História Sobrenatural (Imagine Kim Namjoon) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Kim Namjoon
Visualizações 17
Palavras 1.261
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Magia, Mistério

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom capítulo..

Capítulo 3 - 3.three


Fanfic / Fanfiction Sobrenatural (Imagine Kim Namjoon) - Capítulo 3 - 3.three

*Sn on*

Quando cheguei ao banheiro fiquei desesperada, será que ele viu, o que ele vai fazer ou será que que ele pensou que era uma tatuagem. Muitos pensamentos passavam na minha cabeça naquela hora, até que eu resolvo sair do banheiro e voltar para a quadra. 

*sn off*

*Namjoon on*

Depois de um tempo vi a sn entrar de novo na quadra.Ela veio em minha direção e eu me levantei e a chamei fazendo a mesma andar mais rápido.

Namjoon : É sn eu - no mesmo momento que eu iria falar o professor entra e nos manda sentar com nossas duplas.

Professor : Eu vou passar um pequeno trabalho para vocês fazerem com a suas duplas e trazerem na segunda feira, ok

A turma assentiu e depois fomos liberado. Quando olhei para o lado a sn não estava mais lá

Comecei a procurar a mesma já que teria que conversar com ela sobre o trabalho e também sobre aquela marca. Eu tenho certeza que já a vi em algum lugar.

     *Namjoon off*

          *sn on*

Quando o professor terminou de falar eu sai rapidamente sem pensar em nada, eu tinha que falar com meu pai. Adentrei na primeira sala vazia que achei, peguei meu celular e liguei. Depois de alguns segundos minha mãe atende.

Hyojin :Alô sn,  filha o que foi?

Sn: Omma tem como passar pro papa, preciso perguntar algo para ele!

Hyojin : OK - escuto minha mãe gritar meu pai, acho que fiquei surda. 

Sunwon :Oi filha, aconteceu algo?

Sn: Appa eu tenho que te falar uma coisa, é que eu... Eu...eu - eu travei não conseguia falar por telefone.

Sunwon :Sn, o que foi você está me deixando curioso! - ele disse meio que estressado.

Sn:Appa quando eu chegar em casa eu falo e eu acho melhor você chamar o tio Jin.

Sunwon :Okay criatura.

 Desliguei o celular e sai da sala, quando eu estava pegando minha bolsa pronta pra sair da universidade,alguém me cutucou. Me virei e vi que era o nam alguma coisa. 

Sn: O que foi?  - falei meio grossa.

Namjoon : Quando vamos fazer o trabalho? 

Sn : Que trabalho? - disse confusa pois não tinha prestado atenção no que o professor tinha falado. 

Namjom : Nos vamos ter que descobrir qual a doença do boneco de acordo com a ficha dele. 

Sn:Ata, pode ser no amanhã a tarde?  - assim que falei ele assentiu com a cabeça - então vai ser na minha casa se não for um problema 

Namjom : Não, é até melhor - pera o que eu falei.

Sn : E..eu preciso ir, tchau! 

Namjoon :Tchau    

Sai da faculdade e fui direto para minha casa. 

*sn off*

*Namjoon on*

Aish eu que foi aquilo Kim Namjoon, eu sou muito burro. Sai da faculdade desacreditando que eu passei uma cantada sem querer na sn. 

Cheguei em casa e fui direto na minha mãe. 

Namjoon: Omma, Appa preciso falar com vocês - enquanto falava com eles eu ia direto na estante. 

Jessica:Filho, o que foi? 

Namjoon:Eu acho que vi uma coisa interessante omma. - falo pegando um livro da estante. - esse! 

Hyungsik:O que está acontecendo? - meu pai adentra na sala se sentando no sofá. 

Começo a folhear o livro até que eu acho o que eu queria. 

Namjoon:Aqui! Achei, é essa marca que eu vi no braço daquela garota. 

Hyungsik :Que marca,que garota. Você poderia me explicar Kim Namjoon?! - ele disse meio preocupado. 

Contei tudo aos meus pais, da hora em que cheguei a sala a hora que vi a marca no braço de sn. Eles ficaram supresos. Começamos a vasculhar os livros antigos pra ver se eu tinha razão da minha dúvida. 

*Namjoon off*

*sn on*

Asimm que chego em casa vejo meu tio sentado no sofá.

Sn:Tio Jin o senhor veio rápido - falei com estranheza. 

Jin:Sua mãe falou que você estava morrendo, como não viria?! - começamos a rir até que vejo meus pais entrarem  na sala. 

Hyojin :Filha o que você tinha para nos falar? 

Sn: Então omma, Appa, tio Jin. - suspiro e levanto a barra do meu braço e ele me olham surpresos. 

Sunwon :Jin, isso não o que eu estou pensando que é, né? - diz olhando firmamento pro meu braço. 

Jin: Eu não sei, sn desde de quando você tem essa marca, quando você descobriu ela. Preciso que você me fale tudo que você lembrar relacionado a ela? - ele diz

Conto tudo para meus pais,sobre o garoto que viu a marca, sobre ela brilha perto dela. Contei que eu comecei a reparar nela quando tinha seis anos, porém ela só começou a ficar do jeito que está hoje depois de eu fazer 18 anos. Meu tio ficou preocupado e não falava nada para mim meus pais muito menos. Eu já estava começando a ficar preocupada quando meu pai fala a simples frase. 

Sunwon :Vamos levar a sn para a casa do yoongi, ele deve saber mais que nós todos aqui! 

Fiquei com um pouco de medo, yoongi era um dos meus tios paternos, porém ele não era um anjo, ele era um demônio. 

Rio yoongi era o braço direito de Lúcifer, ele quem decidia tudo quando o próprio Deus do inferno resolvia tirar "férias". Eu tinha medo de ir a casa dele, todas as vezes que o vi ele não falava com nosco, só ficava no quarto trancado.

*Quebra de tempo*

Depois de conversarmos resolvemos ir, mesmo não sabendo o que estava acontecendo estava preocupada. 

*sn off*

*Namjoon on*

Depois de lemos bastante os livros recolhemos muitas informações. Contei a meus pais que iria fazer um trabalho com a sn e eles pediram para mim ficar de olho nela e tentar ver a marca direito. 

Namjoon :Appa, nós somos lobos, podemos apenas fingir está passando por lá e a envestigar de perto. - termino de falar e levo um peteleco na orelha. - aí. 

Hyungsik :Isso perigoso Namjoon, temos que ser o mais cuidadoso possível. 

Namjoon :Entendi Appa. - falo e volto a procurar mais alguma informação no livro. 

Enquanto olhavamos  os livros lembrei da história de como meu país se conheceram. Lembro que meu pai tinha me falado que minha mãe foi a humana mais bonitas que ele tinha visto, ele não tinha dado muita bola para ela já que humanos e lobos não podem ficar juntos, porém aquela simples humana tinha algo diferente. Depois de alguns dias meu pai resolveu ficar na forma humana e ir à traz dela que lá mulher. 

*flash back on*

Hyungsik : Licença moça eu poderia - antes mesmo de responder a mesma ela me puxa para um lugar sem ninguém. 

Jessica: O que você é? - ela diz o olhando profundamente. 

Hyungsik : Como assim o que eu sou?  - disse olhando a mesma. 

Jissica: Você não é humano! - disse me olhando fixamente. 

Hyungsik :O que você é? - disse com um certo medo da resposta dela. 

Jessica :Eu. - suspira. - eu sou uma elfo-fada. 

Hyungsik:Isso não é possível, fadas e elfos não vivem juntos 

Jessica:Meu pai era um elfo e minha mãe uma fada, eles tiveram um relacionamento, o concelho das fadas descobriram e mandaram os dois ficarem longe um do outro só que minha estava grávida, então eles resolveram fugir.Quando eu tinha 10 anos nos acharam, assassinaram meus pais e eu fui entregue a minha avó. Essa é uma boa explicação para você? 

Hyungsik :Sim, mas. - antes de terminar sua frase a mesma o cortou. 

Jessica :você não me respondeu. 

Hyungsik :um lobo! 

*flash back off*

Depois disso meu pai seguiu minha mãe para todo o lugar que ela ia,ela desistiu do bando por ela e eles se casaram dois anos depois. 

*Namjoon off*







Continua........ 






Notas Finais


Desculpas pelos erros de português.
Até o proximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...