História Sister's - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias 2NE1, 4Minute, Black Pink, EXID, G-Friend, TWICE
Personagens Chaeyoung, Cl, Dahyun, Eunha, Ga Yoon, Hani, Hyerin, Hyun A, Jennie, Ji Hyun, Ji Yoon, Jihyo, Jisoo, Junghwa, Jungyeon, LE, Lisa, Mina, Minji, Momo, Nayeon, Park Bom, Rosé, Sana, Sandara Park, SinB, So Hyun, Solji, Sowon, Tzuyu, Umji, Yerin, Yuju
Tags 2eunbi, 2yeon, Dahmo, Dasoni, Michaeng, Satzu, Sohyo
Visualizações 152
Palavras 847
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Mina!? - Parte 2


Fanfic / Fanfiction Sister's - Capítulo 5 - Mina!? - Parte 2

Acordo com uma movimentação estranho nas minhas partes baixas. Olho pra baixo e vejo Sana quase tirando minha cueca. Sento imediatamente a assustando. 

— D-Desculpa! Desculpa! Não foi minha intenção, mas a curiosidade - A segurei pelos ombros. 

— Quem te deixou entrar no meu quarto e mexer nas minhas coisas?! Eu já disse para não mexer! - Suspiro. 

— Sai daqui Sana - Peço tentando manter a calma. 

— Eu vou sair, mas eu só queria dizer que... - A interrompi. 

— Sai! - Falei um pouco alto e a mesma baixou a cabeça e saiu fechando a porta. 

— Merda! 

Chuto um sapato que parou longe. Porque você tinha que ser tão curiosa, Sana? Suspiro e sento tentando não quebrar tudo. Estava tudo indo como o planejado, elas não precisam saber que sou uma aberração. Passo a mão em meus cabelos dando uma leve puxada. 

Abro a janela e subo na árvore que tem ali. Me ponho a pensar: Se elas são minhas irmãs talvez eu possa contar a elas, mas e se elas não me aceitarem? Acho que não. Elas são tudo o que tenho de família deveria ter contado desde que as encontrei a 2 anos. 

Abraço minhas pernas e muitas pensamentos ocuparam minha mente. Quando percebi já era 1:45 da madrugada. Volto para o quarto fechando a janela logo em seguida. Amanhã irei contar a verdade sobre mim. 

(...) 

Levanto e graças a Deus! Não tive ereção hoje. Tomei banho e escovei os dentes, visto uma camisa grande e uma cueca. Fico jogada na cama tentando encontrar um modo de contar a verdade sem deixa-las assustadas. Chocadas tenho certeza que Momo ficará, Sana nem tanto já que ela me descobriu. 

Calço minha pantufa, respiro fundo e abro a porta, o corredor estava vazio. Pego minha pelúcia(Não me julguem, a pelúcia é meu porto seguro) e saio fechando a porta. Caminho calmamente e desço degrau por degrau e não tem ninguém. Ótimo! 

Pego um pouco do lámem que sobrou de ontem e esquento no micro-ondas. Pego o lámem e sento no balcão para comer. Não demorou muito para alguns murmúrios de reclamação fossem ouvidos por mim. Tenho certeza que é a Momo. 

— Porque acordar cedo no sábado? Deus disse que sábado é sagrado!...eu acho - Ri. 

— Já acordou Mina? - Bocejou. 

— Não, não. Tô dormindo ainda - Falo ironicamente. 

— M-Mina!? O que isso??? - Lembrei que estava somente de cueca. 

— Quando Sana descer eu explico. - Digo e continuo a comer. 

— O que tem eu? - Desce coçando os olhos - Mina-nee-san sinto muito pelo o que aconteceu 

— Tudo bem. 

— O que aconteceu!? Fala Momo confusa. 

— Eu vou ser objetiva - Falo e respiro fundo - Devido a experimentos que o meu "pai" me usou como cobaia, um deles provocou uma mudança em meu organismo e eu desenvolvi um órgão masculino 

— Cê tem um pênis?! - Pergunta Momo surpresa - Que legal! Ah se eu tivesse um... Ninguém me pararia 

— Vocês não acham isso estranho? Ou nojento? - Pergunto também surpresa pela rápida aceitação da parte dela. 

— Claro que não! É completamente comum! Só que ainda é um tabu na sociedade - Fala Sana. 

— Então não tem problema? 

— Claro que não! - Fala Momo me abraçando de lado - Meu bebê fode geral 

— Hirai Momo é bom você correr! Agora! - Sana fala e Momo sai correndo.  

Sorri e observei a cena das duas correndo, Sana quando pegar a Momo tenho certeza que ela vai arrancar os cabelos dela. Termino de comer e subo para vestir um short. Peguei meu celular e liguei para as meninas virem passar o dia aqui 

Você ligando? Aconteceu oque? Pode contar hein! - Fala Jeongyeon. 

— Só venha J-Hope - Bufou - Traz comida, doce qualquer coisa que quiser 

bom! Tchau pinguim! - Desligou na minha cara. 

Aquele projeto de J-Hope. Desci e como tinha imaginado Sana estava quase arrancando os cabelos de Momo.  

— Já chega Sana - A puxo pelos braços a erguendo no ar. 

— Me solta! Eu vou bater nesse delinqüente! - Ri. 

— Mas o que foi que eu fiz!? Só disse que a Mina-nee-san fode geral! 

Sana esperneia tentando se soltar de mim, mas não adiantou muita coisa. 

— Eu chamei as meninas para passarem o dia aqui em casa. - Coloco Sana no chão a abraçando em seguida. 

— Ótimo! Assim vou ver se dou uns pegas na Jennie - Reviro os olhos. 

— Nem adianta! Jennie namora - Fala Sana e Momo cruza os braços. 

— E eu poderia saber quem é essa pessoa? 

— Jisoo - Fala Sana. 

— A Jihyo!? - Grita Momo. 

— Não demente! A Kim Jisoo! Irmã do Kim Seokjin do BTS! 

— Gente! Que babado! Ela mora aqui essa tal Kim Jisoo? - Pergunta. 

Daí começaram a fofocar sobre a tal Kim Jisoo, as vezes acho que eu moro nos bastidores de um programa de fofoca. 

Tenho irmãs mais fofoqueiras que a velhinha da esquina.


Notas Finais


Queria pedir a opinião de vocês numa coisinha: Deixo um visual mais Tomboy na Mina?

Espero que tenham gostado! E por favor comentem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...