História Silentium - JuNhwan - Capítulo 7


Escrita por: ~ e ~Kim_kumamon

Postado
Categorias IKON, VIXX
Personagens B.I, Bobby, Chanwoo, Donghyuk, Jinhwan, Junhoe, Leo, Personagens Originais, Ravi, Yunhyeong
Tags Daddykink, Junhwan, Yaoi
Visualizações 50
Palavras 1.192
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oier, aqui estou com um capítulo fresquinho acabou de sair do forno -'u'-

Esperamos que gostem

> Boa Leitura (^_-)-☆

Capítulo 7 - : Capítulo 7 :


Fanfic / Fanfiction Silentium - JuNhwan - Capítulo 7 - : Capítulo 7 :

É… o que eu posso falar? Eu só… realmente estava afim de dormir um pouco. Talvez eu tenha dormido, um pouco. Mas como eu sei que Yunhyeong me ama, e não perde a oportunidade de começar a gritar meu nome igual a uma gralha. Agora, o que caralhos, esse garoto queria?

— Jin, pelo amor de Deus, acorda! — chamou me balançando. Eu realmente não estava afim de acordar — Ô, JIN, ACORDA CARAI, O TITIO E A TITIA TÃO ‘VINO.

Ok. Talvez o meu primo ter me chamar foi uma ótima coisa. Porque eu acabei me levantando em um pulo me sentando, o que resultou em uma leve tontura. Olhei meu primo, pedindo com o olhar para que ele me falasse o que se passava.

— Titia me ligou, falou que já estão chegando, e que querem falar com a gente sobre o dia em que a gente foi pra festa! — falou me olhando e se movimentando de forma desesperada.

Suspirei levando a mão até a minha testa.

— É o seguinte, Yun… Nós apenas falamos a verdade. O que eles quiserem saber, nós falamos! — falei voltando a olhá-lo — Então, relaxa, meus pais não vão brigar com a gente.

— Eu tô é com medo de falarem algo pra minha mãe! — Yunhyeong, assim que terminou de falar, começou a roer a unha.

— Do jeito que a tia é, ela vai dar graças a Deus por você tá saindo e dando a raba — falei revirando os olhos — Só relaxa, Yun.

Escutamos um barulho de carro entrando na garagem. Eu e Yun nos aproximamos da janela olhando meus pais. O dois entraram em casa. Yun agarrou meu braço. Escutamos nossos nomes serem chamados, e então saímos do quarto indo para a sala, encontrando nossos pais sentados no sofá. Fizemos uma breve reverência e nos sentamos no sofá em frente ao deles.

— Onde vocês estavam? — minha mãe perguntou, com certeza se referindo ao dia da festa, assim como Yun tinha falado.

— Fomos a uma festa fantasia de um amigo! — respondi a olhando.

— Beberam? — perguntou meu pai.

— Sim! — respondi. Senti Yun se estremecer ao meu lado, ele estava com medo.

— Fumaram! — meu pai voltou a perguntar.

— Não! — respondi.

— Quem foi a ideia de beber? — perguntou minha mãe.

— Perguntaram se nós não iríamos beber, Junhoe, falou que éramos menores, e não podíamos. Eu desobedeci e bebi, oferecendo também a Yun — eu realmente estava sendo sincero. Eu prefiro mil vezes morrer do que mentir para meus pais.

— Quem é Junhoe? — perguntou meu pai.

‘Eta. Agora eu realmente não sei se falo que Junhoe é meu “namorado”. Tanto que meu pai iria mandar eu chamá-lo para fazer várias perguntas um tanto… constrangedoras.

— Junhoe? — perguntei e meu pai concordou — Junhoe é m…

A campainha tocou. Olhei para a porta. Então me levantei indo atender. Assim que abri a porta, me deparei com a Girafa. É, o próprio Junhoe. Observei Junhoe, ele olhou para dentro de casa vendo e meus pais e logo para mim, com um olhar pedindo explicações, talvez. Peguei na mão de Junhoe o puxando para dentro de casa, fechando a porta atrás de nós.

— Mãe, pai… esse é o Junhoe, meu… namorado! — falei.

Meus pais me olharam desacreditados. Olharam Junhoe. Me olharam. Olharam Junhoe novamente. Depois me olharam de novo. Ficaram nessa de me olhar e olhar Junhoe por um tempo. Eu realmente queria saber o que se passava na cabeça deles.

Meus pais sabiam da minha orientação sexual, então isso não era problema. O esquisito, que era o que com certeza eles acharam, era que eu nunca tinha aparecido com um garoto, sendo ele meu namorado. E eles com certeza, dentro da cabecinha deles, estavam planejando algo muito mirabolante para poder nos passar vergonha. Eles sempre faziam isso quando estavam por perto, não importa se é namorado, amigo, primo, conhecido, eles sempre vão estar lá para aprontar algo. De certa forma, mesmo sendo ocupados, quando estão livres, meus pais dão a louca, ou seja, eu não sou o adolescente da casa, o Yun, não é o adolescente da casa, e sim eles.

— Desde quando você tem namorado? — perguntou meu pai se levantando do sofá e caminhando em nossa direção.

Junhoe teve que abaixar a cabeça para olhar meu pai, certo que ele fazia isso também comigo, mas com meu pai… com meu pai era diferente. O mais velho era um pouco mais baixo que eu, e muito mais baixo que Junhoe. E mesmo com essa pouca altura, meu pai conseguia fazer as pessoas ficarem com medo dele.

— Ah, é, hã… — comecei a murmurar algumas coisas, tentando responder a pergunta de meu pai.

— Estamos namorando a alguns dias, senhor! — meu Deus. Eu realmente não esperava por essa. Junhoe respondeu a pergunta de meu pai. Seria muito esquisito falar que… eu amo o Junhoe? Porque, mano — Me desculpe aparecer assim do nada — fez uma breve referência — Acho que… eu vou indo — falou apontando para a porta atrás de nós. Segurei sua mão com força. Forma de pedir que ele ficasse.

— Filho! — meu pai olhava Junhoe dos pés a cabeça enquanto colocava as mãos na cintura.

— Sim, pai! — respondi.

— Ele tem cara de ator pornô! — falou me olhando.

— Eu sei!

Olhei para minha mãe e Yun. Os dois estavam em pé, lado a lado dividindo um pacote de amendoim enquanto nos olhavam.

— Cara de ator pornô? — Ri Yunhyeong. — É verdade.

— Pai, tem mais alguma coisa pra falar? — Suspiro.

— Não que eu saiba, talvez. — Diz se sentando, já que tinha se levantado. — Ah, usem camisinha.

Assim que meu pai soltou essa, vi minha mãe se engasgar com o amendoim, e Yunhyeong estava a ajudando dando um copo de água para ela.

— Provavelmente Junhoe tinha alguma coisa para me falar, podemos ir?

— Sim, depois se eu me lembrar de alguma coisa eu te falo.

— Obrigado, tchau pai, tchau mãe, tchau Yun. — Falo abrindo a porta e puxando Junhoe pela sua mão enquanto se despedia.

— Seu pai é bem simplista. — Fala assim que eu fecho a porta.

— É eu sei. — Falo o puxando para uma praça que havia pela vizinhança.

— Onde você tá me levando?

— Para algum lugar. — Sorrio simplista.

— Tal pai, tal filho. — Murmura.

Em cerca de cinco minutos estávamos na praça, estava vazia e calma, me sento em um balanço, e vejo Junhoe fazer o mesmo

— Junhoe? — Falo em meio a ruídos do balanço, assin recebo um 'hm?' como resposta. — Quem era aquela gazela te chamando de oppa no outro dia?

— Mais uma menina que fica correndo atrás de mim, acho que eu deixei o recado bem claro, que agora eu namoro. — Diz levantando a cabeça e olhando para mim.

— Bom mesmo, não quero umas gazelas chamando o meu namorado de oppa pela escola. — Falo revirando os olhos.

— É, o seu namorado. — Ri Junhoe.

— Acostume-se, se continuar assim, pode aparecer uma gazela morta pela escola.

— Sem gazelas?

— Sem gazelas!


....[Continua]....


Notas Finais


Então Amorindas e Amorindos, espero que tenham gostado, até a próxima.

> Obrigada por ler
> Nós desculpem pelos erros

~~ Beijos da Mihkki e da Kim Kumamon ^³^♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...