História Simul - 2Jae - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens JB, Personagens Originais, Youngjae
Tags 2jae
Visualizações 263
Palavras 1.503
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, eu sou Kim_kumamon, e seja bem vindo(a) a Simul.

CHEGUEEEEEEI, TÔ PREPARADA PRA ATACAR... Parei.

Boa leitura!

Capítulo 5 - Capítulo 5


Fanfic / Fanfiction Simul - 2Jae - Capítulo 5 - Capítulo 5

21 de Dezembro de 2017

09:45 AM — Hotel.



Jaebum acordou antes mesmo de Youngjae. Ainda estava agarrado ao mais novo. Saiu do abraço, de forma que não acordasse Youngjae. Levantou-se da cama coçando os olhos. Meio grogue por causa do sono, caminhou até a sua mala a colocando em cima de uma cadeira. A abriu e tirou uma muda de roupas e sua toalha. Caminhou até o banheiro. Despiu-se, logo ligando o chuveiro. Jaebum se banhou de forma demorada. Saiu do banheiro, já banhado e devidamente vestido. Colocou sua toalha em uma cadeira. Olhou para Youngjae, que ainda dormia. Sorriu. Caminhou até a cama, sentando-se na mesma. Começou a acariciar os cabelos do mais novo.


— Jae! — chamou o mais novo.


Youngjae apenas se remexeu, resmungando. Jaebum o chamou novamente, e como resultado, Youngjae puxou o cobertor se cobrindo por inteiro. Jaebum riu baixinho, o chamando novamente, de forma manhosa o balançando.


— Me deixa! Até aqui queres me acordar cedo? — reclamou Youngjae. Sua voz estava rouca e sonolenta. Ainda estava com o cobertor cobrindo seu rosto.


— Vamos, Jae. Está um dia muito bonito lá fora. Vamos aproveitar! — falou Jaebum puxando o cobertor que cobria Youngjae.


O mais novo formou um enorme bico nos lábios enquanto abria os olhos. Olhou Jaebum, e em um movimento rápido sentou-se na cama jogando um travesseiro no mais velho. O que lhe resultou uma pequena tontura. Jaebum agarrou o travesseiro. Sorriu o colocando na cama de novo.


— Bom dia, pequeno! — desejou Jaebum se aproximando de Youngjae, deixando um selar na bochecha amassada do mais novo.


— Bom dia! — Youngjae falou baixo enquanto coçava os olhos — Que horas são? — perguntou.


Jaebum se levantou e caminhou até a mala pegando seu celular. Olhou as horas informando a Youngjae, aproveitou também para olhar as mensagens de sua mãe, que não eram poucas. Riu nasal. Às vezes sua mãe conseguia ser incrivelmente chata e preocupada quando queria. Algo realmente normal, já que ela queria ver o filho bem. Jaebum resolveu ligar para a mãe. Não tinha percebido que Youngjae não estava mais no quarto, mas sim no banheiro.


Com o celular encostado no ouvido, Jaebum caminhou até a varanda se sentando em uma cadeira. Quando estava prestes a desligar a chamar pela demora, a mãe de Jaebum atendeu.



✾◦➳ Ligação On…



“Jaebum, filho, você está bem? Está vivo? E Youngjae?” — perguntou a mulher preocupada.


“Estou sim, mãe. Não se preocupe, eu estou bem! E Youngjae também!” — respondeu.


“Ok” — Jaebum pode escutar um suspiro de alívio ao outro lado da linha — “Por que demorou a me ligar, garoto? Hã? Por que não me ligou quando chegaram? Por que só resolveu me ligar agora?”


“Mãe, nós chegamos duas horas da manhã, não tinha como lhe ligar. Youngjae dormiu no meio do caminho para o hotel. Eu também estava cansado!” — explicou-se.


“Então quer dizer que seu cansaço e vontade de dormir é mais importante do que sua mãe? É isso? Você tem noção do quão preocupada eu estava?” — dramatizou.


“Mãe, você é tão dramática” — riu Jaebum — “E… Claro que não, mãe. A senhora é muito importante, apenas muito dramática!”


“Que seja!” — falou — “Afinal, o que irão fazer agora?” — perguntou.


“Estava pensando em conhecer o local, isso se Youngjae concordar. Ou então ir a praia” — respondeu.


“Ok!” — falou. Jaebum pode escutar uma voz masculina ao fundo, a voz de seu pai — “Meu bebê, terei que desligar, seu pai está me chamando. Me ligue o mais rápido possível, sim? Tchau!” — Jaebum não teve tempo de responder, sua mãe já tinha encerrado a ligação.



✾◦➳ Ligação Off…



— Ok, então! — Jaebum falou olhando a tela do celular.


— Jaebum? — chamou Youngjae. Jaebum levantou-se da cadeira. Caminhou até a porta do banheiro respondendo com um simples “Sim” — Hã… Poderia trazer minha toalha e uma muda de roupas?


— Ah, claro! — respondeu se afastando da porta.


Jaebum caminhou até a mala de Youngjae, abriu a mesma pegando o que lhe foi pedido. Caminhou novamente até a porta, dando leves batidas. A fechadura da porta foi destrancada. Youngjae esticou seu braço para fora. Jaebum entregou as coisas de Youngjae, recebendo um “Obrigado” do mais novo. O mais velho caminhou até a cama, jogando-se sobre a mesma. Suspirou. Colocou seu braço sobre os olhos. Em poucos minutos, escutou a porta do banheiro sendo aberta novamente. Olhou e viu Youngjae com a toalha na cabeça secando os cabelos.


Jaebum se sentou na cama. Chamou Youngjae batendo com a mão na cama ao seu lado, para que o mais novo se senta-se. Youngjae caminhou e sentou no lugar indicado. Jaebum se levantou pegando a toalha das mãos de Youngjae, começando a secar seus cabelos.


— Vamos conhecer o local? — perguntou — Ou a praia?


— Soube que tem uma festa na praia pras pessoas que ficam no hotel. Podemos ir, sei lá — falou olhando Jaebum.


— Hum. Então conhecemos o local e, a noite, vamos a praia, certo? — perguntou terminando de enxugar os cabelos de Youngjae.


— Certo!



✾◦➳



19:26 PM — Hotel.



— Ah, Jaebum, eu cansei! — resmungou Youngjae enquanto andavam.


Os dois tinham ficado fora do hotel o dia inteiro. Não faltava muito para que voltassem para o hotel, e Youngjae não parava de resmungar que estava cansado.


— Tá. Então sobe em minhas costas! — Jaebum falou se abaixando para que Youngjae subisse.


O mais novo, não demorou um minuto para fazer tal ato. Subiu nas costas de Jaebum, passando seus braços pelo pescoço do mais velho, enquanto Jaebum agarrava as coxas de Youngjae com firmeza. Jaebum voltou a andar. Youngjae pousou sua cabeça no ombro do mais velho. Logo os dois chegaram no hotel. Mesmo quando estavam dentro do elevador, Youngjae não desceu das costas do mais velho, até quando foi preciso abrir a porta do quarto.


Jaebum jogou Youngjae na cama, arrancando risadas de ambos, logo jogando-se em cima do mais novo.


— Ei, sai de cima de mim! — falou Youngjae tentando tirar Jaebum de cima de si, algo impossível, já que Jaebum abraçou Youngjae o impossibilitando de se movimentar.


— Não. Eu estou cansado. Te carregar não é tão fácil não! — falou olhando Youngjae.


— Ah, mas você que teve a ideia de pedir que eu subisse em sua costa!


— E você subiu!


— Vamos, Bummie. Sai! — pediu com a voz manhosa, mas Jaebum negou o agarrando mais ainda — Im Jaebum, me solta!


— Im Youngjae… — olhou o mais novo quando lhe chamou por “Im”, vendo o mesmo lhe olhando parando de se mexer — Não vou te soltar!


Youngjae desistiu de pedir para soltá-lo. Formou um bico enorme nos lábios. Olhou para o teto. Então começou a fazer birra, igual a uma criança pequena. Jaebum o olhou rindo pela infantilidade de Youngjae. Saiu de cima do mais novo se sentando ao seu lado.


— Como você consegue ser tão infantil? — perguntou Jaebum.


Youngjae se sentou olhando Jaebum. Em seu lábios ainda mantinha um bico, e Jaebum não deixou de olhá-los e ter vontade de morder.


— Porque eu sou ‘cliança! — falou com uma voz infantil cruzando os braços.


— Ah, é? Criança? — estreitou os olhos — Hum, mas crianças não podem sair de noite, como vamos fazer hoje a noite… quer dizer, íamos, já que você é criança — falou.


Youngjae continuou com os braços cruzados e o bico nos lábios.


— Desfaz esse bico se não eu vou morder! — falou Jaebum. Youngjae apenas aumentou o bico. Jaebum se aproximou mordendo o bico de Youngjae,  fazendo o mais novo acabar deitando na cama com Jaebum por cima.


O mais velho afastou minimamente seus rostos. Olhou os olhos de Youngjae, logo os lábios. A vontade de beijar Youngjae voltou. E novamente não perdeu as oportunidades.


Jaebum atacou os lábios de Youngjae. O mais novo se assustou com o ato repentino, mas retribuiu de bom agrado. Levou uma de suas mãos aos ombros largos de Jaebum, e a outra até os cabelos negros, ora ou outra os puxando. O quarto era preenchido pelo estalos do beijo, era quente e rápido. As línguas brigavam por espaço. Jaebum, ora ou outra, mordia com certa força o lábio inferior de Youngjae, arrancando alguns resmungos de dor.


O ar se fez falta, algo que Jaebum se perguntava o porque que, em momentos como esse, tinha que fazer falta. Beijar Youngjae era tão bom; beijar Youngjae seria um vício que para Jaebum, não teria cura. O mais velho abriu os olhos. Olhou os lábios avermelhado e meio abertos, mas logo desviou o olhar para o de Youngjae.


— Me desculpa! — pediu.


— Por que você… fez isso? — perguntou em um meio sussurro.


— Foi impulso, mas um impulso que eu não me arrependo — respondeu encostando sua testa na de Youngjae — Ah, te beijar é tão bom, Jae!


— Então não para — falou olhando Jaebum — Porque te beijar também é muito bom!


Jaebum fez o que foi dito pelo mais novo, o beijou. Esqueceram que iriam sair para ir a praia. Apenas para aproveitar os lábios de cada um, e não iria parar tão cedo.


Notas Finais


Meu Deus. Me desculpem qualquer erro.
Minha inspiração tá uma bosta. Maaaaaaaaass...
Enfim.

Tchu Tchu~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...