História "Since we were 18" "SIXTEEN" - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Louis Tomlinson
Tags Harry Styles, Houis, Larry, Larry Stylinson, Louis Tomlinson
Visualizações 43
Palavras 1.207
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Lemon, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


AOKIII VEM AQUI!!! ~Deus como eu sou sem graça, relevem kkkk~
Leiam as notas finais.
Boa leitura :D

Capítulo 16 - Chapitre Quatorze.


A toalha de Harry caiu no chão quando Louis deu um impulso e circulou com suas pernas seu quadril. Ele agarrou firme em sua bunda o pressionando para frente para tocar suas já ereções juntas. A mão esquerda de Louis estava em volta do pescoço de Harry a direita desceu até seu pau e acariciou sua glande o fazendo gemer e separar o beijo.

“É injusto você ainda está todo vestido. Eu quero te ver, amor.” o coração de Louis deu uma palpitação elevada com o apelido.

“Cama.” ele disse simples e Harry andou até lá o deitando de costas no colchão. Ele levou suas mãos até a calça de Louis, mas ele o impediu. “Cadê seu celular?”

“Sério Louis? Agora? O que v...”

“Seu celular Hazza.” e ele estendeu a mão. Harry bufou e lhe entregou, não adiantava teimar com Louis de qualquer forma. “Fica ai.” Louis sentou Harry escorado na cama e ficou de pé mexendo em seu celular.

A voz gultural de Hozier começou a sair pelos autofalantes do celular de Harry e Louis se virou rebolando os quadris e tirando a blusa devagar. Harry o olhava com desejo e Louis retribuía com a mesma intensidade. Ele virou de costas e desceu sua calça devagar ficando com a bunda empinada para Harry que gemeu sôfrego.

“Louis...” ele se virou e viu Harry segurando firme a base do seu membro. A boca de Louis se encheu de água. Harry sempre fora tão gostoso. “Vem aqui, vem...”

Louis subiu na cama e sentou no colo de Harry, ele segurou seus pulsos acima da sua cabeça e começou a rebolar enquanto chupava seu pescoço.

“No dia que nós ficamos na piscina, eu sai e voltei. Lembra?” ele continuava rebolando no membro de Harry que acenou fechando os olhos e deitando a cabeça para dar mais acesso ao seu pescoço. “Quando eu voltei, você estava bebendo cerveja. A garrafa quase toda de uma vez. Amor você estava tão gostoso naquele dia e eu só conseguia pensar em foder sua boca e fazer você engolir tudo.” ele sentiu o membro de Harry da uma pulsada e gemeu atacando seu pescoço de novo e rebolou mais rápido fazendo Harry gozar chamando seu nome.

Ele soltou os pulsos de Harry e desceu a cabeça até sua barriga lambendo devagar. Ele limpou tudo e Harry não raciocinava direito.

“Sempre tão gostoso... Me fode Harry. Eu quero você dentro de mim. Eu quero que você foda para fora de mim toda a saudade que eu senti de você.”

“Você ainda me mata Tomlinson.” ele mudou a posição deitando Louis de bruços ficando por cima dele. Ele desceu beijos pelas costas de Louis e desceu sua boxer devagar deixando uma mordida em sua nádega esquerda enquanto apertava à direita. Ele afastou as bochechas de Louis e sorriu malicioso ao ver sua entrada rosada. Ele desceu e lambeu uma listra pegando Louis de surpresa. “Eu vou cuidar de você babe.”

Ele começou a alternar entre lambida e investidas e Louis estava ficando cada vez mais impaciente.

“Harry... Eu estou pronto. Vai logo.” Sempre tão impaciente. Ele se levantou para pegar a camisinha, –sim, eles usavam porque ninguém merece ter porra escorrendo até dizer chega– mas Louis o impediu. “Não, eu quero sentir você por completo.” Harry então se posicionou na entrada de Louis e acariciou suas costas.

“Tem certeza que está pronto?”

“Uhum.”

“Qualquer coisa você fala que eu paro.” ele começou a penetrar devagar, dando tempo para Louis de acostumar. Quando faltava pouco para entrar completamente ele parou e deitou sobre Louis beijando seu pescoço e ombros. E não se moveu, nem quando Louis disse que podia. Esse ridículo está me tentando. Ridículo!

Louis se moveu e colocou Harry todo dentro de si acertando sua próstata. Ele começou a se mexer, fazendo o que Harry queria e criando uma fricção em seu pau contra o lençol. Harry começou a se mexer indo contrário a Louis, eles estavam na sintonia perfeita. Louis não ia durar mais muito tempo.

“Eu estou perto Harry. Mais rápido.” Harry fez o que Louis pediu e logo eles gozaram juntos. Harry se moveu por alguns segundos prologando a sensação de prazer dos dois. Ele saiu devagar de Louis gemendo baixo em seu ouvido e eles se deitaram; Louis com a cabeça em seu peito e ele tinha o braço em sua volta. “Eu te amo Harry! Muito. E eu senti tanto sua falta.”

Lágrimas insistentes caíram dos olhos deles e eles ficaram deitados um tempo antes de Harry falar.

“Eu descobri uma coisa tão fofa sua.” ele beijou o topo da cabeça de Louis que se mexeu apoiando o queixo em sua mão no peito de Harry.

“O que?”

“Eu conversei com Luke. Ele conversou comigo, na verdade. Me contou de quando encontrou com você de novo. No pub.” Louis acenou para que ele continuasse. Ele não lembrava muito daquela noite, mas não imaginava o que de fofo tinha acontecido. “Ele me disse que te viu sentado sozinho em uma mesa e se aproximou. Ele queria ficar com você.” Harry disse com tom de ‘como eu sempre disse.’ e Louis sorriu o beijando.

“E então ele foi pra sua casa, mas você estava bêbado demais para se que ficar em pé. Ele foi te levar pro seu quarto, mas você não deixou. Pensou que ele ia querer sexo ou sei lá. Ele disse que você gritou com ele, e que não era para ele entrar lá porque só eu dormia na sua cama.” Harry falou sorrindo largo e Louis corou.

“Eu não me lembro disso. Mas é verdade. Só você.” ele respondeu e Harry se encantou com o sorriso de ruguinhas que ele lhe deu.

“Sabe... Eu ainda não tive o suficiente de você.” Harry ficou novamente em cima de Louis e ele agarrou suas pernas em sua cintura.

“Segundo round?”

“Segundo round. E eu vou montar em você.” e Harry avançou sobre a boca de Louis. Suas línguas lutando em uma batalha onde não havia vencedores. Harry soltou as pernas de Louis e se sentou em seu colo sem interromper o beijo. Eles ficaram se acariciando até que seus membros estivessem duros de novo e Harry pulou da cama indo pegar o lubrificante e o espelhando pelo membro de Louis.

Ele se posicionou e desceu devagar. Louis estava hipnotizado pela visão que tinha; Harry com os lábios entreabertos, olhos fechados e a cabeça jogada para trás enquanto murmurava seu nome repetidas vezes. Ele não pode se impedir de sentir ciúmes de que talvez outro tenha tido essa visão que deveria ser só dele. Harry o colocou todo dentro de si e abriu seus olhos, ele começou a rebolar devagar e, como se lesse os pensamentos de Louis, desceu até sua orelha e sussurrou.

“Só você.”

Ele cavalgada rápido atingindo sua próstata repetidas vezes e quando começou a ficar sem coordenação Louis sabia que ele estava perto. Ele também duraria muito, ele levou sua mão até o membro de Harry e o masturbou no ritmo de suas cavalgadas nele.

“Vem para mim babe.” ele sussurrou e Harry não segurou um grito atingindo sua próstata uma última vez levando os dois ao ápice.

“Eu amo você Sweetcheeks.”

“Eu amo você Babycakes.”


Notas Finais


Galerôs, postei uma shortfic de 37 capítulos. Deem uma olhadinha lá, ela é super rápida. O nome é 17Black Pub, só ir no meu perfil.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...