História Small Greenish - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Aizawa Shouta, Asui Tsuyu, Bakugo Katsuki, Lida Tenya, Midoriya Izuku, Mineta Minoru, Personagens Originais, Present Mic, Todoroki Shouto, Uraraka Ochako, Yagi "All Might" Toshinori
Visualizações 271
Palavras 2.828
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Shounen, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem! Fiquem atentos as notas finais!
Boa leitura 💙

Capítulo 14 - Encontro de Midoriya e Todoroki


Fanfic / Fanfiction Small Greenish - Capítulo 14 - Encontro de Midoriya e Todoroki

  Midoriya e Todoroki saíram cedo do dormitório. Eles estão em um trem, indo para longe da vista dos amigos.

- Onde vamos? - Perguntou o esverdeado sorrindo para o bicolor que corou um pouco.

Izuku não quer deixar transparecer o quanto está nervoso, por isso achou melhor puxar assunto de uma vez.

- Eu fiquei com muito medo de você não gostar do lugar que eu escolhesse, então acabei escolhendo a coisa mais simples possível. - Admitiu um tanto decepcionado consigo mesmo.

- Onde? - Perguntou o esverdeado curioso.

- Um passeio por Shibuya... - Sussurou.

- SÉRIO? AI QUE ÓTIMO, EU JÁ QUERIA IR LÁ POIS CHEGARAM VÁRIOS PRODUTOS DOS MEUS ANIMES FAVORITOS EM UMA LOJA MARAVILHOSA QUE TEM LÁ, OBRIGADO, TODOROKI! - Gritou e agarrou o braço do ruivo que agradeceu mentalmente por ele ter agarrado seu braço direito, pois o outro está tão quente que parece que vai pegar fogo, por isso ele escolheu roupas mais simples.

Todoroki esta trajando uma camiseta regata gola V bem colada ao corpo, calça jeans azul claro e tênis cinza. Ele também está com uma touca em sua cabeça cobrindo quase todo seu cabelo, além de óculos de lentes sem grau e uma máscara cobrindo a boca.

- Fico feliz, lá tem um restaurante que eu gosto muito. - Falou Shouto olhando para Midoriya com fascínio.

O esverdeado está murmurando seus cálculos de quanto pode gastar, algo que muitos acham estranho e inconveniente, mas Todoroki até que gosta, ele acha bem fofo essa mania de Izuku e como ele fica depois que percebe que estava fazendo aquilo.

Eles chegaram em Shibuya e para a surpresa de ambos, as ruas estão completamente cheias de pessoas.

- Vamos acabar nos perdendo em meio a essa multidão. - Falou Midoriya um pouco nervoso.

Ele esta trajando as roupas que as amigas escolheram: Uma camiseta roxa por baixo de um moletom preto, uma calça jeans azul escuro e seu coturno. Ele também está com uma touca e óculos sem grau.

- Tem uma solução bem simples para isso. - Disse Todoroki e agarrou a mão do esverdeado e entrelaçou seus dedos aos dele.

Midoriya corou, fazendo o coração de Todoroki disparar em seu peito​. Izuku sentiu sua mão esquentar um pouco, mas preferiu não falar nada, para não estragar o momento que ele não imaginou que gostaria tanto.

Em primeiro lugar, Izuku arrastou Shouto para a loja que ele queria ir. O esverdeado se aventurou pelos corredores vazios, pois eles são os únicos clientes, enquanto Todoroki​ ficou observando algumas action figures se surpreendendo ao ver uma do Midoriya chibi incrivelmente fofa. A figure está entre uma do bicolor e uma do Bakugou.

- Nossa que fofo, vamos comprar! - Falou Midoriya surpreendendo Todoroki.

- V-vamos? - Questionou.

- Sim, você compra uma sua e eu uma minha, ai eu te dou a minha de presente e você me da a sua. - Sugeriu sorrindo. - S-se você quiser, é claro.

Todoroki não pensou duas vezes e pegou a figure com determinação, fazendo Midoriya ficar ainda mais sorridente. Depois do esverdeado pegar mais algumas coisas, os dois pagaram e saíram da loja. Logo Todoroki tornou a pegar a mão do menor. As horas passaram rapidamente e quando perceberam já estavam mortos de fome.

- Espero que goste. - Falou Todoroki abrindo a porta do restaurante para o esverdeado.

Ao entrar, Midoriya pôde ver que é um restaurante tradicional japonês com mesas comuns, mas também tem alas reservadas. Aparentemente Todoroki havia feito reserva e ambos foram conduzidos para uma cabine particular, que contem uma pequena mesa de centro e almofadas ao seu redor.

Eles se sentaram e fizeram seus pedidos e para a surpresa de Midoriya, eles chegaram rapidamente. Após isso, ambos tiraram seus disfarces para ficarem mais confortáveis.

- Espero que tenha gostado da minha escolha - Disse o bicolor pegando as ovas de salmão.

- Eu gostei muito, me surpreendeu muito na verdade. - Admitiu. - Achei que iríamos em algum restaurante chique, que eu nem saberia qual talher usar.

As bochechas do esverdeado ficaram vermelhas e Todoroki se aproximou um pouco dele.

- Eu não sou fã desse tipo de lugar, gosto de coisas mais simples, reservadas, entende? - Falou sem tirar os olhos do menor.

- Claro que sim. - Respondeu e pegou a tigela de Katsudon a sua frente.

Os dois almoçaram enquanto conservam mais sobre si mesmos. Shouto ficou surpreso ao descobrir certos gostos de Midoriya e o menor ficou um tanto feliz em conseguir arrancar umas risadas do maior.

Enquanto os dois curtem seu encontro, várias coisas interessantes estão acontecendo no dormitório.

No dormitório, mais precisamente no quarto de Kirishima, o ruivo esta trancado lá com Tetsutetsu. Ambos estão deitados no tapete felpudo olhando para o teto e conversando sobre coisas "másculas".

Eles estão trancados lá por um simples motivo: Como Midoriya não esta por lá, as meninas direcionaram sua atenção para o shipp mais forte do local, no caso, eles. 

- Não imaginei que você ia vir aqui hoje. - Falou o ruivo se virando de lado para encarar Tetsutetsu que fez o mesmo.

- Estava com saudades e pensei que talvez você estivesse atoa. - Explicou e acariciou o rosto do ruivo.

Eles diminuíram um pouco a distância entre si. Nesse momento Kirishima não quer pensar em nada que lhe dá dor de cabeça, como seus sentimentos por Bakugou, talvez ele consiga mesmo direcionar sua afeição para outra pessoa.

Quando percebeu, já estava em um beijo quente e intenso com o garoto de cabelos acinzentados que ficou por cima dele.

Eijiro passou as mãos pelas costas de Tetsutetsu, que se arrepiou por completo ao sentir o toque do ruivo. O beijo se prolongou entre várias pausas para recuperar o ar e quando o ruivo percebeu já estava sem camisa igual a Tetsutetsu. Para Kirishima isso está indo longe de mais. Ele se afastou um pouco do acinzentado e tentou recuperar o fôlego, quando as lembranças da festa invadiram sua mente.

- O-o que?! - Questionou o ruivo se lembrando de boa parte do que fez, mas ainda parecia faltar algo.

- Kirishima? - Falou Tetsutetsu tocando seu braço.

- D-desculpa, Tetsu, eu preciso fazer uma coisa agora, você se incomoda de ir e voltar tipo... Amanhã? As meninas disseram que vamos fazer algum jogo amanhã a noite, então venha. - Pediu.

Tetsutetsu sorriu e vestiu sua camiseta.

- Claro. - Disse e após Eijiro se vestir, ambos saíram do quarto e foram para a sala, onde Kirishima guiou Tetsutetsu que roubou um beijo do ruivo antes de ir, o deixando um pouco corado.

Agora Kirishima precisa focar no seu objetivo, falar com as meninas para elas o ajudarem a entender o que aconteceu. Ele foi até a sala e as viu rodeadas por: Tokoyami, Bakugou, Iida, Denki, Hitoshi, Koda e Sero.

- Porra Bakuputo, já falei que não vamos falar sobre isso. - Falou Uraraka já de saco cheio.

Os quatro semes estão querendo saber o que aconteceu quando Midoriya e as meninas foram sequestrados, mas elas foram muito, muito, muito mesmo, ameaçadas por Izuku, para não contar nada à ninguém.

- Vocês vão nos contar. - Falou Hitoshi em meio aos gritos de Bakugou para disfarçar sua voz.

- Não... - Respondeu Jiro caindo na lavagem cerebral.

Antes que pudesse falar algo para o arroxeado, Toru deu um soco nas costas da amiga a livrando daquilo. Jiro caiu do sofá em cima de Sero e ficou choramingando.

- Ei, preciso falar com vocês​. - Disse Kirishima e as meninas pularam de onde estavam e foram junto a ele para o quarto de Momo.

- Conte tudo e não nos esconda nada. Falou Mina animada.

- Meio que eu recuperei minhas memórias da festa... Pelo menos uma parte delas. - Explicou. - Só consigo lembrar até onde eu beijei o Tamaki...

- Mas o que fez você se lembrar? Gero. - Perguntou Asui curosia.

- Foi quando estava beijando o Tetsutetsu. - Admitiu.

- Então o beijo foi o gatilho pra metade das suas memórias voltarem, o primeiro beijo da festa, então o último talvez traga o resto das memórias, ou não. - Explicou Momo.

As garotas sorriram com malícia para Kirishima, afinal o último que ele beijou foi Kaminari. O ruivo quer muito saber tudo que fez e está incrivelmente irritado em como seu subconsciente parece querer ferrar ele.

- Eu quero me lembrar de tudo... - Pediu.

- Vou falar com o Kaminari. - Avisou Jiro. - Kirishima vá para o seu quarto e fique com as luzes apagadas.

O ruivo corou ao Imagina o que ela quer com isso, mas não vai protestar, apenas obedecer.

----

- Kaminari, você vai entrar lá e beijar o Kirishima. - Falou Jiro na cara larga a frente da porta do quarto do ruivo.

- O-O QUE? - Questionou o loiro completamente corado.

- Ele precisa disso pra recuperar as memórias da festa, por algum motivo são importantes para ele, então faça isso por ele, Denki. - Pediu.

Ele não queria admitir, mas também quer muito beijar Kirishima, então apenas concordou com a cabeça e entrou no quarto e fechou a porta. Em meio a escuridão, ele esbarrou em Kirishima que está à sua frente. O ruivo prensou Kaminari contra a porta e não falou nada, apenas beijou o loiro com urgência e desejo, com a mão na cintura do menor o puxando contra seu corpo. Para Kaminari é difícil acompanhar o ritmo intenso de Kirishima, mas ele está amando aquele momento mais do que qualquer coisa.

O ruivo não entendeu o desejo um tanto selvagem de aprofundar o momento com Kaminari, mas sabe que não deve fazer isso. Foi quando as memórias do beijo deles da festa invadiu a mente do ruivo, que parou o beijo e se afastou um pouco.

- Obrigado, Kaminari... - Disse tampando o rosto com as mãos.

O loiro saiu do quarto rapidamente, passando por Jiro complemente corado e se sentindo confuso por quase pedir pra Kirishima continuar.

Kyoka entrou no quarto do ruivo e ligou as luzes, vendo ele deitado com o rosto enterrado no travesseiro.

- Kirishima, sabe, você deveria contar pro Bakugou como você se sente. - Falou ela de forma séria, surpreendo o ruivo.

- Que? Ele vai me odiar! - Exclamou.

- Você prefere ficar vivendo com essa dor e incerteza dentro de si? Você acha que está difícil agora, mas ele gosta mesmo do Midoriya e quanto mais você ver isso, mais vai doer e você vai pensar "Se eu tivesse me confessado antes, será que ele teria me amado?". - Explicou surpreendendo o ruivo.

Mesmo sendo uma das garotas mais zoeiras da escola, Jiro se preocupa com Kirishima, mas também não estaria disposta a largar Midoriya para ajudar o ruivo a ficar com o garoto explosivo.

- Vou falar com ele. - Disse Kirishima e saiu do quarto.

----

- O que você quer falar? - Perguntou Bakugou a frente de Kirishima.

Ambos estão do lado de fora do dormitório.

- Eu... Já deveria ter dito isso antes... Talvez eu até tivesse uma chance antes... Mas não importa mais, não adianta eu ficar me lamentando agora. - Disse ele encarando o chão. - Para tentar seguir em frente, eu preciso me confessar.

Katsuki não disse nada, apenas observou o ruivo que o encarou subitamente.

- Eu gosto de você! Faz muito tempo que eu gosto, mas não queria estranhar nossa amizade ou deixar as coisas estranhas entre nós... - Explicou.

Bakugou passou por ele sem dizer nada, então parou ao seu lado e colocou a mão em sua cabeça fazendo um leve carinho, foi então que as lágrimas de Kirishima começaram a jorrar de seus olhos.

- Eu tinha percebido. - Respondeu de forma tão calma que surpreendeu o ruivo. - Mas eu não posso, nem nunca poderia corresponder seus sentimentos, eu gosto do puto do Deku, há mais tempo que imaginava.

Aquelas palavras são dolorosas para Kirishima, mas ele sabe que aquilo é necessário para que ele possa se desprender desse sentimento algum dia.

- Me esqueça, Kirishima, eu continuarei a ser seu amigo e parceiro. - Falou. - Eu vou continuar a correr atrás da minha felicidade, e eu quero que você faça o mesmo.

Bakugou não é do tipo de encoraja ou consola alguém, mas ele se importa mesmo com Kirishima, por isso nunca poderia lhe dar falsas esperanças.

- Eu vou, prometo. - Respondeu e secou as lágrimas.

Eles se abraçaram rapidamente e depois voltaram ao dormitório.

(...)

Todoroki e Midoriya estão agora em um Karaokê. Aquilo surpreendeu ainda mais Midoriya, mas ficou feliz pois sempre ia com Uraraka e Iida no ano anterior. Shouto achou incrivelmente fofo como Midoriya canta e dança perfeitamente as músicas dos animes que ama, ainda aproveitou e gravou algumas partes para poder recordar quando quiser.

- Cansei. - Falou Midoriya.

Antes de poder se sentar ao lado do maior, ele puxou o menor, o fazendo se sentar em  seu colo. O esverdeado se virou, continuando no colo de Todoroki, só que agora está de frente para ele.

- Só não me queime, por favor. - Pediu rindo.

O bicolor tocou o rosto do esverdeado e acariciou sua bochecha.

- Esse sorriso... Foi ele que me salvou. - Confessou com um sorriso discreto no rosto.

- Como assim, Todoroki? - Perguntou o esverdeado o olhando fixamente nos olhos.

- Eu era cego pelo meu ódio, não podia perceber o que estava à minha frente, mas graças a você, tudo mudou. - Explicou. - Uma vez em um livro, eu li um trecho que dizia "Talvez eu esteja vazio, completamente​ vazio, meu coração parece ter parado de bater, mas ainda estou vivo, será que alguém poderia fazer meu coração bater novamente? Eu realmente gostaria de poder sentir meu coração bater novamente."

O bicolor recitou e colocou a mão de Midoriya sobre seu peito, possibilitando ao menor sentir o coração do maior bater em um ritmo rápido e acelerado.

- Quando li aquilo, percebi que era realmente como eu me sentia. - Continuou a falar. - E foi você, Midoriya, que fez meu coração bater novamente. Por isso, que eu amo você.

Antes que Izuku pudesse dizer algo, o bicolor o puxou para um beijo calmo e carinhoso. Todoroki está se sentindo incendiar por dentro, mas está se controlando ao máximo para isso não acabar acontecendo mesmo e machucar Midoriya que está totalmente envolvido com o beijo. O menor sente seu coração bater de forma descontrolada, além de estar quase soltando um baixo gemido por sentir o membro de Todoroki crescer abaixo de si.

- Izuku, eu sei que você não pode me corresponder do modo que eu quero, pelo menos não agora, mas eu precisava dizer. - Explicou acariciando o rosto corado do esverdeado. O menor não sabia o que dizer, então pegou a mão de Shouto e colocou contra o próprio peito e sorriu.

- Posso afirmar que nesse momento, ele está batendo assim por sua causa. - Afirmou fazendo o garoto de olhos heterocromáticos quase chorar.

Ele abraçou o esverdeado com força, aproveitando cada segundo ao seu lado.

Depois de um tempo, eles resolveram voltar para o dormitório. Com seus disfarces, eles voltaram de mãos dadas o percurso todo.

- Obrigado por hoje, Todoroki. - Agradeceu sorrindo.

- Quando estivermos só eu e você... Me chame de Shouto e eu o chamarei de Izuku. - Falou timidamente.

O menor ficou com as bochechas coradas e concordou com a cabeça, depois os dois entraram no dormitório. Todoroki foi rapidamente para seu quarto e a primeira coisa que fez foi colocar a figure action do Midoriya em seu criado mudo e sorrir por se lembrar do encontro maravilhoso que tiveram.

O esverdeado parou na sala e ficou observando as amigas choramingando e perturbando os meninos.

- O que aconteceu? - Perguntou fazendo todos notarem sua presença ali.

Junto as meninas, também estão: Sero, Shoji, Koda, Mineta e Ojiro.

- MIDORIYA VOLTOU! - Gritou Mina.

- DEKU! - Berrou Uraraka e se tacou nele. - Ficamos tão sozinhas que maratonamos a terceira temporada do Haikyuu e agora estamos sofrendo​ novamente ao lembrar que ainda não tem a QUARTA TEMPORADA!

As outras também se agarraram a Midoriya e começaram a puxar suas roupas como um tipo de birra.

- Se vocês pararem com isso, eu conto tudo sobre o encontro para vocês. - Avisou Midoriya.

Todas se afastaram dele na hora e ficaram quietas.

- Esse é o poder do Midoriya! - Exclamou Sero rindo.

Os garotos observaram eles indo em direção as escadas, e Ojiro soltou um longo suspiro desapontado, por achar que o esverdeado passaria um tempo com eles, mas foi iludido por suas expectativas.

Enquanto o esverdeado contou tudo para as amigas enquanto guarda suas compras, elas escolheram as roupas para o encontro do dia seguinte. Tokoyami está bem ansioso, fez uma programação simples e pretende voltar cedo para casa com Midoriya, mas mesmo assim quer muito ter esse momento com o esverdeado.


Notas Finais


O que será o jogo que as garotas querem fazer?

PASSAMOS DOS 150 FV! MUITO OBRIGADA!

Vou fazer um cap em comemoração a isso depois do próximo

Já aviso que vai ter lemon! Só não vou dizer de qual casal e não terá votação para isso.

Em comemoração aos mais de 150 fv minha beta fez uma nova cap pra fic! Agradeçam a ela nos comentários!

E por fim, me desculpem pela demora! Eu estava meio ocupada esses dias, peço que me perdoem e obrigada por lerem e comentar, sempre me incentiva a continuar.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...