História Só Mais Um Teste - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Tags Tododeku Todorokixdeku
Visualizações 26
Palavras 779
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Universo Alternativo
Avisos: Drogas, Homossexualidade, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Apenas O Inicio Da Loucura


5 Anos Atrás

   Depois de tanto esforço (Talvez nem tanto) Izuku consegue um bolsa para a faculdade de química. Midoriya a parte queria ir aquele lugar apenas pelo material de pesquisa privado que não divulgavam na internet e nos produtos e materiais que não eram permitidos a venda, mas aquilo também era muito bom ... Um novo espaço de pesquisa e professores onde poderiam mostrar suas teorias e estudos obsessivos. Estava extremamente empolgado para conseguir esse momento, fantasiava todos onde pessoas com a mesma dificuldade que a dele (sem individualidades) e que apoiariam sua pesquisa e o ajudariam.

 

  Fracasso

  Logo ao chegar viu que todos os alunos tinham uma individualidade. Ignorou. Eles apenas tinham individualidades, eles podem me ajudar! Claro que podem... Claro que podem! E vão ... Se não ... Eu .... Eu ...Midoriya falava enquanto apertava seu livro, tremendo e suando frio. Recentemente havia ganhado aquilo, a tremedeira vinha pela ansiedade e a cafeína excessiva que tomava pelo fato que não dormia mais do que uma ou duas horas por dia. Ele prometera a si mesmo que arranjaria um jeito de sobreviver sem dormi. Que antes para Midoriya era uma hora de relaxamento passara a um momento de ódio! Ele não tinha tempo! E isso consumia muito tempo! Ele sentia cada parte do corpo gritar para ele dormi, mas negava constantemente. Quando fala ‘dormia uma ou duas horas por dia’ era pelo fato do mesmo desmaiar de cansado e com o sistema que implantou no computador se passassem muito tempo sem mexer no mesmo sem desligar, o mesmo soaria um alarme fazendo o mesmo acorda e buscar por mais café.

    Fracasso

   Os seus professores falaram que tal atitude era patética. Por que procurar a razão daquele poder que só ajudava. É fácil falar quando tem Midoriya pensou sozinho. O mesmo persistiu. Aquilo apenas rendeu um dos mais velhos dizendo que um aluno exemplar que tinha gabaritado toda a prova deveria se focar em outras coisas, como em curas para doenças ou algo do tipo, disseram que aquilo era besteira e que deveria esquecer tão assunto. Naquele momento Midoriya possuído pelas palavras que difamavam seu sonho, vociferou o nome daqueles a sua frente. Sua respiração ofegante enquanto encava os três com ódio saio da sala deixando os pasmos com a atitude dele.

      Hipócritas! Como podem dizer aquilo! Como se o que eu dizia fosse uma prosopopeia flácida para acalentar bovinos! Eu só quero que eles entendam meu ponto! Se soubessem que nem todos nasceram com ... Com... Com aquela maldita individualidade! Eles agem de modo sem importância, por isso a tantos bastardos que tratam pessoas como eu com superioridade! Acham minha pesquisa divina uma besteira! Besteira seria ficar parado vendo tudo cair em destroços! Acham uma calamidade não é! Energúmenos! Energúmenos! Energúmenos! Energúmenos! Eles vão ver! Um dia essa maldita escola que tanto apreciam por trazer estudando que fazem estudos avançados e dão prioridade a curas e projetos futuros de química avançada! Alguns vão a NASA disse um cartaz nojento! Alguns viram profissionais um imundo disse em um comercial miserável! Isso importa?! Importa mesmo tal coisa importa mesmo! Uma pesquisa que pode fazer você ter algo grande e magnifico e idiotice?! Vocês todos vão ver! Serão cobaias dos meus testes....

    Midoriya para a te notar no que estava pensando e um sorriso psicopata surge em seu rosto. Cobaias ... Não parecia má ideia! Nunca pensou em fazer testes em humanos. Seria um material nosso e estupendo! Poderia procurar nas células sanguíneas tal poder! Se estiver lá! Certamente seria maravilhoso abrir o corpo e usa-lo como objeto de pesquisa. Principalmente daqueles que duvidaram dele! Aquele sorriso doentio só aumentava no rosto de Midoriya, a ideia a cada minuto começara a parecer mais maravilhosa. Uma risada baixa e assustadoras sai dos finos lábios de Midoriya.

     Talvez eu chegue a insanidade. Talvez eu faça alguma loucura que me arrependa amargamente. Mas se isso fazer com que minha ‘obsessão’ chega ao seu lindo e aclamado final, eu prometo não ligar para o que eu deixei para trás ... Sabe quem precisa de sanidade? HAHAHAHAHAHAHA e algo interessante de se pensar HAHA chega até ser engraçado tão coisa. Quem se importa, não é? Eu pareço me importa com o que acontecerá depois? Obvio que não

     Um sorriso psicopata... Essa seria seu novo rosto. No começo Midoriya não se importa em o que aconteceria com as pessoas a sua volta, muito menos que acabasse machucando. Mesmo assim no final alguém que ele não percebera o incomodava. Se ele machucasse pessoas por um motivo pessoal e obsessivo seria um ato herói? Ele não pensou, mas aos poucos se tornaria o que mais temia.

 

Um vilão 


Notas Finais


Espero que tenham gostado e não esqueçam de comentar o que acharam
Prosopopeia flácida para acalentar bovinos= Conversa para boi dormi


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...