História Soulmate - BRA x KOR - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Wanna One
Personagens Kang Daniel, Personagens Originais, Seongwoo
Visualizações 17
Palavras 819
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Fluffy, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii!!
Bom... Essa é a primeira long fic que eu tento fazer, espero realmente que ela dê certo ^^
Eu revisei, mas as vezes deixamos passar algumas erros, se encontrarem, por favor, me avisem

Obs:
━───━ Quebra de tempo

Boa Leitura! ^^

Capítulo 1 - O nome da discórdia


Fanfic / Fanfiction Soulmate - BRA x KOR - Capítulo 1 - O nome da discórdia

Tudo estava correndo normal na minha vida de adolescente normal

MENTIRA

Desde quando uma adolescente que ainda não descobriu sua alma gêmea vive tranquilamente? Isso mesmo...

NUNCA

Sabe... Quando a gente vai chegando perto dos 15 anos vai dando uma agonia, o normal é sua alma gêmea ser revelada no ano em que você faz quinze, e bem... Quase férias de Julho e meu pulso continua normal

Como assim pulso? Vou lhe explicar, aproveito e já conto de onde veio a alma gêmea também

Vênus e Eros, Deuses Gregos, criaram o amor e a harmonia. Na época dos Olímpicos existiam dois seres habitando um só corpo e alma, um homem e uma mulher, e raras vezes homem x homem e mulher x mulher. Esses seres possuiam quatro braços, quatro pernas, duas cabeças, dois troncos e assim por diante, mas possuíam apenas uma alma. Os demais Deuses vendo tanto amor e harmonia entre esses seres realizaram uma grande batalha, utilizaram como arma uma chuva de trovões e relâmpagos duradoura. Vênus e Eros tentaram impedir, mas não obtiveram sucesso. Os relâmpagos atingiam os seres de forma brutal separando seus corpos e almas, e no meio de tamanha confusão seus corpos eram carregados pela correnteza os separando de sua outra metade, ficando sozinhos mas sobrevivendo. Foram dois dias e duas noites de fúria dos Deuses, e ao término cada ser separado foi em busca de sua outra metade. Vênus e Eros vendo o sacrifício daqueles que um dia foram felizes com suas almas gêmeas, decidiram então, que no ano que a alma mais nova fizesse 15 anos, apareceria em seu pulso direito o nome de nascimento de sua outra metade, a partir de então, suas almas estariam ligadas novamente, e eles estariam destinados a viverem o resto de uma vida juntos, não importando a distância dos corpos.

Explicado, e eu já tenho... Não, esse ano eu faço 15 anos. Eu tô muito nervosa, e se minha alma gêmea for um idoso? Sabe né... As vezes Eros e Vênus podem ter enlouquecido um pouquinho. Ahhh!!! Eu tô nervosa

_Laura, vai querer jantar hoje? - A propósito, nem me apresentei, meu nome é Laura Oliveira, vou fazer 15 esse ano (já devem estar cansados de saber), sou brasileira e moro em Colombo-PR, exatamente, região metropolitana de Curitiba que foi onde nasci, moro com meus pais e irmão mais novo em uma casa com terreno compartilhado, nossa casa é a da frente, a do meio é a casa dos meus tios e da minha prima Elena, a última é de um amigo do meu pai, eles tem um filho que insiste em dizer ser minha alma gêmea, mas se ele for minha alma gêmea eu pulo do telhado, tô falando

_Não mãe, não tô com fome - Respondi sorrindo e ela acenou saindo do quarto e fechando a porta. Minha mãe é muito querida, o nome dela é Luiza, ela é bem divertida comigo e com todos, as vezes eu acho que puxei muito o lado dela, quando estamos juntas o clima nunca fecha.

━───────────────────━

Agora são 21:00h, já tomei banho e não estou com fome. Meu pai vai chegar só amanhã com meu irmão, ele teve uma viajem de dois dias pra capital e o Kenny quis ir junto, meu pai e ele são bem unidos igual eu e minha mãe.

Ahh!!! Eu tô nervouser!! Não tô bem!! Dizem que quando ficamos assim algo bom vai acontecer e bem... Tô assim desde as 7:00 fucking horas da manhã e nada aconteceu até agora que são 21:30 da noite. Respira que passa, 1. 2. 3... Viu, já está melhor.

ESTAVA

Por um instante conferi meu pulso uma última vez, olhei e como não entendi o que tinha ali deixei... Mas... EU NÃO ESCREVO NO PULSO, em um movimento mais rápido que o vento olhei meu pulso novamente e ali estava o nome da discórdia, o nome que eu esperei 15 fucking anos, mas... Cara, eu não entendo isso aqui, o nome tá escrito em coreano, BERRO, berrei mesmo e minha mãe vem correndo e me encontra deitada na cama rindo desesperada

_Que foi menina? Fumou é?! - Nossa mamãe, choquei com essa

_Quem dera se fosse mãe! Olha isso!! - Sentei na cama e lhe mostrei meu pulso, ela deu um grito e nos olhamos, começamos a pular e nos abraçarmos igual duas loucas

_O que tá escrito aí? - Ela Perguntou se sentando na cama

_Não sei, vou ver agora - peguei meu celular e fui no meu tio gringo preferido chamado Google tradutor, tirei uma foto do meu pulso e ele traduziu do coreano (Eu falei que era coreano, eu manjo dos paranauê), ele traduziu aqueles monte de pauzinhos para

_O... On... Que? - Minha mãe tentou ler - Lê isso, você que manja dos coreanos - é verdade, esqueci de falar que sou kpopper

_O...Ong... Ong Seon... Ong Seongwoo - Eu disse e nós olhamos

_Viu, Vênus e Eros não erram, gosta tanto de coreano, tá aí o seu!


Notas Finais


Espero que tenham gostado!

Qualquer dúvida me perguntem e comentem as opiniões de vocês, isso é muito importante

Muito obrigada por lerem ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...