História Sorte pra nós - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Depois das Onze
Personagens Gabie Fernandes, Thalita Meneghim
Tags Dd11, Depoisdas11, Depoisdasonze, Gabie, Thalita
Visualizações 91
Palavras 896
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 33 - A volta pra casa


Fanfic / Fanfiction Sorte pra nós - Capítulo 33 - A volta pra casa

P.O.V (Gabie)

Acordei com alguém impaciente esmurrando a porta, levantei, me vesti e quando abri dei de cara com o Rizzih.

- Amiga, ta na hora de irmos, eu tenho que ensaiar minha peça e o André precisa ir trabalhar. O final de semana já acabou. – ele dizia gritando.

- Certo, vou acordar a Thali! – falei enquanto fechava a porta do quarto.

Sentei na cama ao lado dela e passei a fazer carinho no seu rosto e a beijar sua bochecha, enquanto chamava pelo nome dela.

- Que foi? – ela me perguntou ainda com os olhos fechados.

- Temos que ir, Thali! Os meninos estão atrasados. – falei enquanto levantava da cama.

- Ta certo, vai tomar banho e eu já levanto. – ela disse.

Fui tomar meu banho e quando vestia a roupa cheguei à conclusão que realmente precisava voltar pra casa, não estava mais dando para vestir a mesma roupa por tanto tempo. Os meus pensamentos foram interrompidos pela Thalita passando nua na minha frente, fiquei encarando aquele corpo e babando.

- Nem inventa! Você já disse que estamos atrasadas. – ela disse rindo.

- Se eu ficar aqui por mais 5 minutos eu não vou me controlar. Estou te esperando na sala! – falei enquanto caminhava para fora do banheiro.

- Gabie. – ela me chamou, me fazendo voltar ao banheiro.

- Oi amor. – respondi.

- Ontem à noite, eu senti um prazer enorme quando meus dedos entraram em ti, não tinha noção que poderia ser tão gostoso do jeito que foi. Você acha que me sai bem? – ela me perguntou preocupada.

- Você foi perfeita, você me deixou louca de desejo. Não tenho do que reclamar, inclusive já quero repetir. –eu falei e a abracei.

- Ta bom, vai saindo antes que a gente acabe se atrasando. – ela disse cortando o clima.

P.O.V (Thali)

Entrei no banho com intuito de ser rápido, mas me perdi nos pensamentos. Ouvi o Rizzih gritar implorando para que eu saísse logo ou ele me abandonaria ali. Me vesti rápido e sai do quarto, notei que não tinha mais ninguém na sala e caminhei até fora da casa. Então pude ver todos dentro do carro, entrei no carro e o Rizzih se acalmou. Passei toda a estrada imaginando como seria a minha chegada até em casa. Os meus pensamentos foram interrompidos pela voz da Gabie me chamando e me perguntando se eu queria que ela subisse comigo. Então notei que já estávamos estacionados na porta do meu prédio.

- Não precisa. Eu vou fazer isso sozinha. – disse e me despedi de todos.

Falei com o porteiro e subi, entrando no meu apartamento vi o meu pai sentado no sofá, comecei a ensaiar o que falaria, mas ele veio em minha direção e me abraçou forte.

- Filha, achei que não voltaria tão cedo. – ele disse.

- Achei que o Rizzih tinha avisado. – falei.

- Ele avisou, mas fiquei preocupado. Você ta se sentindo bem? O que foi aquilo tudo? – ele me perguntou preocupado.

- Pai, eu fiquei muito nervosa, dei um ataque de pânico e a Gabie me levou pra fora do evento, eu não quis mais voltar e fiquei no apartamento do André até me acalmar. Me desculpa, precisei de espaço. – eu menti.

- Eu também tive uma crise de pânico no dia do meu casamento com o seu pai, mas não tive nenhum amigo para me tirar de lá. Graças a Deus! Nós precisamos superar essas crises, Thalita. – minha mãe me disse se aproximando e me abraçando.

- Quero falar uma coisa para vocês. – eu disse.

- Estamos de ouvindo, filha! – meu pai disse.

- Estamos todos ouvindo, Thalita. – o Bruno disse.

- Eu preciso de um tempo, não quero que me perguntem sobre o Gabriel! Eu preciso de um tempo apenas para mim. – falei e olhei em direção ao Bruno.

Eles concordaram e não me perguntaram mais nada. Eu não tive coragem de contar a verdade para eles, não pude contar que fugi com a Gabie e que agora estamos juntas. Assim que entrei no meu quarto recebi uma mensagem dela me perguntando como eles reagiram quando souberam de nós. Resolvi não responder, apenas deitei e dormi!

P.O.V (Gabie)

Cheguei em casa e encontrei minha mãe e o Emmanuel tomando café, dei um beijo na bochecha dos dois e depois sentei ao lado do meu irmão para tomar café.

- Bom dia, desculpem por sumir no final de semana. Eu estou tão feliz por ter me resolvi com ela. – falei me explicando.

- Que bom que você se resolveram, mana! Fico tão feliz por você. – o Emmanuel disse sorrindo.

- Eu também fico muito feliz por vocês, mas foi uma loucura aquela festa. Só depois que o Rizzih me ligou para avisar que você estava bem e com a Thalita que eu pude ficar tranquila. Não faça mais isso. – ela disse.

Ficamos conversando e eu contei como tudo aconteceu para eles, pude perceber que eles também estavam felizes por mim e isso acalmava meu coração. Enviei uma mensagem para Thali perguntando como tinha sido com seus pais, mas não obtive resposta. Resolvi ligar para o Rafael.

****LIGAÇÃO RAFAEL****

Gabie: Rafa?

Rafael: Alô

Gabie: Vem aqui na minha casa agora. Não aceito um não como resposta.

Rafael: Estou terminando de resolver um problema, daqui a pouco estou aí.

****LIGAÇÃO FINALIZADA****

Fiquei deitada esperando o Rafa, mas acabei pegando no sono.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...