História Sister's - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias 2NE1, 4Minute, Black Pink, EXID, G-Friend, TWICE
Personagens Chaeyoung, Cl, Dahyun, Eunha, Ga Yoon, Hani, Hyerin, Hyun A, Jennie, Ji Hyun, Ji Yoon, Jihyo, Jisoo, Junghwa, Jungyeon, LE, Lisa, Mina, Minji, Momo, Nayeon, Park Bom, Rosé, Sana, Sandara Park, SinB, So Hyun, Solji, Sowon, Tzuyu, Umji, Yerin, Yuju
Tags 2eunbi, 2yeon, Dahmo, Dasoni, Michaeng, Satzu, Sohyo
Visualizações 148
Palavras 1.101
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Trouxa


— Gostei do seu novo corte de cabelo, Mina-nee-san! - Fala Momo 

— Quem é o projeto de J-Hope agora? - Provoca Jeongyeon. 

— Não enche! Maldito desafio! 

Passo a mão pelos meus cabelos agora cortados até a nuca e choraminguei arrancando risadas das meninas. 

— Ficou bonita com esse corte Mina unnie - Fala Chaeyoung. 

— Não concordo. - Digo fechando o armário e me virando para elas. - Mas pelo menos estou tendo o prazer de ver Jeongyeon de cabelos rosas 

Bufou. Vou para a sala e sento em meu lugar. 

— Gostei do corte Mina - Fala a professora Park Bom. 

— Ah, obrigada - Sorri levemente. 

— E eu? Não ganho elogio? - Jeongyeon faz seu drama. 

— Claro que sim Jeongyeon. Só não seja tão dramática. - Diz a professora e todos riem. 

— Oxi! - Um bico enorme se formou em seus lábios. 

— Professora fiquei sabendo que Minji unnie estava no hospital, ela está bem? - Fala Lisa. Uma tailandesa que quase não fala. 

— É ela sofreu um pequeno acidente e quebrou o braço. Mas ela está bem, obrigada por sua preocupação. 

Momo On 

— Jennie viada! - Gritei ao conseguir encontra-la. 

— Oi quem é você? - Fala uma garota que estava com Jennie. 

— Então amor essa é a Momo. Uma das trigêmeas que te falei - Jennie fala. 

— Oh! Prazer em conhecê-la. Sou Kim Jisoo - Apertei sua mão. 

— A famosa Kim Jisoo - Sorriu - É um prazer conhecê-la. 

Quando eu vi Mina ia partir pra cima de alguém, mas Sana tentou segurar, mas foi levada junta. 

— Só um minutinho - Não esperei resposta e sai correndo tentando segurar Mina junto a Sana. 

— Mina! Mina! Para! 

Me meti em sua frente. Quando eu vi em quem ia bater, eu quase que saio da frente. Mas tenho que manter o papel de boa irmã. 

— Sai da frente! Eu vou te bater se não sair - Ameaçou. 

— Se não parar vai acabar na coordenação! 

— Onee-san! Pensa um pouco! - Sana pede agarrando a cintura dela. 

— Se quiser eu pago um lámem por 1 mês - Passou a mão nos cabelos agora curtos(Ela ficou realmente fofinha com eles) 

— Tá, tá, tá. Aquele idiota! - Respirou fundo - Mas eu quero meu lámem. 

— Certo. Agora vem! 

Voltei com as meninas para onde estava Jennie e Jisoo confusas. 

— Que confusão foi essa? - Pergunta Jennie perplexa. 

— Sabe o cara do consultório? - Assentiu - É aquele. 

— E porque não deixaram ela bater nele? - Fala como se fosse óbvio. 

— Violência só gera violência amor - Jisoo dá um tapa em sua testa. 

— Ah! Sim! Jisoo essas são Sana e Mina minhas onee-sans ou irmãs mesmo. 

— Oh! A famosa Kim Jisoo - Fala Mina. 

Sana estava paralisada. Deve ser pelo o que aconteceu lá em casa. 

— É prazer conhecer as gêmeas de quem Jennie vive falando. - Sorriu docemente. 

— Mas só uma dúvida - Fala Jisoo - Jennie dança bem, não é Sana? 

Sana coitada quase cai pra trás. Prendi o riso. Eu sei que estou assinando meu atestado de óbito, mas ver Sana completamente travada é hilário. 

— Não se preocupe. Eu sei que foi apenas um desafio - Sorriu doce - Não irei fazer nada com você. 

— CL do céu! Meu santo G-Dragon! Hyuna obrigada! - Fala Sana voltando a respirar. Ri baixinho 

— Sana - Fala uma voz que já conheço. 

Sana se vira para ela e um sorriso abre em seus lábios. Num tô gostando disso não hein. 

— Oi Tzu! - Tzu?! Que intimidade é essa!? 

— Oi Sana. Eu queria saber se você a festa da Sowon, você vai né? 

— Sowon vai dar uma festa? - Assentiu - Tudo bem eu vou! - Tzuyu sorriu. 

— Até lá então - Se aproximou de Sana e deixou um selinho em seus lábios. 

É muita audácia!!! Na cara dura! Essa sinhazinha tá pensando que é quem!? A mais vai ver! Ia tacar meu tênis na cara dela, mas Mina me segurou dizendo "Não adianta! Deixa elas" Concordei. Olhei ao longe e vi Dahyun saindo da diretoria com seu appa. Quando aquele demônio foi embora eu corri até Dahyun para ver se ela estava bem. 

— Hey! Dahyun! - Chamo pela mesma que vira pra mim - Como você está? 

— Eu estou bem - Suas bochechas ganharam um tom rosado. - Me desculpe novamente pelo o meu appa 

— Porque está pedindo desculpa? Você não tem culpa de nada! - Digo e ponho a mão em seu ombro. 

Suas bochechas ficaram mais rosinhas. Será que ela está doente? 

— Você está bem mesmo? - Pergunto preocupada. 

— S-Sim! Estou! - Olhou para minha mão em seu ombro - E-Eu tenho que ir! Até mais Momo - Sai rapidamente me deixando com cara de tacho. 

Respirei fundo e resolvi ir a biblioteca. Lá tem os melhores mangás da Coréia. Entrei e já senti o cheirinho de livros novos quanto velhos. Ao longe vi Heeyeon ou Hani como prefere, ela é presidente do grêmio estudantil, ela tão dedicada, educada, gentil, linda, atenciosa, ama mangás, inteligente e gostosa para um caralho. Seria ela minha futura esposa? Talvez. 

Me aproximei dela que por coincidência estava na parte de mangás. Ela estava olhando um mangá clássico do Naruto. 

— Oi Hani! - Digo e ela toma um susto. 

— Oh! Momo! Que susto você me deu - Riu. 

— Desculpe não foi minha intenção - Digo coçando a nuca. 

— Tudo bem, eu sei que não foi - Sorriu - Veio ler um mangá? 

— Ah! Sim! - Disse e logo comecei a escolher. 

— Você já assistiu 'Jigoku Shoujo'? - Pergunta. 

— Donzela do Inferno? - Franzi o cenho. - Não. É bom? 

— Eu amei. É bem legal deveria assistir - Anotei mentalmente. 

— Pode ir adiantando um pouco? Gosto de saber o gênero antes de assistir 

— Será um prazer! - Sorriu. 

Vou casar com ela? Talvez. Ela me contou toda a sinopse do anime e eu fiquei bastante interessada nesse 'Jigoku Shoujo' que traduzido fica 'Donzela do Inferno'. Só havia um problema, a irmã dela. Ahn Hyojin. Essa garota definitivamente me odeia. Olha que eu só derrubei suco em sua camisa preferida acidentalmente. Na verdade havia outro problema, Hani já namorava com Solji presidente do clube de música o qual Jihyo faz parte. Ou seja chances de casar com ela diminuíram 99,9%. Mas ainda 0,1% de chance!

 Porque eu sou tão abestalhada? 


Notas Finais


Espero que tenham gostado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...