História Shy shy shy ❀ Yoonkook - Capítulo 43


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens D.O, Jackson, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Fluffy, Shy, Sugakook, Sugakookie, Sukook, Yoonkook
Visualizações 443
Palavras 1.849
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hii, nenéis!! Tudo bem? Espero que siim!!
Gente esse capítulo ficou enorme, quase duas mil palavras. Mas, ou era duas mil ou capítulo cortado na parte mais empolgante hehe
Eu tô MT morrendo com esse final, nem sei se tá bom o suficiente, fiz correndo pk não deu para fazer antes pois estava arrumando meu quarto e morrendo com a poeira, é a vida. Enfim, espero que gostem.
(Fanart roubada e usada aki pk sim sjnsksns)
Boa leitura 💙

Capítulo 43 - 43


Fanfic / Fanfiction Shy shy shy ❀ Yoonkook - Capítulo 43 - 43

O Jeon chegou em casa e foi até seu quarto guardar tudo. Pegou roupas para si e foi tomar um banho e pensar em como o pediria.

Depois do banho, o maior deitou em sua cama ainda a pensar, decidiu pegar seu celular que vibrara há tempos e viu várias mensagens do Min.

Abriu rápido o aplicativo e as leu

•Mensagem•

Yoonie:

Jungkook

Jungkook

Jungkook

Kook

Kook

Kook

Kookie!

Kookie!

Kook-ah!


Você:

Oi, pequeno, desculpa a demora, eu estava tomando banho.

Aconteceu alguma coisa?


Yoonie:

Você demorou para chegar em casa...

'Tá tudo bem?

Você:

Sim, tudo bem.

Então, do que precisa?


Yoonie:

Ah, sim

Vamos comigo comprar as coisas do Holly?

Por favor!

Diz que siiim!

Sim?

Você:

Kjjkkkjj

Siim! Eu adoraria

Yoonie:

AAAAAAHHHH

AAAAAAAAAAAHHHHH

Eu 'tô muito feliz!

Obrigado, você é a melhor pessoa!

Amanhã depois da escola vamos, okay?


Você:

'Magina, só para te ver feliz, bebê

Okay, vou esperar o dia passar ansioso.


Yoonie:

Eu também, mal posso esperar.


O Jeon mal podia esperar também.



≈≈≈★≈≈≈



Já era o outro dia e ambos estavam deveras ansiosos, quase não conseguiram dormir direito.

Foram para a escola e, com se fosse um castigo, aquela manhã passou devagar, fazendo os dois quererem que aquele aula acabasse logo para poder irem juntos até o Pet Shop.

Depois de longas horas presos naquele prédio, finalmente foram despensados e saíram juntos até o Pet Shop mais próximo Dalí.

A felicidade era aparente no olhar do menor e em seu jeito, parecia uma perfeita criança.

Quando o menor viu o imóvel de longe, pegou na mão do maior e correu até lá. Entraram e, um pequeno poodle marrom que estava preso num cercadinho, chamou a atenção do menor que correu até lá e começou a brincar contente com o animalzinho.

O Jeon não pode dispensar o sorriso que brotou nos seus lábios.

A atendente também sorriso, aquela era uma imagem muito adorável.

— Kook-ah, eu quero esse. – o menor disse com um biquinho abraçando a cerca

Os planos inicialmente eram só comprar as coisinhas do cachorro, mas parece que agora iriam adotá-lo também.

O Jeon concordou com a cabeça e foi até a balconista mas a mesma disse que o cachorrinho já possuía dono e ele brevemente iria buscá-lo.

Doeu no coração do Jeon, pois o menor também ficaria triste. Mas ele teria de contar.

Ele foi até o menor que ainda brincava com o animalzinho e lhe chamou.

— Yoonie, a gente não vai poder levar esse. – ao dizer isso o sorriso grande que estava estampado em seu rosto, morreu.

— Por que não? – fez cara de choro.

— Não chora, por favor, bebê. O cachorrinho já é de outra pessoa e ela vem buscar depois. Me desculpe. – uma lágrima solitário desceu no seu rosto e o maior limpou. — A gente vai em outro lugar depois, pequeno, há muitos outros cochorrinhos.

Ele nada disse só continuou com seu rostinho triste.

— Por que você não escolhe as coisinhas dele, huh? Se houver outro, temos que dar muito amor a ele, okay? – disse o maior levantando o rosto do Min e fazendo um carinho na bochecha dele. O mesmo concordou e foi ver alguns ítens que estavam encima das prateleiras.

— Ei, jovem! – o Jeon escuta e sai de seus devaneios indo até a balconista que o chamava.

— Sim?

— Deu para perceber que o garoto ficou triste, então eu vou te dizer que pode ter chances de vocês levarem o cachorrinho. O dono que adotou está displicente e eles podem ligar a qualquer momento para cancelar, bom, eu espero que sim pelo menos ele irá receber mais amor com vocês. Esperem com fé! – completou com um sorriso e o coração do maior se alegrou novamente, ele teria chance de levar o animalzinho para o Min.

Decidiu não contá-lo seria surpresa. Junto de outra.

— Você poderia me avisar caso eles desistirem? – perguntou e a moça concordou.

Ele deixou seu número com ela e, qualquer coisa, ligaria.

— Já escolheu, bebê? – perguntou o Jeon quando foi para junto do menor.

— Algumas coisas já, olha esse potinho que fofo, pode até colocar o nomezinho aqui. – falou animado porém ainda um pouco triste. — Tem essa coleirinha com um pingente aqui, é tudo tão lindo!! – agora ele estava animado novamente.

— É realmente tudo muito lindo, eu levaria tudo. – falou sorrindo.

O Min escolheu tudo o que levaria: potinho de água e de comida, caixinha de areia, coleira, coisas para a limpeza, cama e até mesmo roupa.

Pagaram tudo e saíram dalí felizes.

Já no caminho da casa do menor, o telefone do Jeon começa a tocar. Então ele obviamente atende. Era um número desconhecido.


•Ligação On•

— Alô? Aqui é do Pet Shop, a pessoa que queria o cachorrinho, como disse, desistiu, mais rápido que pensei. Quando estiver disponível, pode vir pegar, okay? – a atendente diz.

— Oh, claro, claro, hoje mesmo estou aí. – o Jeon responde animado desligando a ligação.

•Ligação Off•


O pequeno o olhava sem entender nada. Mas continuou andando um pouco receoso.

Chegaram na casa do Min e entram, o Jeon o ajudou a colocar as coisinhas para dentro e a organizar algumas delas também.

— Pequeno, eu preciso ir em casa pegar uma coisa que eu esqueci e... – o menor o atrapalhou.

— Você vai voltar? – perguntou com uma cara triste. O Jeon sorriu.

— Claro, voltarei sim, não demoro. Me espere, okay? – disse e o menor assentiu com a cabeça.

O Jeon se despediu do Min com um beijinho na bochecha e saiu porta a fora, ele poderia ir correndo de tão ansioso que estava.

Correu até o Pet Shop e pegou o cachorro preenchendo um papel com o nome do cachorro e outras coisinhas mais.

Logo foi para sua casa com calma para não chacoalha a casinha que veio com o cachorrinho e pegou o embrulho colocando o nome do Min nele e a flor caixinha, seguindo até a casa do Min.

Chegou na mesma e esperou um tempo para sua respiração voltar ao normal, logo tirou o embrulho com o unicórnio da sua mochila o colocando em frente a porta do mesmo; bateu na porta e foi até o lado da casa se esconder.

O Min abriu a porta contente e ficou sem entender quando viu que não tinha ninguém no local, apenas um embrulho chamativo e decorado. Ele o pegou nas mãos e leu o pequeno papel que estava pendurado na fita.

Tinha seu nome ali, então ele abriu curioso e quase gritou quando viu a pelúcia do unicórnio, só faltou rasgá-lo de tanto apertar, ele tinha adorado aquele presente misterioso. Toda e qualquer tristeza sumiu por causa daquele presente.

O Jeon então deixou a casinha com o cachorro do lado e pegou sua flor caixinha a escondendo atrás de si e foi até o Min que se assustou ao ver o Jeon surgindo do nada.

— Gostou, bebê? – perguntou e o Min só faltou pular encima de si.

— Foi você?! Eu adorei!! – exclamou e correu até o Jeon lhe dando um abraço apertado ficando escondido pelo tamanho do maior.

O Jeon rodeou seus braços pelo menor o abraçando também.

Ambos os corações batiam forte.

O Min se alarmou por um estante, ouvira um latido em algum lugar.

— Kook, Você ouviu isso? – perguntou desconfiado.

O Jeon engoliu em seco.

— O que? Não ouvi nada. – disse meio nervoso.

O Min deu de ombros.

— Vamos entrar. – disse puxando o maior.

— Ah, não, espera. Vou pegar minha mochila que deixei ali do lado, pode entrar primeiro. – deu um beijo em sua testa e foi ao lado pegar o pequeno animal enquanto o Min foi para o seu quarto.

— Você quase me entregou, pequeno. – sussurrou para o animalzinho e o pegou.

Entrou dentro de casa e fechou a porta seguindo até o quarto do menor, batendo na porta e escutando um "Pode entrar", assim fez e coloco a casinha e a flor caixinha atrás de si tentando esconder.

— Oh, o que é isso atrás de você? – o menor perguntou se aproximando.

— Primeiro, isso. – deu a flor caixinha para o menor e seus olhos brilharam.

— Ahh, que coisa linda, Kook-ah. Eu adorei. – ele não sabia o que realmente aquilo era mas gostou mesmo assim.

— Este é o segundo. – o Jeon retirou a casinha detrás de si e o Min arregalou seus olhos.

— Co-como você... Esse é o... É aquele estava lá? Como? Eu não acredito! – disse enrolado e seus olhos marejados de felicidade.

— É aquele mesmo, a atendente disse que os donos poderiam cancelar então hoje ela me ligou avisando e aqui está ele. – completou abrindo casinha e soltando o animalzinho no chão que correu até o Min ficando em pé apoiado nas suas pernas.

— Ai meu Deus! Hoje é o melhor dia da minha vida!! – exclamou pegando o pequeno animalzinho nos braços e o abraçando com muito amor. Recebeu lambidas como demonstração de felicidade do pequeno.

— Só falta mais uma coisinha. – o Jeon disse com um sorrisinho e o menor o olhou curioso.

— O que é? Meu dia só pode melhorar! – o Min disse batendo palminhas com dificuldade por causa da flor caixinha e do animalzinho.

O maior pegou a florzinha da mão do menor sendo seguido pelos olhos do mesmo.

— Você sabe o que é isso? – começou.

— Uma florzinha?

— Também – riu — bem, nem sei por onde começar – continuou — quando eu vi essa florzinha, pensei "Me lembra o Yoongi", por que, mesmo sendo de mentira, mas as verdadeiras são delicadas e lindas assim como você. – o menor sorriu corado — Uma flor precisa de muito cuidado e, se possível, atenção. E esse é você, precisa ser cuidado com muito carinho e atenção. As flores, quando elas se abrem, são as coisas mais lindas, trazem cor e vida por onde passa e por onde está também. Esse é você, quando se abre mostrando o quão animado e cheio de vida você é, cativa quem está ao seu redor. A flor possui um cheirinho muito bom. E é o seu cheiro, um cheiro que eu quero sentir sempre enquanto te abraço. A flor é linda em todos os seus aspectos e ainda faz bem a natureza, assim como você faz bem a mim, você me faz sorrir e ver como a vida é bela e o que eu estou perdendo não estando ao seu lado. Desde o dia que bati em você na cantina, eu percebi que você é quem eu preciso para mim. O seu jeitinho me encantou e não há um momento em que você não esteja em meus pensamentos, o seu sorriso lindo, as suas bochechas que mudam de cor rápido, o seu ciúme que me capturou de jeito. Eu fui pego pelo Min Yoongi e será muito difícil desapegar, também por que eu nunca vou querer. Enfim, eu queria perguntar... – se ajoelhou abrindo a caixinha. — Yoongi, aceita namorar comigo? – o menor se encontrava chorando depois de tudo que ouviu e essa última frase o fez querer chorar mais ainda de felicidade.

Em fração de segundos, o Min colocou o animalzinho no chão e se jogou no Jeon o abraçando forte e exclamando com voz embargada vários Sim's.

O Jeon se sentou no chão colocando o menor em seu colo e o abraçou direito com uma felicidade inexplicável que batia em seu peito.

— Eu... nu-nunca estive tão... fe-feliz na minha vida. – o menor disse entre soluços.

O Jeon concordou consigo e passou seu polegar pelas lágrimas que descia em sua bochecha as limpando logo o puxando para um beijo caloroso.

Agora um era do outro e nada mudaria isso. 


Notas Finais


*corre e se esconde nas colinas*
E aí? O que acharam? *Grita das colinas* não me matem, please!

Espero que tenham gostado
Desculpe qualquer errinho
Obrigada por dar uma passadinha aqui
Até o próximo capítulo
Bjin 💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...