não respirava com a ajuda de aparelhos, mas continuava desacordada, Steve as vezes pensava no futuro e em com seria quando ela acordasse, o que ela iria fazer, ele é tirado dos seus pensamentos quando a porta é aberta, Wanda entra e senta no sofá

- O julgamento vai ser semana que vem – Ela diz o encarando

- Eu sei... – Ele responde pensativo

- O que foi? Tenho percebido que anda meio diferente ultimamente

- Não sei bem, me preocupo com o futuro

- Como assim?

- O que ela vai fazer depois que ela acordar? – Steve fala olhando para Natasha – Ela não tem ninguém

- Ela tem sim – Steve a encara de volta – Ela tem a gente agora – Wanda toca o ombro de Steve – Bom, eu vou almoçar, você vem?

- Vou ficar por aqui – Ele fala acomodando-se na poltrona

- Você que sabe – Wanda sai do quarto o deixando sozinho novamente.

Ele volta a ler o livro, após algumas horas ele acaba pegando no sono ali na poltrona mesmo, e foi ai também que Natasha começa a abrir os olhos lentamente, ela sentia-se desorientada, não sabia onde estava, ela olha em volta e vê ele dormindo na poltrona e sente-se mais aliviada por Steve estar ali com ela, Natasha ajeita-se melhor na cama e de alguma forma ajudou Steve a despertar ao vê-la acordado ele sorri

- Que bom que acordou – Ele levanta e se aproxima mais dela – Como você se sente? – Natasha balança a cabeça positivamente, ela sentia-se um pouco fraca mas não estava mais acostumada a falar – Está tudo bem agora – Steve sorri e segura a mão dela, fazendo com que ela sorrisse também.

Uma medica que vinha trocar o soro de Natasha interrompe o momento dos dois, a mesma chama uma médico para examina-la e assim Steve não poderia ficar na sala, o mesmo aproveita esse tempo para descer até a lanchonete e comer alguma coisa, pois estava morrendo de fome. Depois de algum tempo ele já podia voltar para o quarto com Natasha, ele conta à ela tudo o que aconteceu depois que ela apagou e conta também sobre o julgamento que acontecerá, Natasha parecia aliviada no final de tudo

- Agora você não precisa mais se preocupar com nada – Natasha sorri novamente, Sam e Wanda entram no quarto

- Nat, que bom que acordou! – Wanda fala animada – Trouxemos um cupckake para você, eram dois, mas o Sam comeu o outro

- Desculpa, Nat, mas eu estava com fome – Natasha sorri e balança a cabeça

Dois dias depois Natasha iria receber alta, Steve e Wanda estavam do lado de fora do quarto dela conversando

- Ela pode ficar lá em casa por enquanto – Steve fala

- Tem certeza?

- Sim, não vai me atrapalhar

- Tá bom, eu gostaria que ela ficasse lá, mas meu apartamento é muito pequeno para mim imagina para ela – Os dois sorriem e voltam para o quarto, Natasha estava sentada na beirada da cama enquanto balançava os pés – Ainda bem que as minhas roupas serviram em você – Wanda fala sorridente

- Vamos? – Steve pergunta e Natasha balança a cabeça

Steve a ajuda a caminhar até seu carro, ele a acomoda logo segue para o seu apartamento, chegando lá, os dois descem do carro pegam o elevador e sobem até o andar de Steve

- Você vai ficar comigo por um tampo, certo? – Ele fala colocando a chave na fechadura – Não repare muito na bagunça – Ele abre a porta e ela ri, pois não tinha absolutamente nada fora do lugar – O que? – Ele pergunta, Natasha apenas balança a cabeça, Steve dá de ombros – Vem vou te mostrar o resto do apartamento – Ele mostra o seu apartamento à ela e por último deixa o quarto de hospedes – E aqui é onde você vai ficar, quero que se sinta à vontade aqui, bom, se quiser tomar um banho tem toalhas no armário, tem uma mala em cima da cama com algumas roupas para você, eu vou estar na cozinha preparando alguma coisa para comermos, como eu falei fique à vontade – Ela sorri e ele também e logo se retira

Natasha abre a mala que estava na cama, ela olha para as roupas que ali estavam e pega um short de pijama e uma blusa, parecia confortável, a mesma direciona-se para o banheiro fechando a porta, coloca as roupas em cima do vaso e dá de cara com o espelho, ali parada olhando para o próprio reflexo, percebe como havia mudado desde quando foi levada para aquele lugar horrível, lá não tinha muitos espelhos então apenas via seu próprio reflexo pelas janelas de vidro, Natasha respira fundo e começa a tirar a roupa que usava, toma um banho quente e relaxante, assim que acaba o mesmo ela veste-se, Wanda tinha dado algumas que não usava mais, Natasha vai para sala pois o cheiro que vinha daquela direção estava muito bom

- Chegou na hora certa – Steve fala colocando um prato em cima da mesa – Espero que goste de massa com calabresa – Ela balança a cabeça – Sente-se vou pegar os talheres – Natasha senta, os dois comem em um clima agradável.

Já que ela saiu do hospital pela tardinha, eles jantaram, Steve começou a recolher os pratos da mesa e os levou para cozinha, o mesmo começa a lava-los, após um tempinho Natasha caminha até a porta da cozinha e encosta-se no marco da mesma, Steve percebe a presença dela e vira-se

– O que achou do meu apartamento? – Steve sorri e ela também, mas a mesma logo volta a ficar séria – O que foi?

Natasha enche os olhos de lágrimas, Steve não entendia o porquê de tal reação, a mesma começa a chorar e anda na direção de Steve até abraça-lo, o mesmo retribui o abraço bem apertado, Steve passava a mão pelos cabelos dela, ele estava ficando um pouco preocupado pois ela chorava de soluçar

– Está tudo bem – Depois que ela acalmou-se um pouco, Steve a afastou-se de si, enxugou algumas lágrimas que ainda escorriam – Acabou, ok? Não precisa mais chorar, está tudo bem agora – Natasha balança a cabeça e volta a abraça-lo, ela sentia-se bem quando o abraçava.

Algum tempo depois

- Espero que fique confortável aqui, se acontecer alguma coisa pode me chamar, estou aqui na frente – Ela concorda – Boa noite Nat – Steve diz e logo fecha a porta saindo e a deixando sozinha.

Pela madrugada Natasha acorda ofegante e um pouco suada, ela tinha acordado de um pesadelo, a mesma não conseguia lembrar-se direito mas sabia que coisa boa não era, pois ela acordou naquele estado, Natasha virou-se de um lado para o outro e não conseguia dormir, então foi procurar Steve.

Ela desce de sua cama, abre a porta lentamente e se direciona ao quarto dele a sua porta estava aberta facilitando a passagem dela, Natasha vê que ele estava dormindo e apenas deitou-se ao lado dele, Steve sonolento abre os olhos vagarosamente ao sentir a cama afundar um pouco ao seu lado

- Nat? – Ele fala com a voz de sono a mesma chega bem perto dele fazendo com que ele sinta a sua respiração, Steve beija o topo da cabeça dela e volta a dormir

No dia seguinte os dois tomavam café da manhã juntos, Natasha não comia muito, ela prestava mais atenção na janela que estava aberta do que no próprio prato em sua frente, ao acabar Steve tira a mesa, ao voltar para sala, ele não a vê na mesa, ao direcionar o olhar para janela viu Natasha ali, parecia distraída, observando cada lugar que a vista proporcionava, tudo parecia novo para ela, também ficar preso em um lugar por 5 anos não é para qualquer um. O celular de Steve toca e o mesmo atende, após a ligação ele senta no sofá e fica um tempo em silêncio

- Nat – Ele a chama e a mesma vira-se um pouco assustada – Vem cá – Natasha aproxima-se e logo senta ao lado dele no sofá – Eu recebi uma ligação, do advogado que vai cuidar do seu casa... e tem um pequeno problema – Natasha parecia preocupada – Você teria que depor, mas eu expliquei sua situação para ele, que disse que um depoimento escrito seria o bastante, sei que você é russa mas sabe escrever no nosso idioma? – Ela balança a cabeça positivamente – Está pronta para ter que reviver tudo o que passou? – A mesma respira fundo e balança a cabeça positivamente com um pouco de apreensão em seu olhar

O tão esperado dia do julgamento chega, Natasha estava sentada no sofá esperando Steve terminar a ligação que fazia, os dias que passaram os deixaram mais íntimos ainda, ele finalmente desliga o telefone e se aproxima dela

- Tem certeza que você vai querer ir no julgamento? – Steve pergunta sentando ao lado dela no sofá

- Sim... – Ele estimulava nela a fala, para que ela voltasse a ser como era antes de todos os ocorridos, ela não falava muito e quando falava era baixo

- Se você diz, vamos antes que a gente se atrase – Steve diz olhando no relógio as horas.

No tribunal estavam sentados Steve, Natasha e o advogado, a diretora estava do outro lado junto a Bucky, alguns minutos depois o juiz entra e todos levantam-se, o mesmo falam para sentarem o que o fazem

- Abigail Romanoff está sendo acusada de assassinato, tráfico de armas e agressão junto ao seu cumplice Bucky Barnes que além disso está sendo acusado também de abuso sexual... – Nesse momento Natasha abaixa a cabeça e Steve percebe certo incomodo nela

Conforme o tempo ia passando vinham as testemunhas falarem o que sabiam e assim ia transcorrendo o julgamento

- Recesso para o almoço, duas horas – O juiz bate com o seu martelo dando um som alto, todos começam se retirar da sala

- Quando voltarmos o juiz vai dar veredito final, mal posso esperar – Wanda fala animada, Natasha caminha até Steve e abraça a sua cintura ele a abraça de volta

- Isso vai ter um fim – Ele fala para ela e a mesma balança a cabeça

- Vamos almoçar, estou morrendo de fome – Sam fala e todos concordam com ele

Os quatro vão para um restaurante ali perto e almoçam em um clima descontraído apesar do ar pesado do julgamento. Após o almoço eles retornam para ao tribunal e a sessão é retomada


Notas Finais


GENTE! Vou mentir não, já vão preparando o coração e o psicologico porque vem bomba por ai
não esqueçam de comentar <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...