História Só por hoje - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki
Tags Naruhina
Visualizações 36
Palavras 915
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Capítulo 3


Povs Hinata

Meu pai caminhava furioso assim que ele chegou eu comecei

—Pai, olha... —Fui interrompida por um tapa no rosto

—Nunca mais, nunca mais mesmo faça isso. —Sua voz era firme

Ele segurou meu braço e saiu me puxando enquanto Hanabi olhava tudo com lagrimas nos olhos

— Senhor, olha não é necessario isar a agressão, ainda mais contra um menor.

— Não me venha com essa, a filha é minha eu faço o que quiser com ela. —Ele lançou um olhar mortal para o policial

Hanabi nos seguia

Assim que chegamos em casa ele me jogou no chão e começou a me bater eu não gritava ou chorava, sabia que aquilo só causaria espanto na Hana.

— Suba para o seu quarto. —Ele gritou

Eu obedeci assim que cheguei no final da escada eu vi Hana

—Está tudo bem. — sussurei e lancei um sorriso

Assim que adentrei meu quarto eu desabei, eu sabia que ele não fazia por mal mas mesmo assim Hana não merecia isso, ela não merecia precensiar algo assim

Fui para o banheiro e encarei a lâmina que havia alí

Olhei meu braço os antigos cortes já haviam cicatrizado

tomei meu banho assim que sai analisei as marcas que haviam ficado

Minha pernas e braços rochos a marca da mão dele havia ficado em meu rosto

—Manga comprida amanhã. —Falei para mim mesma

Sai do banho e então me deitei tudo que eu queria era dormir

‎Eu fechei os olhos e então senti alguem deitar ao meu lado e começar a alinhar meus cabelos ela beijou minha testa, nada foi dito só os fungos do choro eram ouvidos ela acabou dormindo ali mesmo

‎Na manhã seguinte eu me atrasei para escola graças ao fato de ter que esconder os roxos

‎ O unico assunto eram os alunos novos, os misteriosos alunos novos.

‎Já era o intervalo e como as outras aulas eram vagas fomos dispensados, estava caminhando por aí quando senti alguem puxar meu braço

‎— Ai! — Gritei

‎Neji arqueou uma sobrancelha

‎— Eu nem puxei com força. —Ele falou —Ele fez de novo não foi

‎Eu continulei calada

‎ —Hina, levanta essa manga — Ele falou firmemente

‎continuei parada

‎ —Hina, levanta a manga. —Ele estava perdendo a paciência

‎conrinuei parada então ele levantou o meu braço e ergueu a manga

‎ —Hina... —Neji me olhou com odio nos olhos

‎De mim ? O que eu fiz ?

Que pergumta idiota você nasceu, Hinata, só isso.

‎— Ele tem que parar com isso, Hina denucia seu pai eu sou maior posso conseguir sua guarda e a da Hanabi.

‎— Não adiantaria ele tem dinheiro pode comprar o juiz que for julgar o caso.

— Como fez com o caso do meu pai.

— Fora que, Neji, ele é o neu pai porpior que seja ele continua sendo o meu pai e eu o amo. —Eu ja estava chorando

— Calma, vai ficar tudo bem. —ele me abraçou o que doeu um pouco mas eu não me importei

Eu contei tudo o que havia acontecido

—Ele exagerou —comentou

Eu olhei para o relógio

—Ja esta na hora de ir buscar a Hana. —Falei

— Vou com você —O mais velho falou e eu. Me limitei a assentir.

Tratei de colocar um sorriso no rosto quando a pequena se aproximou

—Ai Hina eu estou ferrada. — falou a menor com as mãos na cabeca e um ar preucupado

—O que acontece dessa vez ? —perguntei

— Semana que vem tem uma prova que valerá metade da nota de matemática e essa é a minha pior matéria. — Ela falou tudo tão rapido que quase não comsegui entender

‎ —Fica calma eu te ajudo a estudar —Eu sorri

‎— Obrigada.

‎— Eu não agradeceria se fosse você. —Neji começou —Ela é uma carrasca quando o assunto é estudo.

‎Eu o arquei uma sobrancelha.

‎— Eu? Claro que não. —Reapondi

‎ —vai falar isso para a Tenten.

‎Paramos pois haviamoa chegado continuamos a conversar animado até que alguem me chamou

‎Era o meu pai que se encontrava na sala de estar assistindo alguma coisa

‎ —Sim ? — Me virei na direção dele

‎— Sera que posso conversar vom você a sós ?

‎Eu olhei para Hanabi e Neji eles subiram as escadas

‎ —Isso é seu. —Ele me estendeu uma caixinha de presentes —Acho que ja está na hora de você ter um.

‎ —Obrigada. —Sorri

‎— Hinata, me desculpw por ontem eu... eu fiquei preucupado, e se vocês tivessem sido sequestradas?

‎Eu desviei o olhar

‎ —Eu me preucupei, Hinata, eu me preucupo com vocês.

‎— Tudo bem. —Eu sorri para ele —Eu vou subir tenho que ajudar Hanabi. —Falei ja da escada

‎ —E ai como foi ?

‎— Bem. —Dei os ombros —Ele ao menos se lembrou de comprar algo. —Mostrei o embrulho

‎— Aposto que é outra dessas bijuterias baratas —Hanabi disse enquanto apontava para minha coleção

‎5 anos só ganhando isso me rendeu uma boa quantidade

‎ — Provavelmente é —Neji falou —Anda abre logo

‎Assim fiz

‎Era um Smartphone mas não qualquer um e sim um Iphone.

‎Neji quase caiu da cama quando viu

— Cara‎... — Eu o olhei em adivertimento —Caramba Hinata não acredito nisso é o ultimo lancamento da Apple nem chegou nas lojas ainda

—Sério? — Perguntei

Ao escutar isso Hana tomou a caixa da minha mão

‎— Nem vem você tem a sua câmera — Falei pegando de volta

A menor fez bico

‎— Chata ‎— Murmurou

Logo Neji foi embora e eu e Hana começamos a estudar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...